"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 27 de março de 2012

- Dr. Nelson Salles de Oliveira

Em histórias de nosso cotidiano, apresentamos hoje um pequeno Histórico das atividades sociais e Profissionais do Dr. Nelson Salles de Oliveira

Na foto (batida no Salão do Amazonas E.C.) a esquerda Dr. Nelson, centro Sr. Oswaldo Malheiros e a direita Victor Fernando Sasse.

- Nascido em Blumenau em 19 de janeiro de 1926, onde viveu sua infância e maior parte de sua vida no início da Rua da Glória e bairro do Garcia até seu falecimento em 18 de outubro de 2004 .
- Filho de Francisco Salles de Oliveira e Teresa Woersdoerfer de Oliveira.
- Casado com "Dalvina Salles de Oliveira por mais de 55 anos.  - Dr. Nelson tinha 6 filhos que juntamente com sua esposa Dalvina, que se dedicou ativamente na educação e vida escolar dos filhos deixou também 14 netos e 3 bisnetos.

Atividades acadêmicas
Na década de 1960, cursou com muito zelo e dedicação, o curso de Direito na Universidade Pontifícia Católica do Paraná. (não existia até então universidade em Blumenau). Com abnegação e persistência, se deslocava de ônibus até Curitiba, cinco dias por mês, para estudar e prestar seus exames, pois continuava a exercer suas funções na Empresa Industrial Garcia. Recebia uma ajuda de cinco dias por mês para realizar seu sonho acadêmico, e viu seu esforço não só particular, mas de sua família recompensado, pois atingiu com sucesso seu objetivo de se formar em direito.
Atividade Profissional
Iniciou suas atividades profissionais já bem cedo, morava próximo a Empresa Industrial Garcia, e com 12 anos ajudava em serviços gerais junto à portaria da Empresa.
Aos 14 anos ingressa como funcionário da Empresa Garcia, período compreendido entre 8 de fevereiro de 1940 até 19 de fevereiro de 1974, quando da incorporação da Garcia á Artex – Exerceu inicialmente a função de Auxiliar na Seção Trabalhista, chegando mais tarde a exercer o cargo de Gerente de Relações Industriais.
Com a incorporação da Garcia a Artex, Dr. Nelson trabalhou até 31 de maio de 1981, sempre exercendo funções de destaque na área Jurídica daquela empresa.
- De 1981 até 1992, assessorou os Sindicatos de Blumenau das mais variadas categorias, os quais ajudou, voluntariamente, a fundar, durante o período em que atuava na indústria.
- Ainda em 1992 ingressou na Justiça do Trabalho onde trabalhou até a idade limite de 70 anos, exatamente, em 1996.
-Também exerceu trabalhos voluntários durante muitos anos na justiça Eleitoral de Blumenau, entidades beneficentes, Cooperativa dos empregados, Amazonas Esporte Clube, Clubes Sociais e Igrejas.

Atividades Sociais/Esportivas
Empenhou-se com destaque, no crescimento da Igreja Nossa Senhora da Glória, como também do Grupo Escolar São José hoje Colégio Celso Ramos.
Dr. Nelson o primeiro a esquerda de chapéu, e ao lado do esquadrão do Amazonas de 1972 campeões da cidade e bicampeões em 1973.
Foi um dos maiores incentivadores das práticas esportivas do bairro, sendo presidente do seu querido Amazonas Esporte clube durante 5 anos.
Assistia aos jogos com seu potente rádio a pilha, para poder ouvir os jogos do seu Vasco e Santos.
Alunos homenageiam empresário do Garcia

