"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

- O dia que neguei uma MOÇÃO

O DIA EM QUE NEGUEI UMA MOÇÃO 
DO PODER PÚBLICO
Adalberto Day*
Com muito orgulho recebi no dia 05 de outubro de 1999, uma MOÇÃO da Câmara de Vereadores de Blumenau, pelo considerado excelente trabalho desempenhado em uma Feira de MOSTRA escolar da E.E.B. Padre José Mauricio – Progresso em Blumenau. “Mostra Cientifica e Cultural de Trabalhos e Projetos”, desenvolvidos junto aos alunos e corpo docente.
Participei de várias feiras de MOSTRAS, como também exposições por todo o Grande Garcia e outros pontos de Blumenau. Ocorreu entre o período de 1993 até 2008. Depois comecei a apresentar os trabalhos no sistema Data Show.
Esta MOÇÃO foi assinada pelo então Presidente da Câmara Deusdith de Souza e pelo autor vereador Braz Roncaglio. 
Até aqui muitas alegrias e felicidades de ter recebido uma MOÇÃO tão importante.
Mas chegou o dia de negar uma segunda MOÇÃO e explico:
O dia em que neguei de receber uma MOÇÃO da câmara de vereadores de Blumenau.
Sim este dia aconteceu para desespero de alguns políticos. Apesar de ter sido aprovado por unanimidade pelos parlamentares.
Foi o ano de 2008, aquele mesmo ano da maior tragédia urbana do Brasil onde exerci uma atividade muita intensa na luta pelo resgate do projeto de construção do AGG – Ambulatório Geral do Garcia, para o qual sugeri, com aceitação unânime da comunidade, o nome de Ambulatório Geral Schwester (Irmã) Marta Elisabetha Kunzmann, (nascida na Alemanha em 11 de outubro de 1901 e falecida em 11 de abril de 1982), considerada por muitos como uma “Santa” enviada para ajudar na saúde das mulheres da comunidade do Garcia, nas décadas de trinta, quarenta, cinquenta e até sessenta do século passado.
Muito popular era carinhosamente chamada pela comunidade de “O Anjo Branco”, que além de prestar voluntariamente o atendimento como parteira e dar assistência à saúde das mulheres, assistia a todos com a prática da caridade e espiritualidade, sem distinção de classe social e confissão religiosa. Para tal, se locomovia para as diversas localidades do grande bairro, unicamente com sua exclusiva e inseparável bicicleta.
Gravação de pintura artística em parede, realizada pela artista Sônia Baier Gauche
Vale salientar que na ocasião em que informamos às autoridades sobre a vontade popular pela escolha do nome da Schwester Marta, nos deparamos com um obstáculo muito complicado e que até então desconhecíamos. A Câmara Legislativa de Blumenau já havia aprovado o nome do ex vereador Maurício Pacheco, antecipadamente, o que vinha a frustrar a nossa indicação de consenso e que representava os anseios da comunidade do Grande Garcia. Mesmo não havendo qualquer manifestação contrária ao nome do referido, grande vereador e cidadão Maurício Pacheco, a vontade da comunidade incentivou a busca de uma solução para este conflito de interesses. Para conseguirmos contornar o difícil obstáculo, a Comissão Pro Construção do AGG, sob a liderança de seu Presidente Carlos Alberto Salles de Oliveira, entrou com uma solicitação junto a Câmara de Vereadores, para alteração da decisão anterior e substituição da indicação para o nome da Schwester Marta, a qual, com a respectiva aprovação alcançou o êxito desejado.
 A decisão definitiva pela escolha do nome da querida Irmã Marta Elisabetha Kunzmann, religiosa pertencente a "ordem" das Irmãs representadas pela Comunidade Evangélica da Igreja Bom Pastor, deste mesmo Bairro do Garcia, trouxe um grande alento à “Comissão Pro Construção”, e a coragem necessária para enfrentar um desafio ainda muito maior, que viria proporcionar “uma grande batalha” pelo resgate da implementação do projeto do referido AGG, no antigo prédio da Cantina da Empresa Artex SA.) 
Na época este era mais um dos desafios que tive que enfrentar dentro da comunidade junto com meus parceiros e amigos.
Por mais que negue o então prefeito João Paulo Kleinubing,  não iria mais construir o AGG – faria apenas uma transferência para o antigo Ambulatório da empresa Artex, já desativado e pequeno para esta finalidade.
        Depois de muita luta que já se arrastava por anos, conseguimos colocar ao nosso lado muitas pessoas e personalidades importantes, entre eles podemos citar Ricardo Stodieck então presidente da ACIB, Luiz Cenzi Rebellato, presidente do Conselho Municipal de Saúde, ex prefeitos, Felix Theiss, Victor Fernando Sasse, Renato Vianna, o Secretário de Estado Paulo França e muitos vereadores, entre os quais os representantes do nosso bairro, Vanderlei Paulo de Oliveira, José Luiz Clerici e o incansável líder comunitário, e o suplente vereador  Mauricio Goll (Intendente do Garcia a partir de 13/02/14), que em conjunto com a “CPC" pressionaram o então prefeito JPK.
A obra que havia sido prometida em 1988 para ser o 1º Ambulatório Geral de Blumenau, somente foi realizada 20 anos após e, graças a imposição da Comunidade do Garcia a qual, através da sua Comissão Pro Construção do AGG exigiu de forma imperativa e inquestionável o cumprimento da antiga promessa dos Gestores Públicos daquele período e, que havia sido novamente, politicamente, prometida em 2006 e na sequência negado pelo próprio promitente, o candidato a Prefeito eleito na ocasião. Mesmo assim, reconhecendo os nossos direitos, este realizou apenas 60% da obra e também não substituiu, conforme previsto no projeto, o velho telhado de mais de 50 anos. Apenas remendou-o, deixando-o em condições inadequadas para garantir a necessária proteção ao prédio da antiga “Cantina da Artex” e, consequentemente, às caras instalações do novo Ambulatório do Distrito.   

