"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

- JASC 2010 – 50 anos de fundação

Acompanhe abaixo  dados e estatísticas dos JASC
desde sua implantação em 1960
O JASC – O ano de  (2010) foi comemorado cinquenta anos de fundação ou de sua primeira edição em 1960 na cidade de Brusque.
A 50ª edição dos JASC foi disputado na cidade de Brusque de 09 a 18 de setembro /2010
A cidade campeã foi Florianópolis. 

Na abertura Zico, o galinho de Quintino, maior jogador da história do Flamengo
Consegui um autógrafo do Galinho com dedicatória. "Ao Beto com Abraço Zico"

Imagens cedidas pelo Radialista Amauri Pereira
Observações
Em 1983 não foram realizados os JASC, devido a grande enchente que assolou toda região do Vale do Itajái.
Os jogos Abertos de 2008, teve seu início, mas foi cancelado devido a tragédia ocorrida em novembro de 2008 em toda região.
Brusque e sua História:
Localizado no Vale do Itajaí, Brusque foi fundada em 4 de agosto de l860, quando 55 colonos alemães provenientes do Grão Ducado de Baden, sul da Alemanha, chegaram a Vicente Só. Era fundada então a "Colônia Itajahy" , que posteriormente, passou a denominar-se Brusque , sendo instalada por Maximilian Von Schnéeburg, seu primeiro diretor.
Ainda em l860 chegaram mais três grupos de colonos.
Nos anos seguintes, a corrente imigratória incluía somente alemães. Vieram também colonos de outras nacionalidades, principalmente os italianos, em l875. Em l889 chegou um pequeno grupo de poloneses, originários de Lodz que, não possuindo inclinação para a lavoura , iniciaram a era da tecelagem em modesta indústria artesanal doméstica, que se tornou base da notável indústria têxtil do Brasil de hoje.
Em 23 de março de l88l (pela Lei Provincial nº 920), a Colônia Itajahy tornava-se município com a denominação de São Luiz Gonzaga. Somente em 17 de fevereiro de 1890 (pelo decreto nº 77) , passava a denominar-se definitivamente Brusque, em homenagem a Francisco Carlos de Araújo Brusque, presidente da Província de Santa Catarina na época da fundação da colônia.
Brusque é o berço da Fiação catarinense .
_________________________
Artigo Jornal de Santa Catarina 04/agosto/2010
{...} Em 4 de agosto de 1860, 55 alemães liderados pelo barão austríaco a serviço da Casa Imperial brasileira Maximilian von Schneéburg instalaram a colônia Itajahy, transmudada na Brusque de cada um de nós. No sesquicentenário de instalação do núcleo precursor de nossa cidade, a lembrança das famílias que vieram em pequenas embarcações, pelo Rio Itajaí-Mirim, e atracaram num pequeno porto, nas imediações da Praça Vicente Só.
Apesar das dificuldades, a disposição para a construção de um novo lar na nova terra, alicerçada em valores comunitários e cristãos, impulsionou os pioneiros. Preocupado com a hegemonia alemã na região, o império implementou uma colônia ianque na região, a colônia Príncipe Dom Pedro, em 1867. Após desilusões e conflitos, os imigrantes de língua inglesa abandonaram a região e ocorreu a unificação administrativa das colônias que viriam a formar a Freguesia de São Luiz.
Cerca de 10 mil imigrantes italianos foram introduzidos a partir de 1875, dentre os quais uma menina hoje conhecida por Santa Madre Paulina. Mantendo a denominação São Luiz Gonzaga, foi criado o Município em 1881. A denominação Brusque foi adotada em 17 de janeiro de 1890, homenagem póstuma ao conselheiro imperial Francisco de Araújo Brusque, cujos despojos conduzimos de Pelotas para nossa cidade há 12 anos. Os tecelões chegados a partir de 1889, da Polônia, contribuíram decisivamente para a instalação da indústria têxtil em Brusque, em 1892. Com a publicação do Brusquer Zeitung, a região passou a ter seu jornal a partir de 1912. No ano seguinte, a energia elétrica e a fundação do Sport Club Brusquense, clube pioneiro do futebol catarinense.
Orgulha-nos ser o berço da fiação e do futebol catarinense, a gênese dos Jogos Abertos, do voto eletrônico e da mais antiga Sociedade de Atiradores, o Schützenverein, em funcionamento no Brasil. Na comemoração do sesquicentenário, está latente em Brusque a consciência de que há raízes a serem preservadas.
PAULO VENDELINO KONS /Historiador

Observação: Blumenau foi campeão em 24 edições seguidas: 1967/1982 (1983 não foi realizado) 1984/1991.