A imagem de 1965 mostra alunos do antigo Grupo Escolar São José - atual Celso Ramos -, no Bairro da Glória, em Blumenau, na passagem dos 25 anos de serviços prestados à Empresa Garcia pelo então diretor Ernesto Stodiek Jr. A homenagem foi feita no Estádio do Amazonas. Era comum esse tipo de apoio e respeito aos empresários de Blumenau. Na faixa os dizeres típicos da época: "As crianças desse bairro apresentam parabéns ao chefe de seus pais".
Participou na elaboração e coordenação de dois eventos de suma importância para o bairro pioneiro a se organizar em Blumenau.
Em 1965 coordenou juntamente com seu irmão Francisco, toda a festa dos 25 anos do Sr. Ernesto Stodieck Jr. presidente da Garcia.
Em 1968 juntamente com José Pera e outros abnegados, prepararam uma festa que jamais será esquecida, pelos Garcienses, quando do Centenário da Empresa Industrial Garcia, foi um evento com diversas atrações com apresentações Indígenas, apresentações artísticas de todo cenário nacional, como Golias, Ivon Curi, Grande Hotelo e tantos outros.
Em sua passagem como dirigente pelo Amazonas, o clube foi bi campeão em 1972 e 1973 da liga blumenauense de Futebol.

Dr. Nelson Salles de Oliveira, apesar de ter trabalhado em uma função espinhosa, muitas vezes difícil de compreensão, deixa um legado de honradez de obstinação pelo trabalho e lazer, que devem servir de exemplos a todos nós.

Atenciosamente
Adalberto Day Cientista Social e pesquisador da história.

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito oportuna a lembrança de mostrar a trajetória do amigo e simpático Dr. Nelson, com quem tivemos a oportunidade de conviver próximo no período em que esteve assessorando Sindicatos Patronais.
Parabéns Beto
José Geraldo Reis Pfau
Publicitário

Luiz Roberto Turatti disse...

Sr. Adalberto, boa tarde. E a saúde tudo bem? Estimo.

Será que o Dr. Nelson Salles de Oliveira tinha algum parentesco com o Dr. Armando de Salles Oliveira, que foi interventor federal em São Paulo (1933-1935), nomeado por Getúlio Vargas e posteriormente eleito, pela Assembleia Constituinte, o 14.º Governador de São Paulo (1935-1936)? Se sim, possivelmente a grafia de Nelson não está correta, porque “Salles de Oliveira”, enquanto Armando era “de Salles Oliveira”.

Abs.

Djalma disse...

Boa tarde. Faltou dizer que aquela foto acima com o Sr. Oswaldo e Sr. Sasse foi tirada no salão do Amazonas.E quem não se lembra do "seu Nelson"sacaneando as reuniões politicas do MDB que hora ou outra ocorriam na Praça Getulio Vargas tocando a sua gaita. Bons tempos.

Valdir Salvador disse...

Pois é muito bem lembrado a historia de Dr Nelson, se bem me lembro temos um grau de parentesco com sua esposa senhora Dalvina lembro que a mesma morou em nossa casa até ir para o casamento na rua Belo Hrizonte casa do Sr. Tidre o açougueiro, sogro do Sr Milico,Sr Nelson foi mais um a deixar seu nome marcado na historia do grande Garcia, Parabens sua familia . abraços amigo Adalberto, como estas de Saude tudo bem? otimo . Salvador.

Osni Melin disse...

Valeu Beto, conheci muito bem Sr.. Nelson, pois ele morava bem enfrente aquela pracinha que fazia afluência rua da glória e Progresso. Lembro-me de dois filhos deles e uma menina, não me lembro o nome deles. Dos dois filhos um era mais alto e o outro era mais baixo, foi desse que eu comprei na época um curso de musculação do Miss América Joe Weider,e tenho até hoje comigo.


Um abraço

Osni Melin

Wieland Lickfeld disse...

Parabéns, Adalberto, por homenagear mais este personagem ligado à história do Grande Garcia. Abraço, força e saúde!

osmar hinkeldey disse...

Bom dia Adalberto

Parabéns por esta homenagem a mais uma importante personalidade do Garcia.
Meu pai o conhecia bem tendo em vista que ambos trabalharam na Empresa Industrial Garcia.
abraço

Nelson disse...

Esse merece respeito, Homen Integro e super competente.

