"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

- Festa Pomerana




- Criada para comemorar o aniversário de emancipação do município de Pomerode, que em 21 janeiro de 2009 completou 50 anos de emancipação política de Blumenau , a Festa Pomerana é, antes de tudo, uma festa do povo pomerodense.

A festa Pomerana de Pomerode-SC, teve sua primeira edição Janeiro de 1984, em neste mesmo ano no mês de Outubro, tiveram inicio a maioria dos eventos típicos da região. Na primeira edição, somente num pavilhão de esportes, que foi dividido com um pequeno palco para os músicos, uma pequena pista de danças, e o local para servir chopp e refigerantes e ainda sobrou espaço para exposições das fábricas e comerciantes. O inicio foi pequeno, e como as festa em Blumenau fracassaram no mês de janeiro, Pomerode aproveitou a oportunidade de lançar a Festa Pomerana, e hoje está aí, com um publico de mais de 80.000 visitantes. A festa sempre teve uma boa organização, e devido à isso cada ano vai traz novidades, e este ano teremos no dia 24 de janeiro, o primeiro encontro folclórico germânico na Festa Pomerana, e conta com quase 300 dançarinos inscritos. A grande adesão ao encontro, é porque não cobramos nenhuma taxa de inscrição, e ainda fornecemos um almoço com refrigerante gratuitamente para quem participa com desfile e apresentação do encontro. A festa Pomerana é composto por 5 pavilhões, sendo o primeiro o pavilhão principal, onde também está localizado o restaurante típico, com palco e pista de danças, e segundo é o pavilhão cultural, onde ocorrem diariamente as apresentações folclóricas, bandas típicas, show diversos, e é uma boa opção para gosta para para cultural, o terceiro é o Biergarten, onde servem-se pratos típicos e chopp acompanhados de boa música ao vivo, o quarto é o pavilhão das atividades, como serrador de lenha, tiro ao alvo, chopp em metro e outras atividades, e o quinto é o pavilhão onde ocorrem a exposição industrial comercial e artesanal. Fica bem difícil, relacionar tudo o que de bom acontece na nossa Festa Pomerana, e vale a pena participar, porque procuramos cada vez mais a participação das famílias, isto, turistas de todo o Brasil, bem como a grande participação dos Pomerodenses.

O principal evento do calendário turístico do Município é a Festa Pomerana, realizada na segunda quinzena de Janeiro, no aniversário da cidade. Criada em 1984, a Festa Pomerana tem como atrações os desfiles, apresentações de grupos folclóricos e bandas regionais, chopp e pratos da cozinha regional.
Cartaz localizado no pavilhão cultural, onde está escrito no dialeto pomerano, a frase "nossa terra , nossa gente",. Este dialeto PLAT-DEUTSC, ou "PLAT-DÜTSCH, ainda está sendo usado muito no interior de Pomerode, e outras cidades de todo o Brasil , onde a cultura Pomerana está sempre presente. Fotógrafo Ingo Penz.
Atrações:
Desfiles Típicos
Os Desfiles típicos, com demonstrações da tradição e apresentação dos clubes de Caça e Tiro do Município, acontecem em todos os dias da festa. Gastronomia
Marreco com repolho roxo, Bockwurst (salsichão) e Eisbein (joelho de porco) são alguns dos pratos servidos na festa. O tradicional Chopp, tirado na medida certa e bem geladinho completa as delícias da Festa Pomerana. Uma ótima sugestão gastronômica é o BIERGARTEN da Festa Pomerana, administrado pelos Gastrônomos e Hoteleiros Unidos de Pomerode !!
Competições Típicas
Fischerstechen (fisgar o pescador) - trazida da Alemanha. É uma luta realizada no meio de um rio ou lagoa, em que duas equipes se enfrentam, uma em cada canoa. Cada equipe é munida de um bastão. O objetivo é derrubar o adversário.
Schneidmüller (serrador de lenha) e Holzhacker (lenhador) – apartir da prática dos imigrantes de preparar as madeiras para as construções, se originaram estas competições. São utilizados um tronco, uma serra manual de dupla e um machado. É vencedora a dupla que serrar ou aquele que lenhar seu tronco no menor tempo. Vogelstechen (pássaro ao alvo) - competição tradicional na qual o participante utilizará um pássaro esculpido em madeira com bico de prego preso a uma corda para acertar o alvo.
Exposição Artesanal, Comercial e Industrial
A Festa Pomerana também conta com uma exposição de empresas locais. Seja em exposição ou na venda direta ao consumidor, há uma grande variedade de artesanatos, produtos caseiros, utilidades para o lar, móveis, equipamentos em geral.
Concursos Culinários
Concursos Culinários de bolos, cucas, tortas, geléias e licores com produtos produzidos por famílias do município. Os visitantes podem provar as delícias e eleger os vencedores de cada categoria.