Blumenau e os JASC
Blumenau mais uma vez, é favorita ao título-geral.
Jogos abertos de 1962 em Blumenau – Estádio do Amazonas   (foto) preparado exclusivamente para esses jogos, após ser destruído totalmente na enxurrada violenta de 31/outubro de 1961.
Em 1962 foi realizado pela primeira vez os JASC em Blumenau, e um dos locais das competições era o magnífico Estádio do Amazonas do Bairro Garcia. Ainda garotinho pude acompanhar principalmente as modalidades de Atletismo e Ciclismo. Recordo-me muito bem do Waldemar Thiago, da família Boos e Dias do Amazonas, Belz e do próprio Thiago pelo Olímpico e tantos outros extraordinários atletas.
Blumenau sempre teve grandes atletas em todas as modalidades. Quero aqui destacar o nome de Waldemar Thiago de Souza (foto), como atleta símbolo. A história de Waldemar Thiago de Souza confunde-se com a do atletismo catarinense. Nascido em 1926, na localidade de Espinheiro (Ilhota), veio para Blumenau ainda jovem. Durante décadas foi o quase que imbatível atleta fundista de 5 mil e 10 mil metros. Representou Santa Catarina pelo Brasil, levando o nome de Blumenau além-fronteiras na década de 40. Um derrame tirou Waldemar Thiago das pistas, mas não freou o crescimento da semente por ele plantada. Faleceu no dia 17 de março de 2007, aos 81 anos.
Os Jogos Abertos de Santa Catarina foram criados em Brusque pelo desportista e empresário brusquense Arthur Schlösser (foto) e tiveram sua primeira realização em Brusque no período de 7 a 12 de agosto de 1960. Em 1956 Arthur Schlösser esteve em São Paulo colhendo informações e inteirando-se dos Jogos Abertos do Interior, que são realizados anualmente no estado de São Paulo, com a finalidade de criar em Santa Catarina uma competição semelhante. Em 1957, 1958 e 1959 Arthur Schlösser custeou parte da ida das equipes da Sociedade Esportiva Bandeirante de Brusque aos Jogos Abertos do Interior, nas cidades paulistas de São Carlos, Piracicaba e Santo André, afim de obter mais subsídios para que tivesse reais condições de criar os Jogos Abertos de Santa Catarina.
Na cidade de São Carlos em 1957 os dirigentes brusquenses mantiveram na Comissão Central Organizadora contato com Baby Barioni que fundou no ano de 1936 na cidade paulista de Monte Alto os Jogos Abertos do Interior.
Neste encontro os dirigentes brusquenses expressaram a Baby Barioni que na cidade de Brusque Arthur Schlösser pretendia realizar uma competição nos moldes dos Jogos Abertos do Interior. Além de fornecer regulamento, formulários e material, Baby Barioni nos solicitou que incentivássemos e auxiliássemos Arthur Schlösser a criar os Jogos Abertos em Santa Catarina. Desde 1957 Arthur Schösser Vinha mantendo entendimentos e reuniões com desportistas e autoridades brusquenses para a fundação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, incluindo sua primeira disputa no ano de 1960 como parte integrante oficial das comemorações do Centenário de Brusque. Em 1958, 1959 e até o início dos primeiros JASC, as reuniões comandadas por Arthur Schlösser - eleito Presidente da CCO - Comissão Central Organizadora - foram sendo realizadas regularmente, inicialmente no escritório de Arthur Schlösser, depois na S.E. Bandeirante, e por fim na sede da CCO no 1º andar do Edifício Centenário no centro de Brusque. O grande mérito de Arthur Schlösser não ficou tão somente na criação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, mas sim na sua dedicação e consideráveis gastos para que a competição não sofresse solução de continuidade. QUEM FOI ARTHUR SCHLÖSSERArthur Schlösser, "Pai dos Jogos Abertos de Santa Catarina" nasceu em Brusque em 26-5-1916 e faleceu em 28/10/1969. Casou com Regina Scheidemantel, e teve os filhos Roberto (já falecido) e Elisa. Foi Presidente da Sociedade Esportiva Bandeirante - onde foram realizados em 1960 os primeiros Jogos Abertos de Santa Catarina, e sempre participou de sua Diretoria e Conselho Deliberativo. Arthur Schlösser jogou futebol no Sport Club Brusquense, depois Clube Atlético Carlos Renaux. Foi atleta da S.E. Bandeirante de Brusque nas modalidades de ginástica, punhobol, tênis, voleibol e basquetebol. Participou da criação e incentivou o intercâmbio com Clubes de São Paulo, Joinville e Blumenau através da S.E. Bandeirante.
Foto: Valdir Appel
O Ginásio de Esportes da S.E. Bandeirante, inaugurado por ocasião dos VI Jogos Abertos de Santa Catarina realizados em 1965 em Brusque, foi iniciativa de Arthur Schlosser que destinou substancial auxílio para sua construção, não tendo Arthur aceitado que fosse colocado o seu nome ao Ginásio de Esportes, conforme era desejo da Diretoria e do Conselho Deliberativo da S.E. Bandeirante. Arthur Schlosser Foi Presidente do Rotary Clube de Brusque na gestão 1955/1956, sendo formado em fiação tecelagem, iniciando em 1-10-1941 suas atividades na Cia. Industrial Schlosser, onde chegou a ocupar o cargo de Superintendente.
Para saber mais:
http://fmdblu.blogspot.com/
http://www.jasc2009.com.br/
Arquivo de Adalberto Day

