"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sábado, 20 de agosto de 2011

- Um cidadão de belas histórias

Em Histórias de nosso cotidiano, por sugestão de vários amigos, apresento uma pequena homenagem ao Memorialista Niels Deeke.
Adalberto Day
Adalberto e Niels

          O Dia Que Conheci Niels Deeke
Por CAO ZONE
     Acabara de acessar pela primeira vez o famigerado grupo de genealogia SC Gen, e lá estava aquele longo texto, um emaranhado retilíneo, quanto mais se lia, mais se ficava fascinado, uma das marcas que a escrita do dr. Niels costuma infligir aos seus leitores. 
     Tanto nos de primeira leitura, quanto, e principalmente, nos costumasses. 
     O tema não poderia ser mais sui generis, falava justamente sobre o enigmático navegador, Binot Paulmier de Gonneville, provavelmente a última reserva ainda não totalmente decifrada de todas as navegações, cujo mote pode modificar muitos aspectos da história do início do século XVI no litoral sul do Brasil.
     E o portentoso escriba, puxava para si, a dissertação estonteante da possibilidade de que o fleumático navegador normando teria estado na foz do rio Itajaí-Açú. 
     Conjecturava que, as condições adversas de navegabilidade da barra do citado rio, casam, com a descrição do que consta no, "Campagne du navire l´Espoir de Honfleur 1503-1505. Relation authentique du voyage du capitaine de Gonneville ès Nouvelles Terres des Indes. Publiée intégralement pour la première fois avec une introduction et des éclaircissements par M. d´Avezac. Paris: Challamel, 1869."
     Já que ao voltar a expedição sofrera naufragio, e só foi encontrada esparsa documentação, no Almirantado da Normandia, nesse ano que depois foi publicado o relatório do título acima. 
     E tudo que se refere a esse navegador, ainda causa enorme frisson na comunidade de pesquisadores, sendo que, muito ainda, tem-se por desvendar.
     Embora nunca tivesse o prazer de conhecer o dr. Niels pessoalmente, já nos falamos por telefone e trocamos muitos e-mails. 
     Mas falta, é claro, desenvolvermos um projeto em conjunto.
     Enquanto esse sonho não se realiza, continuo considerando aquela aprazível noite na internet de alguns anos atrás, como, o dia que conheci Niels Deeke.
Texto de CAO ZONE/Articulista e Designer
Rio de Janeiro/RJ
Acesse também: 
Arquivo de Adalberto Day

3 comentários:

Prof. Wieland Lickfeld disse...

Prezado Adalberto, muito obrigado por ter lembrado do amigo Dr. Niels Deeke no dia em que comemora a data natalícia. Devo à sua generosidade muito do meu amor pela História e do espírito investigativo que desenvolvo há pouco mais de uma década. Sempre me recebeu com amizade e respeito. Seu humor aguçado, ora dotado de salutares pitadas de sarcasmo, cativa e motiva para o auto-desenvolvimento. Força, saúde e vida longa ao amigo Dr. Niels Deeke!

Werner Henrique Tönjes disse...

Aos AMIGOS Adalberto Day e Niels Deeke sempre ligados em tudo o que se refere à nossa querida Blumenau o meu reconhecimento.

Braga Mueller disse...

Prezado Beto,

Muito importante esta postagem de reconhecimento do teu blog ao memorialista Niels Deeke.
Niels Deeke possui, além de extraordinária memória, um acervo hitórico que o credencia a descrever, com muita exatidão, fatos importantes do nosso passado.
Tive a oportunidade de trabalhar na Prefeitura de Blumenau com o saudoso pai dele, prefeito Hercílio Deeke.
Nos anos de 1963, 64 e 65, eu produzia um programa informativo semanal transmitido pelas cinco rádios AM de Blumenau, no qual eram divulgadas as atividades do Executivo Municipal. O nome deste programa era "O Executivo em Foco".
O arquivo deste programa, com o relato de tudo o que ocorreu no governo de Hercílio Deeke naquele período, foi resgatado pelo Niels, na sua incansável batalha pela recuperação da nossa história.
Carlos Braga Mueller
Jornalista

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...