"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

- Barco Blumenau II

A fotografia mostra o Vapor (Barco não é vapor) Turismo Blumenau II, imagem que fez parte do “Calendário de Blumenau 1988”. No dia 24 de setembro de 1972, a embarcação sangra as águas do Rio Itajaí Açu pela primeira vez. (Imagem: arquivo pessoal de José Geraldo R. Pfau e Adalberto Day)
Publicado no Jornal de Santa Catarina – 28/07/2010 coluna ALMANAQUE DO VALE
Em 2002, abandonado o Vapor Blumenau II afunda em Ilhota.
-------------
Foto postado na Coluna Almanaque do Vale do Santa em 09/julho/2011
Imagem batida em 15/08/1986 por Rogério Pires.

Foto publicada na coluna Almanaque do Vale do Jornal de SC. dia 11/02/2011
Essas fotos e foram tiradas em 1989 nas margens do rio Itajaí-Açu, na época minha mãe trabalhava no restaurante do barco....e nós aproveitávamos
para passear de vez enquanto nos finais de semana.
Na primeira foto está quase toda minha família, só faltou meu pai, a foto é pequena, mas sou a segunda da esquerda para a direita :) e a segunda está minha mãe, minha avó materna e meu irmão.
Colaboração Shaiane Alves da Silva.

--------

Esperamos que o mesmo não aconteça com o Vapor Blumenau (1895-1959) data em que navegou pelo Rio Itajaí Açu - ou seja: uma enchente, ou mesmo o abandono que se encontra, e o descaso do poder público, venhamos a perder este patrimônio de nossa cidade.
_________________________________

As imagens que apresentamos a seguir são do "Calendário de Blumenau 1988" da PMB no governo do prefeito Dalto dos Reis (1983/1988).
_________________________________
Acesse: Arte de José Geraldo Reis Pfau  - miniaturas feitas com peças de relógios
http://www.pfau.com.br/artepfau/
As fotos foram enviadas por José Geraldo Reis Pfau/Publicitário em Blumenau

2 comentários:

Prof. Wieland Lickfeld disse...

Caro Adalberto, em 2001 encontrei, num sebo de Blumenau, um livro escrito em língua alemã com o curioso título de "Saudade". Fora escrito na década de 1950 por Gustav Faber, que parecia conhecer bem o Brasil. Em Blumenau ao se deparar com o o movimento das canoas e barcos no Itajaí-Açu, alude ao famoso rio da pátria de Goethe: "Blumenau, esta pequena cidade junto ao Reno - perdão: ao Reno brasileiro, o Itajaí, ...". Felizmente Faber não teve o desgosto de conhecer o ocaso do Vapor Blumenau II. Há cerca de 10 anos, ao ser perguntado por um jornalista do Santa sobre os planos para o barco, uma pessoa ligada ao(s) seu(s) proprietário(s) respondeu que ele seria restaurado, que estavam apenas aguardando o retorno dos turistas a Blumenau. Não ficou claro na reportagem se a resposta foi irônica ou se demonstrou a completa ignorância do entrevistado quanto à lógica do mercado. Fato é que, tempos depois, a Justiça sabiamente obrigou a remoção do barco porque este prejudicava a paisagem. Oxalá fizessem o mesmo com o "esqueleto do América". Quem pagará a blumenauenses e turistas a redução da qualidade de vida causada por aquele detrator da paisagem? Um grande abraço, Wieland Lickfeld

Christiano disse...

Caro mestre.....todos os dias ouço o programa show de bola e fico muito atento quando ouço o amigo se permite....amigo. falar
pois logo sabemos que grandes coisas serão faladas no momento,admiro muito seu trabalho e hoje soube porque o Sr é uma
pessoa tão sabia pois se preparou muito e li no seu blog sobre sua vida.
Acho que o Sr tem o perfil muito igual a uma pessoa muito importante que conheci e que o Sr com certeza conhece pois
viveu aí no progresso que se chama OSMAR LACHWITZ...empresário culto e principalmente muito HUMANO empreededor familia, por isso o Sr lembra muito Ele pela simplicidade.
Porque sitei o caso do Sr Osmar pela simplicidade e administra uma empresa onde trabalhei quase 4 anos com os filhos,o exemplo é o título do seu imaill pois o Sr já nos passa que se um dia o mestre falte por qualquer motivo,já está deixando um sucessor com certeza.
Um dia desses quero ter o prazer de conhece-lo pessoalmente,e obrigado por essas historias que o Sr trás a nós todos,muito rica
pois a História de nossa cidade e principalmente do GARCIA é muito mais rica ainda.
Tenho idade para ser seu filho 38 anos moro no bairro da velha a 9 anos mais me criei no garcia,meu pai teve uma tipografia por mais
de 18anos na frente do quartel ao lado do antigo mercado 25.
Seu Adalberto me dispeço com grande prazer e pedirei ao PAPAI DO CÉU qua lhe dê muita saúde para que nos encha sempre desse conhecimento rico que o sr nos passa.
Grande abraço CHRISTIANO SENS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...