O sonho se tornou realidade e no dia 12 de setembro de 2008As luzes se acenderam”.
Porém antes dessa inauguração acontecer, em Agosto/2008 recebi um convite para receber uma nova MOÇÃO, desta vez pelos diversos trabalhos comunitários que tive participação.
Ao receber uma ligação telefônica, em princípio fiquei feliz, mas não aceitei. O Autor da MOÇÃO tentou justificar que todos já tinham aprovado e que nunca alguém teria negado e pediu que pensasse melhor.
Concordei e expus a situação aos familiares e alguns amigos. Como era ano de eleição me senti extremamente usado. As eleições seriam em Outubro.
Dois dias após o autor liga novamente na certeza de receber um “sim”, mas disse a ele o que pensava a respeito e lhe proferi um sonoro “Não”.
Quando da realização da obra do AGG, a qual foi feita de forma acelerada devido ao pouco tempo disponível antes das eleições de 2008, esta foi utilizada intensamente e de forma deplorável na campanha política, com a vinda de verdadeiras caravanas de eleitores para visitações e assistir a realização de apresentações em data show, verdadeiros contínuos e vultosos comícios políticos, as custas do erário público, que antecipava a todos os benefícios da maravilhosa obra.
Muito me revolta e entristece em ver o poder público, constantemente, jogar fora pelo ralo, escassos recursos públicos e, em contra partida, levar 20 anos para cumprir com as obrigações assumidas com a população, como a que ocorreu com a promessa, em 1988, de construção imediata e urgente do Ambulatório Geral para o maior bairro da cidade e, quando pressionados executam apenas a metade do projeto, com várias irregularidades em prejuízo da qualidade, como a redução nas instalações hidráulicas, elétricas e de infra estrutura, remendando a velha e já inadequada cobertura, desviando parte do valor previsto do projeto para outros irrelevantes ou de interesse exclusivamente eleitoreiro. 
Hoje contamos com a vigente promessa do atual Prefeito Napoleão Bernardes, para a urgente substituição do antigo e remendado telhado por um novo tipo de cobertura, com qualidade superior as do tipo comum, onde se inclui a garantia de imensa durabilidade e resistência ao granizo. Decisão esta conquistada com a imprescindível ajuda da atual Secretária da Saúde, Sra. Maria Regina de Souza Soar, que tomou a responsabilidade para si, convencida dos riscos e de que este investimento será muito benéfico para a eficiência da assistência à saúde, como também aos cofres da prefeitura, pois que cessarão os sinistros e as reincidentes ocorrências com prejuízos ao mobiliário e ao público usuário deste que é, atualmente, o mais importante e valioso Ambulatório Geral de Blumenau. 
____________
Ambulatório Geral do Garcia será reformado 
Dia 27 de março 2014 o prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes oficializou as obras de melhorias no Ambulatório Geral (AG) do Garcia, no bairro Progresso, e adequação nos seus 1.532 metros quadrados de área, na própria unidade de saúde. Participaram da solenidade a secretária de Saúde, Maria Regina de Souza Soar, além da equipe de profissionais do setor administrativo da rede pública de saúde e comunidade.
Com recursos financeiros do Ministério da Saúde no valor de R$ 269 mil, as obras de reforma envolvem a retirada da cobertura de fibrocimento da unidade, instalação de manta auto aderente de asfalto especial, além da colocação de placas de compensado estruturado. A Prefeitura também vai fazer a colocação de telhas asfálticas com grânulos cerâmicos, cumeeira ventilada, beirais e calhas e ainda revisão e impermeabilização das marquises. A previsão é de concluir os trabalhos em no máximo quatro meses. 
