"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

- "Camisa confeccionada pela Cia. Hering em 1955, vai para o museu”

Museu Hering
Minha contribuição ao Museu Hering, uma camisa do Antigo Amazonas Esporte Clube do Bairro Garcia em Blumenau. A raridade é de 1955, e nunca foi utilizada por ser de numeração pequena. A camisa foi entregue no dia 14 de dezembro de 2011.
Sua importância se acentua por ter sido confeccionada na Cia. Hering.
Camisa do Amazonas
Ato da entrega Mariana Girardi e Adalberto

Mariana Luiza de Oliveira, Mariana Girardi Barbosa Silva, Adalberto, Hanelore Sandner Campregher

O Amazonas EC, foi do bairro do Garcia, fundado em 19 de setembro de 1919, mas que de fato era mais antigo - existia desde 1911, muito conhecido pelo nome de "Jogadores do Garcia".
O clube Alvi – Celeste - ou anilado como era conhecido o Amazonas, fundado por empregados da Empresa Industrial Garcia ,já praticavam o futebol desde o inicio do século XX, era o time proletário do bairro Garcia, teve como primeiro estádio por alguns meses, onde hoje é o batalhão do exercito. Depois se transferiu para as proximidades da Rua Ipiranga (conhecida como Rua Mirador), por quase cinco anos, posteriormente por alguns meses, na rua Progresso próximo a Artex, onde existia um bar conhecido como Bar do Iko, e, finalmente, em 1926, mudou-se para o definitivo local, próximo a Empresa Garcia, até ser aterrado pela Artex, em 1974.
Para saber mais acesse:

Para marcar as comemorações da passagem dos 130 anos da Cia. Hering, muitas ações serão realizadas. A principal delas foi a criação do Museu Hering (inaugurado em 22/novembro/2010), que resgatará história da companhia, cuja história está ligada ao desenvolvimento industrial do país. O espaço criado em um imóvel tombado como patrimônio histórico do estado de SC. A casa, construída em enxaimel, tradicional técnica arquitetônica de influência alemã, tem 435m2 e fica na entrada da sede da empresa em Blumenau.
O museu foi aberto ao público no dia 30 de novembro de 2010.

Mapa do Circuito
O Museu Hering destina-se a preservação e comunicação do acervo constituído por maquinaria, documentos, fotografias, amostras, peças publicitárias, indumentárias, edificações e outros objetos musicológicos originários da Cia. Hering. Tem como objetivos construir a idéia de patrimônio industrial, conhecer e analisar a história da indústria, conhecer e analisar a história da indústria têxtil no Vale do Itajaí e Blumenau e refletir sobre moda, hábitos e costumes e empreendedorismo.
O Museu Hering propõe como linhas de pesquisa o Empreendedorismo, memória do Operário e História Social do Trabalho, História da Industrialização. Fabricação da malha no Brasil, História e uso da Camiseta, Desing e moda, Publicidade e Propaganda. Dessa forma, permite abordagens de diversas áreas como Economia e Administração, Engenharia, Arquitetura, História, Antropologia, Sociologia e outras.

Tempo ao tempo
“De tempo ao tempo” era a resposta dada por Hermann Hering às adversidades encontradas para a constituição da empresa criada por ele e seu irmão Bruno Hering em Blumenau em 1880. Tempo ao tempo é a exposição de longa duração que inaugura o museu Hering no 130º ano de existência da empresa.
O objetivo da exposição é informar sobre o potencial museológico do patrimônio industrial preservado.

Sala 1
Blumenau na segunda metade do século XIX até a década de 1920: o contexto de surgimento das primeiras indústrias Historia e trajetória da Cia. Hering.
Multimídia sobre Blumenau, fotografias, objetos e sonorização com trechos de cartas e depoimentos compõem este setor da exposição que apresenta, em linhas gerais, aspectos da trajetória da Cia. Hering desde sua fundação em 1880.

Sala 2
A contribuição dos funcionários: protagonistas de uma grande cena.
Multimídia com depoimentos de funcionários e ex-funcionários, como forma de demonstrar a participação dos mesmos no processo industrial no contexto assinalado.
A Preservação do patrimônio Cultural: o acervo do museu Hering – bens móveis, imóveis e natural.
Objetos museológicos que compõem o acervo do Museu, tais como máquinas de costura, estampas, amostras de malhas e cartelas de cores, peças publicitárias, etiquetas, itens da coleção Câncer de Mama no alvo da moda, edificações históricas e o Vale do Bom Retiro, patrimônio ambiental preservado.