12 comentários:

Rogério Neri disse...

Olá Beto, lendo este texto e vendo estas fotos, principalmente a do Glorioso Amazonas, vale lembrar que meu Pai Neri Felipe de Souza, arremessador de disco e martelo participou de várias edições dos JASC, inclusive a edição realizada no Amazonas quando ficou em quarto lugar no martelo. Por problemas de contusão e socorrido pelo não menos Saudoso Paulo de Luca quase amealhou uma medalha.
Rogério Neri

Claus Jensen disse...

Infelizmente não foi em Blumenau, que se acendeu a primeira chama da história dos jogos abertos em SC. Mas foi aqui que o ouro, prata e bronze mais vezes brilharam.

Tão bela quanto a trajetória de nossa cidade, é dos personagens que tornaram possível os JASC, a começar por Brusque.

Mais uma vez, saio de seu blog, com uma peça de quebra cabeças colocada, que só seu resgate histórico nos permite apreciar por total.

Abs, Claus.

Valdir Appel disse...

Beto,
Me apossei do post e publiquei no meu blog o tei belíssimo post sobre os jogos. Estarei nas arquibancadas logo mais, lembrando de 1960.
Grande abraço,
Valdir

Professor Josimar disse...

Professor Adalberto, muito bom acompanhar seu blog, sempre com postagens diferenciadas. Abraço.

Prof. Wieland Lickfeld disse...

Caro Adalberto, raros são os eventos de tão longa duração como o são os JASC. E é assim porque Arthur Schlösser, o pai dos JASC, foi, desde o início, muito bem assessorado por ilustres amantes do esporte que compuseram a primeira Comissão Organizadora. Injustamente esquecidos por muitos que se dedicam à memória dos JASC, merecem eles todo o nosso reconhecimento, portadores que são da Comenda do Mérito Desportivo outorgada pelo Conselho Estadual de Esporte: Bruno Appel, Rubens Lange, Rubens Facchini, meu amicíssimo Rudy José Nodari, e talvez ainda outros. Grande abraço!

Beto Tillmann disse...

Prezado Beto,

Como sempre parabéns pelo "post". Os JASC estão na história da minha família, pois meu pai, o "veio" Antônio e minha irmã, Vera Lúcia, participaram de edições dos JASC, inclusive ganhando medalhas, o pai em Salto em altura.
Um grande abraço e continua com o teu trabalho.
Beto Tillmann

Cris disse...

rovedacris @adalbertoday parabéns, seu blog cada dia mais informativo, um excelente espaço para pesquisas.

Anônimo disse...

Olá Professor Adalberto... eu acredito que vc nem deva lembrar de mim, estudei no Jose Mauricio e tive o prazer de te-lo como nosso mestre de história. Mto feliz pelo seu sucesso no blog e pelas informaçoes. Um grande abraço, Edna

Zico disse...

Adalberto
Foi um prazer conhecer sua filha lá no Ataliba,um restaurante ótimo por sinal.
A abertura dos jogos foi linda e gostaria muito que meu Rio de Janeiro tivesse um evento como o JASC.E uma grande oportunidade aos jovens de quem sabe um dia se tornarem medalhistas olímpicos.
Abs Zico
----- Original Message -----
From: Adalberto Day
To: Arthur A Coimbra - ZICO
Sent: Thursday, September 09, 2010 5:31 PM
Subject: JASC

Cao Zone disse...

Prezado Adalberto, todos os louros possível ao "seu" Arthur claro, mas agora uma espécio de "pai adotivo" dos JASC é o Rubens Fachini. Abraços, Cao

Cao Zone
caozone@uol.com.br

Anônimo disse...

Esse autografo do Zico é sensacional, parabens mais uma vez, guarde muito bem guardado Beto, abração do Paulo Parijós

Anônimo disse...

Hi, very interesting post, greetings from Greece!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...