Obs: promessa cumprida e obra concluída em Julho/2014 entregue a comunidade dia 05 de dezembro de 2014. Parabéns Comissão Pro Construção do AGG, sob a liderança de seu Presidente Carlos Alberto Salles de Oliveira,
 ----------
Quero ressaltar que me senti orgulhoso por ter sido lembrado, mas achei muito estranho ser tão próximo das eleições. Poderei ainda aceitar em receber em outras oportunidades, novas Moções e ou títulos de reconhecimento público mas, com a ressalva de que não venha a ser revestido de exclusivo cunho de interesses políticos, no que igualmente considerarei uma verdadeira afronta, uma nova ofensiva e aviltante tentativa de utilização política da minha pessoa. Também nunca aonde se localiza a nova Câmara de Vereadores, local inadequado em um gargalo da cidade e gastos desnecessários, com aluguéis acima de 47 mil. Só com o valor dos mobiliários (mais de 2,3 milhões) daria para fazer uma sede nova. Um absurdo. Dinheiro do contribuinte jogado através do ralo.
Revendo todos os detalhes de minha consciente e enérgica atitude me sinto orgulhoso de ter, à época, dito “NÂO”. 
“NÃO ME ARREPENDO E HOJE RECUSARIA, NOVAMENTE, QUALQUER PROPOSTA DO PODER PÚBLICO EM MEU BENEFÍCIO, QUE NÃO VENHA A BENEFICIAR, EM PRIMEIRO LUGAR, OS CIDADÃOS DE BLUMENAU” (ou “toda a Sociedade” ou “toda a nossa Comunidade”). 
Adendo
Osmar Hinkeldey 
Fundação Catarina de Wittenberg com a qual a Sociedade Evangélica de Senhoras de Blumenau manteve relacionamento  de 1912 até 1971, quando a última diaconisa Irmã Maria Wulfmeier deixou a direção da maternidade e retornou à Alemanha.
De 1907 a 1912 as Irmãs que aqui chegaram vinham da Irmandade de Enfermeiras de Zehlendorf em Berlim; mas esta Irmandade não tinha parteiras e a premência aqui na região era não só o trabalho social mas também de parteiras.
Portanto, a Irmã diaconisa Martha veio da Fundação Catarina de Wittenberg e foi designada para os trabalhos na região do Garcia.  
2) já havia na época a sociedade de senhoras evangélicas do Garcia, mas que na realidade pertenciam ou faziam parte da grande Sociedade Evangélica de Senhoras de Blumenau, porque a Garcia se tornou independente apenas em 1968/69 com a vinda do primeiro Pastor que ainda morou por vários anos na casa das Irmãs, formando assim uma Paróquia, que veio a se denominar de “Bom Pastor” apenas mais tarde, creio que na década de 1980 quando foi construída a Igreja hoje localizada ali em frente à Relojoaria Tomio. 
3) nós chamamos de Irmãs (Schwestern) ou diaconisas, ou seja, além de fazerem trabalho social abrangente com obras de caridade, também ensinavam o evangelho e era incentivado o seu conhecimento pelo povo. 
4) hoje ainda a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) à qual a Paróquia Bom Pastor é filiada, mantém uma Casa Matriz de Irmãs em São Leopoldo, RS, (fundada em 1939) que é a sede da Irmandade Evangélica Luterana, que mantém acionatos, ajuda social, etc, e cuja responsável é denominada de “Irmã Superiora”.
5) diria então que a Igreja Evangélica Luterana não tem uma “ordem de Irmãs”,  mas tecnicamente falando tem um “ministério diaconal” para expressar por assim dizer uma linguagem evangélica luterana.   
Clique no link para saber mais sobre o dia da inauguração do AGG:
*Adalberto Day cientista social e pesquisador da história.
Colaboração: Carlos Alberto Salles de Oliveira.
Arquivo de Dalva e Adalberto Day 

