"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

- Saudosa Indaial

Recebi do amigo Fernando Pasold de Indaial, um livro produzido por ele , participação de seu pai Beno Pasold e Alfredo Nagel, com fotos exclusivas da cidade, desde seus primórdios.
A capa aqui apresentada, Arte : Andressa Sachetti com reprodução da pintura original.
Acervo de Carl Heinzlueders

Uma viagem pelo tempo
O livro como citamos, é uma coletânea de fotos antigas de toda a bela Indaial. Mas aqui estamos apresentando sobre a E.F.S.C. Estrada de Ferro Santa Catarina que interligava a cidade de Blumenau até Indaial conforme histórico.
Foto 1908 - Locomotiva "Macuca" acervo :FIC
A Locomotiva "Macuca" fazendo transporte do pessoal de obras da ponte da estrada de ferro para ser construída no Encano.
A pequena locomotiva chegou ao porto de Itajaí em 1907 e posteriormente foi transferida por via fluvial para Blumenau até o porto de Itoupava Seca. Foi de grande importância na construção dos primeiros quilômetros da Ferrovia Santa Catarina, pois puxava a composição que transportava os trilhos para o avanço do leito ferroviário.
Era assim chamada em virtude do nome de um pássaro local (Macuco). Hoje se encontra exposta em frente à prefeitura de Blumenau.
Foto1909 - Inauguração da Estação do Warnow
Estação de Warnow da Estrada de Ferro Santa Catarina, no dia da inauguração do trecho - Blumenau-Warnow em 03 de maio de 1909. A Locomotiva saiu de Blumenau sob festivos apitos e ornamentada com palmas, flores, bandeiras, e escudos do Brasil e da Alemanha. Os convidados e a população lotaram os três vagões de passageiros originais da composição e também vários carros abertos, adaptados com cadeiras e bancos.
Depois de passar por Salto Weissbach, Passo Manso, Encano e Indaial, o trem foi recebido em Warnow com festa.

Sobre este trabalho
Era uma vez... três amigos que resolveram fazer um inventário das mais significativas fotos de Indaial antiga, aquela que nossos antepassados nos legaram com muito labor. e porque não dizer, com irretocavel dose de amor. Esses três amigos viram a necessidade de resgatar esse autentico patrimônio histórico, que acabou se transformando num álbum de fotografias de valor inestimável. Atingiram, com isso, a oportunidade de ter, num só ambiente de pesquisa, uma seleção de fotografias que retratam a História Indaialense.
Mas o trabalho não foi fácil......[....]...Hoje os amigos  Alfredo Nagel - Beno Pasold - Fernando Pasold (foto) sentem-se realizados nessa empreitada, e certos de que colocaram os seus tijolos na construção desse legado que ficará para as gerações futuras: ....[....}
_____________________________

História
"O primeiro trecho inaugurado em 1909 ligava Blumenau ao Warnow, em Indaial. A possibilidade de percorrer o trajeto a 30 km/h, era fundamental,e mostrava uma nova era pois o transporte mais popular era a carroça na época . Dos 184 quilômetros que a ferrovia já abrangeu, o trem hoje funciona apenas no trecho de Rio do Sul – Ficaram apenas lembranças vivas dos ruídos, a fumaça e o ranger dos trilhos".
A estação de Blumenau, a original, foi inaugurada com a linha, em 03 de maio de 1909 (demolida a partir de setembro de 1974), em estilo (Técnica) enxaimel. Em 1.904, o Governo Estadual concedeu autorização a Companhia Colonizadora Hanseática para a construção e exploração de uma via férrea ao longo do Vale. O primeiro trecho, com 30 quilômetros de extensão, entre Blumenau e Warnow, hoje Indaial, foi inaugurado em 3 de maio de 1.909. Em junho do mesmo ano, o leito chegou em Ascurra; e, em outubro em Hansa, atual Ibirama. A Estrada de Ferro Santa Catarina foi a primeira obra da época, realmente planejada na região do Vale do Itajaí. Seu leito foi construído em uma altitude especial, visando a proteção contra as cheias já registradas pelos primeiros colonizadores. Foi desativada em 1954, com a extensão da linha até Itajaí, quando se construiu uma nova estação. Chegou a funcionar por algum tempo juntamente com a nova estação, como pátio de manobras e estação de cargas.
Em 1954, quando o trecho finalmente foi inaugurado, a linha velha permaneceu por uns anos. Normalmente as locomotivas usavam a linha velha para fazer a limpeza da caldeira (jato de vapor) numa ponte que existia perto da velha estação. Mas, isto durou uns anos e depois a linha foi erradicada. A estação velha a partir de 1954, passou a abrigar apenas o escritório da ferrovia, a diretoria, por exemplo, por ser área central da cidade, e assim ficou até a desativação em 13 de março 1971.
______________
Arquivo de comunidade Indaialense /Adalberto Day

2 comentários:

Maurício da Silva Junior disse...

Na semana passada vi uma matéria na internet sobre o lançamento desse livro... E você já tem uma cópia dele!

É nisso que dá ser amigo do autor... Sabes onde tem para vender?

LEANDRO disse...

Parabéns pelo trabalho professor Adalberto, seu blog expõe de forma clara e objetiva os fatos histórico. Tenho um blog de História também se quiser dar uma olhada é esse o endereço:

http://www.construindohistoriahoje.blogspot.com/

Seja benvindo para comentar.
Leandro CHH

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...