"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 27 de janeiro de 2008

- Os Primeiros 17 Imigrantes de Blumenau


- Olá meus amigos de Blumenau SC – e todo o Brasil. Novamente estou aqui para contar um pouco mais da história de nossa linda e encantadora cidade jardim. Já mostramos isso em várias postagens, é só conferir fazendo uma procura a direita no arquivo. Tenham todos uma bela semana, e aguardem novas e belas histórias.
História
A região de Blumenau era habitada por índios Kaigangs, Xoklengs e Botocudos, e mesmo antes da fundação da Colônia Blumenau, já havia famílias estabelecidas na região de Belchior, à margem do ribeirão Garcia e margem esquerda do Rio Itajaí-açu.Em 1850, o filósofo alemão Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau obteve do governo Provincial uma área de terras de duas léguas, para estabelecer uma colônia agrícola, com imigrantes europeus.Em 02 de setembro de 1850, (data ficou marcada a partir de 1900 como a fundação da cidade, anteriormente era comemorada a data de 28 de agosto – data que Dr. Blumenau escolheu, por ser a data da entrega dos primeiros lotes na região sul –Garcia)-dezessete colonos chegaram ao local onde hoje se ergue a cidade de Blumenau.
Observação: Na realidade os 17 primeiros imigrantes chegaram em Desterro (Florianópolis) nessa data. Em Blumenau a primeira família a chegar foram os FRIEDENREICH no dia 09 de setembro, os outros vieram aos poucos e até a pé. Mas definiu-se em 1900 que a data seria 02 de Setembro de 1850. 
Muitos outros imigrantes atravessavam o Oceano Atlântico em veleiros de companhias particulares. E assim foi crescendo o número de agricultores, povoadores e cultivadores dos lotes, medidos e demarcados ao longo dos rios e ribeirões que banhavam o território da concessão.No princípio, a Colônia era de propriedade do fundador, Dr. Blumenau. Em 1860 o Governo Imperial encampou o empreendimento e Dr. Blumenau foi mantido na direção até a elevação da colônia à categoria de Município, em 1880.Em poucos anos, Dr. Blumenau, dotado de grande energia e tenacidade, fez da colônia um dos maiores empreendimentos colonizadores da América do Sul, criando um importante centro agrícola e industrial influente na economia do país.A Lei nº 860, de 04 de fevereiro de 1880, elevou a colônia à categoria de Município. Entretanto, em outubro, uma grande enchente causou sérios prejuízos à população e à administração pública, com a destruição de pontes e estradas. Com isso, a instalação do Município só foi possível em 10 de janeiro de 1883, quando assumiu o exercício a Câmara Municipal eleita no ano anterior. Depois disso o município recebeu o título de Comarca (1886) e finalmente, em 1928, passou à categoria de Cidade.
OS PRIMEIROS IMIGRANTES

- Dr. HERMANN BRUNO OTTO BLUMENAU, nascido em 1819, em Hasselfelde/Harz;
- REINOLDO GARTNER: com 26 anos de idade, solteiro, natural de Brunsvique, sobrinho, pelo lado materno, do Dr. Blumenau;
- FRANCISCO SALLENTHIEN, com 24 anos, solteiro, lavrador, também natural de Brunsvique;
- PAULO KELLNER; 23 anos, solteiro, lavrador,igualmente de Brunsvique;
- JÚLIO RITSCHER, 22 anos, solteiro, agrimensor, natural de Hannover;
- GUILHERME FRIEDENREICH, com 27 anos de idade, alveitar, natural da Prússia, casado com;
- MINNA FRIEDENREICH, 24 anos de idade, possuindo o casal os seguintes filhos;
- CLARA, com 2 anos de idade;
- ALMA, com 9 meses;
- DANIEL PFAFFENDORFF, 26 anos de idade, solteiro, carpinteiro, natural da Saxônia;
- FREDERICO GEIER, 27 anos de idade, solteiro, marceneiro, natural de Holstein;
- FREDERICO RIEMER, 46 anos de idade, solteiro, charuteiro, natural da Prússia;
- ERICH HOFFMANN, 22 anos de idade, ferreiro, funileiro, também da Prússia;
-ANDRÉ KOLMANN, 52 anos de idade, ferreiro, igualmente da Prússia, acompanhado da esposa;
- JOANNA KOLMANN, 44 anos de idade, e das filhas;
- MARIA, 20 anos de idade, solteira;
- CRISTINA, 17 anos, também solteira, e
-ANDRÉ BOETTSCHER, com 22 anos de idade, solteiro, ferreiro, natural da Prússia.
Fonte Arquivo Histórico de Blumenau – Guia de Blumenau e Adalberto Day

7 comentários:

Maurício da Silva Junior disse...

grande Adalberto!!!
sempre trazendo coisas importantes da história de Blumenau!!!
obrigado!!!

e nem precisa retribuir nada não...

Adilson Siegel - Ticanca disse...

Agora já sei a origem e quem era o cidadão que empresta seu nome a rua onde moro; Frederico Riemer.

Luciana Deeke Sasse disse...

Pelo que sei Paul Kelnner, Julio Richter, Friedrich Geier e Andreas Boeltcher não se fixaram aqui, foram para o Rio de Janeiro.Seria possivel descrobirmos algo sobre eles e seus descendentes?
Eu lhe parabenizo pelo seu trabalho de incontestável valor para a nossa história.

Sheila Mendes disse...

Excelente iniciativa! Parabéns!
Estou a procura de meus antecedentes, sou bisneta da sra. Rose Matilde Kelner, ela veio de Colonia - Alemanha e alguns de seus primos e irmãos foram para Blumenau...
Talvez precise fazer uma viagem para ver os registros em cartório.
Obrigada.

Adalberto disse...

Sheila
Obrigado por acessar meu Blog. Não conheço essa senhora. Já é a segunda vez que vc faz comentário, e não deixa nenhum e-mail como sugere. Não costumo dar resposta por aqui. Em meu blog a direita está o meu e-mail, ´so clicar.
Abraços

episcopoepiscopo@yahoo.com.br disse...

ESte solveu o maior imbróglio da minha vida, sou bisneto de Matilde k, espiritualmente foi minha maior descoberta,muito obrigado Adalberto .

Cecilia disse...

Oi Adalberto, boa tarde

Encontrei seu blog enquanto procurava informações sobre Carl Friedenreich, que acredito ser meu tataravô. Nesse fim de ano achei um acervo de fotos antigas da família com inscrições de alguns nomes, entre eles Mathilde e Ida Friedenreich. Acredito que a Ida seja mãe de Emma, que é mãe do meu bisavô, Murilo.
Vi que você é pesquisador em Blumenau, e gostaria de saber se você sabe de alguma informação, ou de algum material ou local onde eu possa buscar documentos. Gostaria de achar os nomes de todos os filhos de Carl e Minna, e se possível, seus netos e assim por diante. Saber um pouco mais da história da familia.

De qualquer maneira parabéns pelo blog e obrigada pela informação que compartilhou por lá, é uma preciosidade.

Atenciosamente,
Cecilia, de São Paulo.

--
Cecilia Ungaretti

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...