16 comentários:

EDEMAR ANNUSECK disse...

Parabéns Adalberto,
Atitude nobre de quem deveria ser reconhecido pelo muito que tem feito pela sua comunidade. A grande maioria dos vereadores não tem noção de quem faz muito mais pelo povo do que eles, que estão mais preocupados em aproveitar o máximo o cargo ignorando na maioria das vezes aqueles que os elegeram. Estão mais preocupados com seus próprios interesses do que servir. Não sabia do ocorrido, o que sei é que vc sempre batalhou pelas causas justas da comunidade em que vive.
Um forte abraço
Edemar

Dr. José Victor Iten disse...

Olá, bom dia!!

Parabéns pelo artigo onde você retrata na sua ótica a cronologia da AGG que hoje é exemplo no município.

Necessário faz a identificação do autor da segunda moção porque casos contrários estaremos “imaginando” que qualquer um dos 15 da legislatura anterior foi o autor.

Ainda, falas que a Irmã Marta Elizabetha Kunzmann pertencia a Comunidade Evangélica Bom Pastor.

Chama-me atenção esta constatação, pois a igreja evangélica não tem na sua ordem Irmãs.

Parabéns e continue assim, brindando com excelentes artigos.


Arlete Trentini dos Santos disse...

BOM DIA SR DAY.

PARABÉNS PELAS MERECIDAS HOMENAGENS.
MAS UM PARABÉNS MAS QUE ESPECIAL POR TODA SUA CORAGEM,BRAVURA.
QUE O VALORIZEM POR TUDO O QUE O SR FAZ ,MAS QUE NÃO O USEM. ESTÁ CERTÍSSIMO.
PARABÉNS SEMPRE.SAUDE E MUITA PAZ.
ABRAÇOS GASPARENSE DA ARLETE E DO BRIDON

Mauro disse...

Beto,Achei sensacional sua manifestação contra a Câmara de Vereadores, negando a moção. Parabéns, tenho orgulho de pessoas assim!
Mauro Bremer

Rubens disse...

Adalberto
Parabéns, só pessoas corretas agem assim
Rubens Heusi

sergio marcellino disse...

