"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

- Preto no Branco: Félix Theiss

Parte do depoimento do economista, ex-prefeito de Blumenau (31/01/1973 - 31/01/1977 - Félix Christiano Theiss.
________________________
Programa: Preto no Branco
Local: Auditório da Rádio Nereu Ramos
Mediadores: Paulo Cesar da Silva (PC) e Dirceu Bonbonatti.
Data: 30 de julho 2010
________________

Pergunta feita pelo cientista social e pesquisador Adalberto Day, sobre o Edifício América e o local onde era o antigo Estádio do Palmeiras-BEC, onde será construído edifícios que irão descaracterizar o centro histórico de Blumenau.
__________________________________________
Resposta: por Félix Christiano Theiss:

Adalberto...obrigado meu caro !!!. Este é o homem que mais contribui para a cultura de Blumenau hoje,...focado principalmente no bairro do Garcia.
Vocês podem ver que as melhores fotos no Santa, o Blogger que ele tem , agora ele tem um Twitter muito  atualizado. E ele é bom demais sobre história. Eu preciso render uma homenagem ao Adalberto .
A Sueli Petry diz: a Sueli quando tem certas coisas quando perguntam a ela, a professora diz assim: "De Garcia o Adalberto entende", vou perguntar ao Adalberto.
Então ele tem coisas maravilhosas, das glórias do Amazonas E.C., das glórias de outras coisas....Bom Adalberto...Edifício do América, está na minha garganta, é um nó danado. Parece que foi uma maldição que rogaram sobre ele, e aquele esqueleto permanece lá.
- Primeiro lugar Adalberto ele foi feito contra todas as normas previstas... Não quero comentar quem fez , quem não fez, como erraram, porque erraram, mas erraram.
Isso ali é STADTPLATZ.  STADTPLATZ no alemão é o Centro Histórico da cidade. Ali nasceu tudo.
O STADTPLATZ na época quando a gente ousou colocar o Mausoléu ali, nós estávamos louco para desapropriar o prédio da esquina ali. que na naquela época onde hoje funciona Turismo Holzmann , mais alguém , um banco , me parece não é, naquela época era da Schrader. E se nós tivéssemos dinheiro, nós teríamos desapropriado ,  pra que aquilo ali ficasse um centro efetivamente histórico .
Outro dia eu brinquei com o pessoal do planejamento, porque disse que o mausoléu tem uma porta de entrada  tão larga, quanto uma porta de saída lá nos fundos tão larga. Porque o Mausoléu deveria ser uma abertura, em que, estudado com carinho naquela época, você entraria e dali iria percorrer o Centro Histórico . Sairia pela porta dos fundos, passaria pelo cemitério dos gatos, curtiria as árvores que Dr. Blumenau plantou e ainda estão lá " Graças a Deus" ainda tem árvores, plantadas por ele..., e curtir aquele centro.... então o edifício América é um nó. Ai que se faz hoje Adalberto, ai tu estás me pondo na parada. Não dá para fazer o que o Cao disse outro dia numa charge muito feliz, eu acho genial o Cao. O Cao é um artista fantástico e o Cao colocava brincando do edifício do esqueleto ele disse pro amigo: o amigo respondeu "tem que fazer um prédio enxaimel"... não dá pra fazer nunca!!!. Essa é a vantagem , do enxaimel em Blumenau. Eu estou aqui diante de um mestre na área de arquitetura por isso eu tenho que respeitar muito, a posição do Lindner, nós dois temos uma posição incomum, onde puder se ressuscitar prédios enxaimel , verdadeiros enxaimel, é... arcabouço de madeira, com o tijolinho encravado ali no meio... maravilhoso. Mas nós não podemos fazer tudo  isso ...mas fizemos uma coisa fantástica, foi lá onde demoliram o antigo cartório Margarida...alguns se lembram na frente do grande Hotel Blumenau, é,...ali na frente saiu o edifício do Banespa!!! O edifício Banespa é show de bola. Eu sei que ele contradiz, alguns princípios dos que querem defender o enxaimel. Cuidado!!!...na Alemanha tem prédios idênticos, idênticos...idênticos. Se olhar o castelinho da Moelmann (Havan) prefeitura de Michelstadt , não sei o nome certo agora..., visitei esse prédio lá . Esse prédio ficou inacabado. A prefeitura lá é muito mais comprida, mais longa...então esse prédio inacabado, mostra uma arquitetura diferente. O que eu preciso dizer Adalberto, é o seguinte: Aqueles que não gostam desse estilo pelo menos valorizem que nós diminuímos o gabarito dos prédios na XV e na Beira Rio. Pelos menos avaliem isso. Se você pegar o prédio do Banespa, olhe o gabarito dele...e olhe o gabarito do prédio das Lojas Hering que na época era um monumento modernismo tal,tal,tal, mas aquilo me fazia mal em termo de estrutura para Blumenau, porque uma coisa tão...já tinha o edifício Brasília que era outra afronta, então se não tivessem surgidos prédios de tantos bancos, e porque bancos gente. Banco já ganhava dinheiro, hoje ganha muito mais,...enganan-se os que pensam, que no atual governo do Lula, os bancos ganhem menos. Ganham muito mais...me revolta ver os balanços, juros na estratosfera, a empresa que precisa vai sofrer,... se pegar, tomar dinheiro emprestado vai sofrer muito nas mãos deles. E eu tenho pena daqueles que entram no negativo, porque negativo é chantagem completa, é pior dos que vivem ai, emprestando dinheiro...do lado. Então o que eu queria dizer ao Adalberto é o seguinte: tal edifício eu fico na encruzilhada .."Meu Deus..."deveria ser demolido? Bah...é um patrimônio que foi construído. Eu estou entre a cruz e a espada, eu confesso para vocês que na negociação com o América, estava o seguinte; eu sou membro do América e numa assembléia nós decidimos o seguinte: saímos do prédio do América e eles nos dão uma sede na rua das Missões e façam um hotel. Ainda fazer um hotel é muito melhor do que deixar aquela porcaria inacabada lá, ... Quero dizer isso pra vocês de coração é o melhor? Não é...mas já tem outros edifícios ali...A STADTPLATZ está desfigurada ela não é mais a STADTPLATZ pura, só enxaimel. Bom...dá para corrigir tudo? Não dá.... E eu respeito a posição dos que dizem nós temos que fazer prédios modernos. Eu só não gostaria de ter aquela monstro de estrutura eu preferia ter um prédio enxaimel mais baixo, não importa que linha de enxaimel. Correio sim, aplaudo parabéns ao correio pelo novo prédio, vou estar lá na inauguração.Tamanha minha vibração..., todas essas coisas eu vibro quando ainda se procura uma releitura. O meu amigo Lindner disse respeitosamente num e-mail...Félix não tem essa coisa de releitura. Então eu aqui de coração,digo para ele, são as pequenas coisas que nós dois não concordamos, mas ele é meu amigo. Mas ele ainda me chama atenção...Félix não tem esse negócio de releitura ...achasse um nome novo...não...eu achei esse nome com um arquiteto...cuidado, Lindner com um colega teu que me disse...Félix é melhor falar em releitura do enxaimel.
Arquivo de Adalberto Day e Rádio Nereu Ramos de Blumenau - a Força do Rádio

