"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 21 de março de 2010

- Ensino é tradição na cidade de Blumenau

Um tema importante, para pesquisas e nossos visitantes do Blog. A Escola Nº 1, ao contrário que muita gente pensa, não foi a primeira escola de Blumenau. Acompanhe o texto do jornal de Santa Catarina de setembro/2000 e saiba mais.
Foto: Eraldo Schnaider
Apesar de toda dificuldade dos colonizadores, Blumenau também foi berço de um grande número de educandários. Já nas primeiras levas de colonos a chegar a colônia, aparece também o primeiro professor da cidade. No dia 3 de junho de 1852 desembarca Fernando Ostermann, 26 anos. Além da área central, duas tardes por semana ministrava aulas também à população ribeirinha. A educação dos colonos era uma das prioridades do fundador.

Em 1862, ficou pronta a casa d’escola, a primeira escola do municipio. O espaço foi criado pelo pastor Oswald Hesse (Foto) na colina onde atualmente está a Igreja Evangelica-Luterana. Sua primeira turma de alunos contava com 38 integrantes. Dois anos mais tarde, fez-se mais uma escola, em separado, especialmente dedicada ao aprendizado das meninas. Foi erguida no local onde mais tarde foi instalada a agência dos Correios, na Alameda Rio Branco. Então,as duas eram as únicas escolas públicas na zona de colonização.
Porém, a escola conhedica como a nº 1 de Blumenau se localiza na Itoupaba Central. O nome (nº1) vem do fato da região ter sido dividido em lotes, ns quais eram construídos os prédios de interesse da comunidade. O número 1 foi destinado à escola, o 2 à igreja, o 3 ao cemitério e assim por diante.
Ninguém sabe ao certo, quem construiu o prédio, até hoje conservado pelo município. Acredita-se que tenha sido o engenheiro alemão Heindrich Nicholas Passold, que viveu na cidade entre 1860 a 1877, quando faleceu. Seu túmulo está,inclusive no cemitério localizado atrás da edificação.
Construída em 1870, no local funcionava uma das três primeiras escolas da Colônia Blumenau, a Escola Nº da Itoupava Central, e a igreja da região. Em 1992 a construção foi restaurada para sediar um museu, o qual funcionou por alguns anos. A Fundação Cultural de Blumenau restaurou o prédio novamente em 2001.Foto Lysandro Lima.
O ensino local teve grande impulso com a chegada de representantes de Hamburgo na colônia. Era daquela cidade a maioria dos imigrantes e de lá também vinha grande partte do suporte financeiro e material para a empreitada de Blumenau. Foi deles a idéia da Neue Deustsche Schule, a Nova Escola Alemã. Oficialmente aberta em 1° de maio de 1889, surgiu em oposição ao primeiro vigário de Blumenau, o padre José Maria Jacobs, que fundara o Colégio São paulo.

Recebendo dinheiro e professores da Alemanha, em 1933 o pior acontece:as idéias nazistas se infiltram e ganham força na instituição. Com a forte campanha de nacionalização, por volta de 1937 as atividades da Schule sofrem sérias restrições, que resultam no fim do educandário. Em 1942, a escola fica em poder do Estado, que mais tarde seria reaberta e rebatizada como Pedro II, hoje a segunda maior escola estadual de Santa Catarina.

Jornal de Santa Catarina, sábado 2 de setembro de 2000 – 150 anos Blumenau;volume 3 – O Passado.
Arquivo de Adalberto Day

Um comentário:

Jaques Hercilio Rosa disse...

Adalberto, eu era um dos que imaginava ser a primeira escola de Blumenau, muito esclarecedor o texto, embora tenha visto a reportagem no santa, em seu blog ficou muito melhor e mais interesante. Novamente aceite meus parabens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...