Mestre Adalberto.

Parabéns pela sua posição coesa com seus princípios.

Quisera que na política fosse assim fácil encontrar exemplos iguais, tanto em caráter quanto em atitudes.

Que esta sua "doação" em prol das causas comunitárias nos brinde por muito tempo, e que suas palavras ecoem em nossa sociedade.

Forte abraço.

Wieland Lickfeld disse...

Caro Adalberto, agradeço , como blumenauense, por todo o seu empenho na questão do AGG, pois sabidamente é importante para o bem-estar dos moradores do Garcia, com consequências positivas também para as demais regiões da cidade, para onde se deslocam muitos moradores daquela intendência a fim de trabalhar. O Dr. José Victor Iten comenta sobre as 'irmãs evangélicas'. Obviamente elas existem, sim, e são formadas na Casa Matriz de Diaconisas de São Leopoldo/RS. Antigamente, contudo, vinham de casas matrizes alemãs, localizadas em Wittenberg, Witten, etc. Grande abraço!

Geraldo Pfiffer - Funcionário Público disse...

Adalberto. O povo do Grande Garcia só tem a lhe agradecer pelo seu empenho e sua dedicação, pela instalação do AGG que hoje é referência em Blumenau. Não fosse você com a sua luta, sua persitência, não teríamos essas belas instalações neste local que, antigamente já foi salão de bailes e cantina da empresa Artex e depois depósito de máquinas e equipamentos e porque não dizer depósito de entulhos da Intendência do Garcia. Um desrespeito dos gestores que fizeram com aquele local, naquela época. Sei da batalha que foi travada com o Prefeito João Paulo Kleinubing, que na época queria fazer o AGG nas dependências do antigo Ambulatório da Artex, que não comportava o espaço necessário para a comunidade. Parabéns pelo teu empenho e dedicação nesta ação. Você foi o grande batalhador para que tudo isto acontecesse, como de fato aconteceu. O povo do Grande Garcia tem o dever de lhe agradecer pelo resto de suas vidas.Você fez bem em não aceitar a Moção. Uma Mocão é muito pouco pelo que você já fez por nossa querida Bumenau. Falando nisso, o Grande Garcia hoje só tem 1 vereador eleito, pois com a volta de Marco Antônio Wanrowski, o vereador Maurício Goll volta na condição de 1º suplente. Políticas a parte, mas o que eu quero dizer é que você substitui alguns vereadores que o povo do Grande Garcia deveria ter eleito. E o nome do AGG não podia ser melhor, demonstra também a sua luta pela cultura de nossa cidade. Esperamos agora que logo venha a ser trocado o telhado, conforme também sua solicitação, para que o AGG seja sempre a referência de um bom espaço e com bom atendimento merecedor para o povo do Grande Garcia. Eu não quero só dizer parabéns a você Adalberto, quero dizer obrigado por tudo que você ja fez por esta querida Blumenau, mais precisamente ao povo do Grande Garcia.

Flavio Monteiro de Mattos disse...

Prezado Amigo Adalberto,

Atitudes como a sua são raras, vide o que hoje as pessoas se submetem para ganharem "um agrado", não importando de quem.

Por isso, nós, seus admiradores e entre eles me incluo, temos o privilégio de recebermos suas postagens que tão bem retratam o caráter da maioria dos catarinenses e especificamente, dos blumenauenses.

E como você tão bem demonstrou: Diga não às Moções em época de eleição!

Jimmy Fischer disse...

Parabens Adalberto!
Dignidade e empatia pelos semelhantes não tem preço!