Todos os dias o Pavilhão Cultural traz uma programação recheada de dança, música e tradição. Nesta edição diversos grupos de Pomerode e de cidades próximas se apresentaram e encantaram todos.
História :
21 de janeiro de 2009, data em que o município de Pomerode comemorou 50 anos de emancipação.política adminsitrativa.
O nome Pomerode* está ligado à origem de seus fundadores, imigrantes vindos da Pomerânia (Pommernland), norte da Alemanha. O nome deriva da junção do radical Pommern e do verbo rodern, verbo alemão que significa tirar os tocos, tornar a terra apta para o cultivo.Pomerode constitui-se em uma pequena cidade no Verde Vale do Itajaí, cortada pelo Rio do Testo e emoldurada por verdes montanhas, sendo que a mesma guarda toda a fisionomia de um típico modelo de Imigração, Tradição e Cultura Germânica. Está ligada a Blumenau por rodovia asfáltica, bem como a Jaraguá do Sul.A região onde hoje se situa o município, fazia parte da Colônia de Blumenau.O início da colonização de Pomerode remonta ao ano de 1861, quando os primeiros imigrantes, liderados pelo colonizador Hackbarth, decidiram subir um afluente do Rio Itajaí-Açú, a partir da região onde hoje se localiza o bairro Badenfurt. Eram abertas picadas ao longo do curso do rio, que foi chamado Rio do Testo.A colonização da área foi uma estratégia para fortalecer o comércio entre a Colônia de Dona Francisca (atual região de Joinville) e a Colônia de Blumenau, lote a qual as terras de Pomerode eram integradas. As divisões das Colônias eram definidas pela Campanha Colonizadora do Dr. Hermann Otto Blumenau, fundador da cidade de Blumenau.Os primeiros imigrantes de Pomerode se estabeleceram ao longo do Rio do Testo pelo sistema de minifúndios (pequenas fazendas), onde eram cultivados arroz, fumo, batata, mandioca, cana de açúcar, milho e feijão. O colono também se dedicava à criação de gado leiteiro e suíno, cujas matrizes vieram da Europa.As primeiras edificações eram rústicas construções de pau a pique, cobertas com folhas de palmeiras. Em 1870, a primeira escola Alemã foi instalada no bairro Testo Central (atual Escola Básica Municipal Olavo Bilac).Até a virada do século 20, Pomerode era uma colônia voltada apenas para agricultura e pecuária de subsistência, com pequenos pontos comerciais nas áreas centrais da colônia. Com a mudança de século, pequenas empresas familiares de laticínios, frios, móveis e cerâmica deram início à industrialização do município.Anos mais tarde, a indústria da porcelana se tornou uma das mais importantes para a economia local. Hoje, a cidade é considerada um forte pólo têxtil e metal-mecânico.Desmembrada de Blumenau em janeiro de 1959, Pomerode mantém até hoje o fascínio de uma pequena comunidade com a forte influência alemã em seus costumes.
Para saber mais. Acesse :
http://www.festapomerana.com.br/

Fonte: Vivian Althoff
Assessora de Comunicação da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte


http://www.jornaldepomerode.com.br/
Arquivo de : Horst Spies/Adalberto Day

3 comentários:

Mauricio Neves disse...

Que saudade de passear em Pomerode... Tinha uma cuca fantástica lá!

Valdir disse...

Adalberto,
Só você pra conseguir uma foto com o Ciro Rosa no destaque.
Saudade dos tempos em existia uma Fenarreco em Brusque tambem.

Horst disse...

Olá Sr. Adalberto.
eu sou Horst Spies, e volto a te falar de novo da nossa Festa Pomerana.
Pois é, a festa Pomerana 2009 acabou, hoje já bate aquela saudade de se reunir de noite, tomar um chopp, ou até para conhecer alguém de novo, ou esperar para que o desfile entre no parque da festa Pomerana, esperar para ver quais serão as Bandas que hoje vão animar os desfiles, ou até ver quais e sociedades de caça e tiro que vão desfilar hoje, ou então ver o Der Blonde Hans, ou a banda alemã, ou ver aquela apresentação de danças folcloricas, mas está me dando fome, vou comer algo, mas o que vou comer, pois tem tantas variedades, mas que saber? primeiro vou tomar mais um chopp e depois eu vejo. Mas agora é hora de vem alguem tocar um bandonion, pois é, dizem que o bandonion do Sr. Marcio de São Bento do Sul fala, sim dizem que ele, quando pega no bandonion de medo, ele fala. E assim foram 10 dias, uns não tão bons, outros melhores ainda, e poderia falar aqui muito tempo, mas quero apenas dizer que a Nossa Festa Pomerana foi um sucesso absoluto, e desde já deixar um grandiosa abraço a todos os amigos que nos visitaram e especialmente assistiram o nosso Grupo Folclorico Alpen Bach que encerrou sua participação nesta 26ª Festa Pomerana com muito sucesso, felicidades, saúde e muita paz a todos.
Grupo Folclorico Alpen Bach de Pomerode.
Saudações
Horst Spies

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...