Sala 3
• As coleções, tendências e costumes.
• Multimídia com projeção de fotografias de catálogos de coleções de vestuário. Imagens da década de 1970 até a atualidade para traçar uma evolução do modo de vestir.
• Criatividade na moda: estamparias
A criatividade por meio da criação de estampas é o tema deste multimídia. Projeções em grande escala com diversos padrões das estampas de diferentes épocas.
• A produção da moda
Multimídia com as diversas etapas da cadeia produtiva de moda, desde o desenvolvimento das coleções, sua produção até a comercialização nas lojas.
• Intimidade
Interatividade para apresentação da transformação da roupa intima de crianças e adultos. Fotografias de diversas coleções de moda intima, desde a década de 1970, destacando que a moda alcança a intimidade de qualquer pessoa de qualquer idade.

Sala 4
Espaço lúdico para crianças, jovens e adultos exercitarem a criatividade com a moda. Jogos interativos, programas de criação de estampas, mesa para customização de peças são algumas das possibilidades de lazer criativo.
A cultura das campanhas publicitárias: vídeo com campanhas publicitárias de lazer criativo.
De brinde recebi uma camiseta Hering, pelas mãos de Hanelore - oferecida pela gerente Amélia Malheiros
A cultura das campanhas publicitárias: vídeo com campanhas publicitárias veiculadas a partir da década de 1970.

Horário de Funcionamento:
De terça a Sexta 9 às 18 horas
Sábados, Domingos e Feriados, das 10 às 16 horas.
Visitas para grupos (escolares e outros) devem ser agendadas com antecedência.
Serviços:
• Exposição de longa duração Tempo ao Tempo;
• * Visitas orientadas por educadores;
• Atendimento a grupos de estudantes e outros (com prévio agendamento);
• Atendimento a pesquisadores.

Museu Hering
Rua: Hermann Hering 1790 – Bom Retiro
CEP 89010-900 – Blumenau – Santa Catarina
Fone: (47) 3321-3340

Acesse:
Museu Hering
Hering
- Cia.Hering: 130 anos de história
Arquivo de Dalva e Adalberto Day

13 comentários:

Adrian Marchi disse...

Caro amigo,
O Museu Hering preserva um pouco da história da cidade de Blumenau e região.

Com todas as dificuldades imagináveis (e aquelas que nem imaginamos) poder apreciar a garra e o empreendedorismo há mais de 130 anos nos faz pensar: o que fazem esses jovens de hoje em dia, que não possuem a mesma garra e vontade de realizar?

Quem me dera poder ver a "moçada" de hoje em dia engajada e com vontade de empreender como nos velhos tempos...

Rodrigo disse...

Parabém seu Adalberto, sua contribuição ao Museu Hering de Blumenau, faz com que a história de permaneça viva para seus conterrâneos e as pessoas que aí passaram para levar as raízes da cultura desta terra em suas lembranças.

Um Grande abraço e mais uma vez “parabéns”.

De seu genro.

Rodrigo...

Urda A. Klueger disse...

Parabéns, Adalberto!
Urda

Mariana Girardi - Museu Hering disse...

Boa tarde Adalberto! Foi com muita satisfação que recebemos a doação de uma camiseta sua e também que contamos com sua visita ao Museu. Com doações deste porte iremos garantir que nosso acervo possa ser incrementado e que possa ter elementos para um estudo cada vez mais aprofundado da história da empresa e da família Hering. Obrigada por sua contribuição no blog. Agora você também faz parte de dessa história!
Um abraço Mariana Girardi Barbosa Silva - Coordenadora da equipe Museu Hering

Osmar Hinkeldey disse...

Parabéns Adalberto

gesto de grandeza de um blumenauense para com a cultura histórica !

abraço

Rubens Heusi disse...

É assim quye se faz a historia e V.amigo Day,sempre a postos!

Eurides Antunes disse...

Olá,
tem camisa para um torcedor amazonense residente em Florianópolis?
o tamanho é G. Florianópolis, SC

abraço e parabéns pela matéria.

Amélia Malheiros disse...

Bom dia Adaberto!

MUITO obrigada por seu um guardião da memória e da cultura da nossa Blumenau. Temos muito que preservar e conhecer do passado para projetar um futuro melhor. Obrigada por seu apoio e vamos esperar sua visita mais vezes no MUSEU HERING. Grande Abraço!
Amélia Malheiros

Tatiana disse...