Nilton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto, para mim não é surpresa alguma conhecendo seu caráter, fico muito orgulhoso de falar aos quatro ventos de que o tenho como AMIGO ,e como espelho.
Afinal de contas estas moções são importantes sim, mas desde que não sejam com interesses futuros de quem as propõe de concede-las.
Sinceramente espero que o nosso atual prefeito realmente cumpra com seus compromissos para com a comunidade de uma forma geral, mas é claro que sempre queremos o nosso bairro em primeiro lugar, ainda mais quando trata-se de SAUDE PUBLICA, coisa que neste pais eles(políticos, não generalizando)passam a impressão de não ter interesse algum em termos a nossa saúde publica em perfeitas condições.
Pois desde que voto (já faz tempo)é sempre a mesma promessa "porque a saúde blablablabla"......parece não ter fim estes argumentos, parabéns estou muito orgulhoso de vc.....

Djalma disse...

“NÃO ME ARREPENDO E HOJE RECUSARIA, NOVAMENTE, QUALQUER PROPOSTA DO PODER PÚBLICO EM MEU BENEFÍCIO, QUE NÃO VENHA A BENEFICIAR, EM PRIMEIRO LUGAR, OS CIDADÃOS DE BLUMENAU” (ou “toda a Sociedade” ou “toda a nossa Comunidade”).....
Quem acompanhou este processo todo sabe do que estes abnegados, e ai não se inclui só o Adalberto, para que o Ag se fizesse presente no Bairro do Garcia. Mas tambem, se não fosse tomar a frente, "peitar alguns perdularios politiqueiros de plantão", e digo isto porque, infelizmente não estão aqui nominados,ele não teria saido assim, apesar das falhas gritantes no projeto. Mas saiu, e graças a eles. Infelizmente hoje, e a tão pouco tempo da inauguração, se esta pagando por estas falhas da administração passada.Este AG se tornou e é hoje, queiram ou não, um exemplo de perseverança e orgulho para o bairro e para quem se mobilizou para isto. Tem as suas falhas, e todos o tem. Mas eu que ja vivi em outro estado posso garantir. Tenhamos orgulho da nossa rede de Saude. Repito, tem falhas, mas tenhamos orgulho Caro Dr José Victor Iten: a Irmã Marta Elizabetha trabalhou la sim e muito ajudou a gerar todas esta crianças que hoje ai estão lutando pelo bairro. Quem sabe, e acredito ter sido um ato falho por dizer que ela pertencia a Comunidade Evangélica Bom Pastor. Com a palavra Adalberto Day.

Carlos A. Salles de Oliveira disse...