8 comentários:

Sérgio disse...

Adalberto quero parabenizar a você pela matéria do Felix, pode se dizer que está matéria está na integra.
Homem publico como o Felix, quem vai duvidar da sua sabedoria e da força da suas palavras.
Tenho convicção, que a nossa diretória, ira dar um desfecho feliz para o Clube náutico América, concluído o edifício América e podendo respirar as glorias desta comunidade Blumenauense de peito aberto.

Sérgio da Silva.

Braga Mueller disse...

Adalberto,



Todos nós, blumenauenses, principalmente os mais velhos, amamos muito o América, para quem não sabe, o Clube Náutico América.
Meu tio Victorino Braga foi um dos seus fundadores. Nos anos 20 do século passado, uma iole foi batizada com o nome de Nahyd Braga, minha tia.Minha mãe ia aplaudir as regatas que eram disputadas remo a remo no Rio Itajaí Açú.

O Clube Náutico América deu grandes glórias a Blumenau. Éramos até campeões sul-americanos de remo. Disputávamos com o Ipiranga, da Itoupava Seca, o Cachoeira de Joinville, os clubes de Florianópolis, São Paulo, Montevidéu...
Dia de regata era dia de festa na beira do Itajaí Açú, e isto durante muitas décadas.
Depois o esporte do remo foi perdendo força e o clube começou a enfrentar dificuldades.
Por isto, quando nos anos 70 acenaram com o prédio todo mundo ficou entusiasmado.
O América cederia o terreno e teria uma sede a altura das suas tradições.

Hoje, não foi só um sonho que passou. A realidade transformou-se em pesadelo ! Um pesadelo que não termina nunca.

Quem sabe uma implosão não resolva tudo ? Esta técnica hoje é muito usada para "eliminar" pesadelos arquitetônicos que não servem mais para nada. A que ponto chegamos !

Mas o Clube Náutico América permanece em pé, graças ao denodo (e à teimosia) de uns poucos, para quem mando aqui os meus aplausos. E nenhuma implosão irá destruí-lo.

Abs
Carlos Braga Mueller
Jornalista

Charles Ringenberg disse...

Ótimo post Adalberto ! Eu também concordo que esse esqueleto monstruoso deva ser derrubado o quanto antes. Ele está justamente na porta de entrada da cidade, manchando muito a imagem da cidade para aqueles que aqui chegam pela rua Itajaí. Se for verdade o dito "a primeira impressão é a que fica", estamos com problemas.
Apenas discordo do seu ponto de vista quanto a não construir obras com estilo contemporâneo em nosso centro histórico. Acredito que ambos podem viver harmoniosamente. Construções contemporâneas vão realçar ainda mais a beleza do enxaimel original e a imponência dos casarões antigos que existem naquela região.
Parabéns pelo blog e grande abraço !

Prof. Wieland Lickfeld disse...