Uma história preservada do pionerismo blumenauense.
Motivo de orgulho e digna de reconhecimento.
Parabéns, Adalberto

Nilton Zuqui disse...

Grande Adalberto.
Quando vejo vc. vestindo uma camisa do Flamengo, sabendo que seu coração é Vascaíno, tenho sempre a certeza de que vc. é um grande apreciador dos grandes talentos do futebol, seja qual for a Agremiação, fico feliz em saber que são poucos em SC. Que tem uma camisa com o autógrafo do Grande Zico, e vc. é um deles. Parabéns por ter colaborado com o museu da Hering, Amazonas grande Clube. Saudades....

Att.
Zuqui.

ernesto d werner -werniha disse...

parabens pela atitude doando a camisa do nosso azulao para o museu da princiapal empresa textil do mundo

Ricardo disse...

Adalberto Day poxa que legal, nunca tinha visto está camisa do Amazonas, está de parabéns pela raridade e pela contribuição. Bem legal mesmo, e do olímpico ou do Palmeiras você tem?
Ricardo Cunha

Valdir Salvador disse...

Amigo Adalberto hoje eu vou extravasar um pouco, pois o personagem é muito importante peço perdão pelos meus erros, mas não me envergonho de participar, Felizes os anos de administração pelo grande batalhador e vencedor Osmênio Pfau. (Sinto arrepios só de lembrar a grande Figura) as características da grande Empresa H.M esta escrita no e-mail, Para falar do Senhor Osmênio Pfau, deveriam estar aqui os grandes autoridades como: o Coronel Milton Machado Vieira se não me engano o nome o popular Jacaré que era citado por seus pracinhas no bom sentido, os dois prefeitos que sempre eu os considerei muito o saudoso Hercílio Deeke, e o Sr. Renato Vianna e o nosso famoso frei Braz, que quando ele ia tirar prenda para festa na H.M ele dizia ao Sr. Pfau o vigário ficou lá fora o vigarista entrou e fazia seu pedido, e muitos outros poderiam falar e deverão mas eu como cidadão Blumenauense, e funcionário que fui por 8 anos, ficando ver e a ouvir as dicas de como me tornar um grande vendedor que graças a Deus me considero graças ao Sr Pfau, fato curioso até nas reuniões ele pedia que cada um vendedor fizesse uma explanação, por que para aprender a falar em publico graças a ele hoje eu sou um papagaio, quando chegava esta data o Natal era lindo de ver em seu rosto aquele sorriso de alegria para enfeitar a cidade com o arco de natal em frente a loja e fazer o desfile para alegrar as crianças que prazer ele sentia pois só eu sei quanto ele adorava ver as crianças felizes pois fez ate uma brinquedolândia, nos desfiles saia eu a pular e brincar sobre seu comando que pedia Valdir faça as crianças felizes, depois do natal quando o papai Noel principal que era o Sergio Qeuirolo, ia de volta para Curitiba lá ia eu a pedido do grande mestre se vestir de Papai Noel H.M pensa que eu não sinto-me importante por isto? O Sr Pfau tinha tanto amor por e confiança que me pedia ate para fazer a vez de Baba de seus filhos quando era preciso, ai eu fui conhecer sua esposa que bom rapazes e meninas saber que vocês tinham uma Mãe tão querida ela era baixinha e pequena, mas vocês podem ter prazer em saber que nos menores frascos vem os melhores perfumes, seus filhos não gosto nem de lembrar quantos momento de prazer e alegrias, quando eles vinham a loja tratavam os funcionários como se fosse da familia com todo respeito e educação ,para terminar digo mais uma das qualidades do Sr Pfau era o prazer de fazer o bem a todos nos momentos ruis como das enchentes de Blumenau, funcionários e a população eram atendidos com viaturas para socorro o deposito para mudança com a autorização de Curitiba naturalmente que ele conseguia. Adalberto é impossível continuar, pois são muitos os detalhes, quero parabenizar a sua grande familia vamos ver: Marilena grande Luiz Henrique, a fofinha da Regina que de tanto admirá-la coloquei o nome de minha filha de Regina, e o famoso da publicidade de Blumenau Zé Pfau como eu o batizei. Zé uma coisa você e teus Irmãos pode ter prazer é que em Roma teve o grande Cesar e nos aqui tivemos o grande Osmênio Pfau. Abraços e beijos a todos e tenham um Feliz Ano de 2012. São os votos da Familia de Valdir Salvador

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...