ADALBERTO.
Enviei o “link de chamada” para esta matéria para todos os Conselhos e Conselheiros que tenho o endereço com a seguinte mensagem:
Indico a todos os “Conselheiros da Saúde”, “Profissionais da Saúde” e demais “Amigos” aqui selecionados”, que procedam a leitura da matéria denominada: “O DIA QUE NEGUEI UMA MOÇÃO”, produzida e publicada pelo “Professor Adalberto Day” , que poderá ser facilmente acessada através do “link exclusivo para o Blog”, abaixo disponibilizado.
Para conhecimento geral, minha participação, registrada no final do texto, restringe-se unicamente a colaboração com a prestação de algumas informações mais atuais, sobre importante reivindicação do Conselho Local do Ambulatório em questão, junto ao gestor atual, “para que seja corrigido o grave erro com a cobertura”, intencionalmente provocado pelo gestor, que à época foi o responsável pela implantação do projeto desta obra.
Importante para o entendimento de todos, aqui se faz lembrar, que todas as instalações do interior desse Ambulatório foram montadas com placas em gesso acartonado, inclusive o teto, pois a edificação sede não tem laje. Como esse tipo de divisória e teto é totalmente inadequado para locais com risco de infiltração de água, pois com a umidade estufa e se rompe, a decisão de se remendar e manter a velha e já ressecadas telhas de cimento amianto foi no mínimo um terrível erro técnico, para não dizer “uma atitude irresponsável e totalmente inaceitável”, uma vez que o projeto exigia, estava orçado e a verba disponível! Já ocorreu várias infiltrações com danos e prejuízos, como o sinistro de agosto de 2012, com rompimento do teto e paredes em vários locais daquelas dependências, provocando danos tão significativos a ponto de provocar a interdição e o impedimento do atendimento naquele local. Mesmo estando em período de campanha eleitoral municipal, onde a ordem foi a de agilizar o máximo os reparos, para possibilitar rapidamente o retorno do atendimento no AGG, este permaneceu fechado para os serviços de recuperação por praticamente um mês. Quanto custou? Quem pagou esta conta? Esses sinistros, que podem provocar, além dos danos materiais, também danos pessoais aos que lá trabalham e circulam, somente cessarão com a substituição do velho telhado pelo que está indicado, projetado, orçado e com verba exclusiva disponível no caixa da prefeitura desde setembro de 2013. A licitação foi aberta em dezembro último, faltando apenas a assinatura da ordem e a execução do serviço. A urgência nessa operacionalização já era para ontem e nossa paciente e agora já nervosa expectativa é de celeridade e solução breve.
Revendo e lembrando as intermináveis dificuldades e lentidão nas ações empenhadas pelo poder público, há aqui de se destacar a importância que foi a atuação e ajuda do Adalberto Day, na luta pelo resgate de implantação do Ambulatório Geral do Garcia “Irmã Marta Elisabetha Kunzmann”. Sempre muito disposto em ajudar, nos forneceu os elementos fundamentais e primordiais, como a coragem para o enfrentamento, a experiência nas negociações, a perseverança contra a desistência e a convicção nas ações que nos levaram a vitória. Posso com toda a certeza assegurar de que sem a sua ajuda, jamais teríamos atingido esta conquista com tamanha genialidade e com tanta desenvoltura.
Esta indicação é uma humilde sugestão de quem considera esta história “um inquestionável bom exemplo” para todos os Conselheiros da Saúde de Blumenau e do Brasil, que hoje estão vivenciando o que eu defino como provável, talvez, os piores dias da Assistência à Saúde através do Sistema Único de Saúde, desde 1988 quando foi implantado em todo o país.
Finalizo apresentando para reflexão de todos a seguinte indagação: “SE NÃO TIVESSE SIDO FEITO EM 2008,QUANDO SERIA CUMPRIDA A PROMESSA DE 1988, DE CONSTRUÇÃO DO NOVO AMBULATÓRIO GERAL DO DISTRITO DO GARCIA?”
Portando, “SE NÃO FOSSE “O PASSADO” NÃO TERÍAMOS “O PRESENTE”.
Incansável Adalberto Day, por ora, muito obrigado.
CarlosASallesOliveira

Luiz Roberto Turatti disse...

Parabéns, querido amigo e xará Beto. Que prazeroso ter você como um amigo tão singular, que defende a cidadania do povo de uma comunidade e cidade, acima de interesses políticos e politiqueiros. São pessoas como você que nos dá esperança de dias melhores para o nosso querido Brasil, tão esculhambado, principalmente nos últimos anos.

Sigamos com este pensamento honroso e desejo de melhorar mais e mais; fazer o bem sem olhar a quem, pois, somente assim sentiremos que estamos no caminho certo, de chegar um dia na meritória Morada Eterna de cabeça erguida e de encontrarmos com o Criador de braços aberto para nos receber.

Fique com Deus, amigo!

Parabéns! Parabéns! Parabéns!

Vângela Queiroz disse...

Só um homem de coragem e atitude agiria dessa forma! Não conheço outro a não ser você mesmo... Toda a minha admiração pelo que és, Beto! Abraço dessa Twitteira aqui.. Vângela :)

Osmar Hinkeldey disse...

Boa tarde

Parabéns Adalberto por esta sua luta para que o Ambulatório Geral do Garcia recebesse o nome da Irmã Martha Elisabetha Kunzmann.
O nome é mais do que justo e merecido pelo que esta irmã fez pelo Garcia no tempo em que aqui esteve de 1937 a 1961.

Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...