Caro Adalberto, os responsáveis pelo vulgo "esqueleto do América" deveriam ser obrigados por lei a indenizar a cidade por aquele detrator da paisagem. Quando o Vapor Blumenau II foi, irresponsavelmente, deixado às traças e passou a envergonhar a cidade por ser nocivo à paisagem, a Justiça exigiu que fosse removido. Por que não se aplica o mesmo princípio ao tal edifício inacabado? Entre uma promessa e outra que aparece nos jornais dando conta de que o tema está próximo a ter um desfecho, passam-se anos sem que algo aconteça. É uma vergonha para a nossa cidade! E um tremendo desrespeito à história deste setor que foi o coração da antiga Colônia. Não me parece que o "esqueleto" possa ser aproveitado com traços que lembram o enxaimel, a menos que, derrubado, dê lugar a outro projeto, nem que devamos esperar algo nesse sentido da área outrora ocupada pelo Estádio Aderbal Ramos da Silva. Que se faça algo belo, que salte aos olhos e valorize aquela paisagem, e que isso aconteça o quanto antes. Lembro que o enxaimel não predominava no Stadtplatz e na Rua XV de Novembro, a não ser nos primórdios, dos quais existem poucos registros iconográficos. Este, conforme demonstram as imagens existentes, foi desaparecendo gradativamente da paisagem central ainda antes de 1900, ficando mais restrito às ruas periféricas e às áreas rurais. Um interessante estudo sobre o tema foi feito no contexto da reurbanização da Rua XV.

Bueno disse...

LPCBueno @adalbertoday Parabéns pelo texto histórico sobre o histórico esqueleto do edificio América.

Werner disse...

Sr.Adalberto.Agradeço a oportunidade de poder lêr a mensagem, principalmente de nosso amigo particular,Felix Theis, que muito admiramos. Se houvesse vontade política, o problema do América ja se tinha resolvido ha tempos. Hotel - Centro Comercial - Turismo, tudo é viável.O local é o cartão de visita da entrada da cidade de Blumenau. Basta interligar a Rua Itajai com a beira rio. Temos tantos e tantos Engenheiros, Artquitetos e Urbanistas a disposição. Basta Querer. Não falta capacidade, criatividade nem técnica.Falta mesmo como disse "Vontade Política"
Werner Holetz

Angeline disse...

Adalberto,

Cá de longe, do Rio de Janeiro, não posso me intrometer num assunto tão blumenauense... Sinto uma 'inveja branca' ao notar que em Blumenau mais pessoas se interessam pelo tema, muito mais do que em Miracema.
Por ser hoje - 17 de agosto - o DIA NACIONAL DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, creio que sua postagem foi uma grande homenagem.

Esperamos e torcemos que a solução seja melhor para o " Stadtplatz ", que com certeza estará sendo melhor para a coletividade.

Abs,

Angeline - Miracema/Niterói-RJ


*Esse termo alemão não conhecia.

Tiago Tamanini Junior disse...

Adalberto,

Parabéns pela postagem e pelo Blog, estou tomando conhecimento de todo este vasto material apenas hoje, mas fico surpreendido por toda a pesquisa que já realizastes, parabéns mesmo! Quanto às palavras do ex-prefeito Felix Theiss, discordo do ponto de vista dele quanto a essa tendência de arquitetura pastiche que vem sendo criada em Blumenau nas últimas décadas, realçando algo que não é uma verdade arquitetônica para a cidade atualmente, o enxaimel. O legítimo enxaimel ainda é construído, mas num âmbito muito pequeno e mais comum em cidades pequenas daqui da região. Esse Enxaimoso, como gosto de descrever, é uma mentira para a cidade e principalmente para o turismo, tem apenas fins econômicos e estéticos, mas não compreende uma arquitetura de boa qualidade, concordo com o Lindner. E o prédio novo dos Correios é uma vergonha, fiquei muito decepcionado, principalmente com quem realizou o projeto arquitetônico, grandíssima falta de ética e de verdade para com os blumenauenses. E o edifício América, já é aquilo que muitos pediram: um esqueleto a ser implodido para se construir uma nova sede para o Clube Náutico América, porém tudo isso ainda em ideias, apenas ideias. O atual centro histórico de Blumenau (que em alemão é Altstadt e não Stadtplaz - este último termo designa uma praça central da cidade ou um ponto de encontro, mas não necessariamente um centro histórico) merece rigorosamente uma nova imagem, está abandonado e perigoso em constraste com a Rua XV, a Beira-Rio e a 7 de Setembro que recebem tanta atenção. Enfim, o que mais me mexe no orgulho de ser blumenauense é esse incentivo cego ao Enxaimoso, vamos fazer uma arquitetura de boa qualidade e integrar o antigo ao novo, nada de NEOENXAIMEL, nada de ornamentos e decorações fúteis, a madeira no enxaimel é estrutural, não decorativa. Abraços do Tamanini para todos que contribuem à melhoria desta cidade maravilhosa e sucesso a este Blog, quero estar mais presente nessas discussões, obrigado Adalberto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...