Abraço
Nelson Bento de Souza

Carlos A. Salles de Oliveira disse...

Adalberto

Até parece que adivinhasses, pois, justamente nesta semana em que os compromissos e os trabalhos deixaram-me praticamente fora do ar, isto é, desconectado do pessoal da web, postasses esta matéria sobre o meu pai e, dessa forma cumprindo com a “tal surpresa” que havias comentado algum tempo atrás.
Com este comentário, já um pouco atrasado venho, inicialmente agradecer a você por esta agradável surpresa e ratificar o que expuseste na matéria, onde demonstras mais uma vez seu amplo conhecimento da história e dos personagens extrínsecos a ela e, neste caso em particular, mais a experiência que tivesses, com a oportunidade de interagir por um bom tempo com ele no ambiente de trabalho. Já havíamos lançado, em conjunto, uma homenagem especial ao acadêmico e advogado Nelson Salles de Oliveira na postagem de 29/12/2009, “Formatura Acadêmicos de Direito – FURB 2009, onde tivemos a oportunidade de explanar sobre o profissional e o ser humano que este foi, explicitado e muito bem complementado nos comentários.
Dr. Nelson além de ser um profissional sério, cumpridor a qualquer custo de suas obrigações era, por outro lado, uma ser humano naturalmente simples, com grande facilidade no relacionamento social, deste a mais alta autoridade até o cidadão mais humilde, pois que tinha nas ações de bondade, amizade e humildade a sua maneira de ser. Ter-se mantido sempre neutro politicamente o deixava muito a vontade, no relacionamento franco e amigo com os partidários de todos os lados, a exemplo da 1ª foto quando confraternizava com o amigo Victor Sasse (PDS/PFL), assim também se relacionava com o grande amigo Evilásio Vieira (MDB/PMSB), à época presidentes dos partidos antagônicos majoritários. Dessa forma contribuiu a vida profissional inteira como voluntário para a Justiça Eleitoral, principalmente junto à coordenação dos trabalhos de apuração de todas as eleições municipais e gerais do país, na cidade de Blumenau. Trabalho voluntário este como tantos outros que você distintamente resumiu, que não estão computados e/ou relacionados em seu histórico trabalhista, que você corretamente descreveu, com um período que iniciou em 1938 c/ 12 anos, ininterruptamente até l996, dos quais 56 anos com “efetiva contribuição previdenciária” – provavelmente um recorde em nossa região. Parou de trabalhar aos 70 anos, quanto então atuava na Justiça do Trabalho e teve como impedimento, de um lado o limite de idade para o serviço público e, de outro, as associações das gravíssimas doenças, a obstrução pulmonar crônica e o mal de Alzheimer, que lhe impuseram a uma vivência mais reservada, constante tratamento clínico e várias internações hospitalares.
Muito ainda poderia, aqui, discorrer sobre a vida do Doutor Nelson, como assim era identificado por muitos, pois esta foi extremamente rica do ponto de vista profissional e social. Em inúmeras ocasiões eu solicitei a ele para montarmos uma auto biografia, mas, ele era, como gente, muito simples, como um bom colono e, sempre recusou dizendo que não se devia dar tanta importância ao que fez, com o que contribuiu, que realizou, pois, que apenas havia cumprido com o seu dever.
Adalberto estou profundamente agradecido pela bela postagem e principalmente pela enorme consideração com esta bela homenagem ao meu pai, muito bem montada, na forma como ele com toda a certeza aprovaria, simples e objetiva, assim como foi que pautou toda a sua vida.
Saudações do amigo.

CarlosASallesOliveira

José Carlos de Oliveira disse...

Caro amigo Beto,
Mais uma vêz meus cumprimentos pelo teu trabalho, desta vêz mostrando um pouco da história de um grande homem da nossa cidade. Meu tio, grande amigo e conselheiro, a quem sempre tive muito respeito e admiração pela sua competência e acima de tudo pela sua conduta pessoal. Minhas homenagens a ele.
José Carlos de Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...