"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 6 de dezembro de 2009

- Dia de São Nicolau

SÃO NICOLAU, O PATRONO DAS CRIANÇAS.

Mais uma participação exclusiva e especial do renomado escritor, jornalista e colunista, Carlos Braga Mueller, que hoje nos relata sobre São Nicolau.
Por Carlos Braga Mueller


Dia 6 de dezembro é o dia de São Nicolau, um bispo que viveu há cerca de 350 anos. Nascido na Turquia, foi canonizado e, pelas suas ações, tornou-se um símbolo ligado ao nascimento de Jesus.
São Nicolau é reconhecido pela igreja católica como o verdadeiro Papai Noel, personagem envolto por muitas lendas. Uma delas diz que um dia o bispo Nicolau presenteou três irmãs com um saco de moedas de ouro, o qual ele teria jogado pela chaminé da casa da família. Com este dote, as jovens conseguiram livrar-se da prostituição e encontraram bons casamentos.
No Brasil, principalmente nas regiões colonizadas pelos alemães, se comemorava com ênfase até alguns anos atrás, o dia de São Nicolau: 6 de dezembro.


À noite, as crianças colocavam seus sapatinhos na janela e na manhã seguinte, lá estavam, chocolate e balas, como um presente deixado pelo Nicolau. Eu mesmo, criança, passei por esta belíssima experiência.
É pena que aos poucos esta tradição foi sendo deixada de lado.
Mas em alguns países, como a Holanda, o Dia de São Nicolau é comemorado de forma mais intensa do que o próprio Natal.
Foi em 1931 que a poderosa Coca Cola lançou nos Estados Unidos uma nova versão do Papai Noel, conhecido lá como Santa Claus.
E é esta versão a que chegou aos nossos dias, sendo explorada pelo mercantilismo que domina os natais, deixando praticamente de lado o mais importante: a comemoração do nascimento do Menino-Deus.
Voltando um pouco no tempo, lembramo-nos de que a mais marcante destas manifestações em Blumenau era a chegada do Papai Noel, realizada durante muitos anos pela loja Hermes Macedo.

Em frente as Lojas HM - Hermes Macedo
Nos anos 70, as crianças aguardavam ansiosamente o desfile do Papai Noel HM.
A HM montava sempre um portal natalino em frente à loja, na Rua 15 de Novembro, e num sábado à tarde de dezembro acontecia o desfile.

Blumenau

Outras cidades onde a HM possuia filiais também recebiam o desfile. Lembro-me que depois do alegre sábado à tarde em Blumenau, eu levava meus filhos pequenos para assistirem o mesmo desfile, em Itajaí, no dia seguinte, domingo pela manhã.
Arrisco-me a dizer que jamais alguém criticou aquela organização por explorar comercialmente o Natal, tão bela era a demonstração de receber o Papai Noel na cidade.
E hoje em dia, quando se realizam festivos desfiles patrocinados pelo comércio, o “Natal em Blumenau”, nos vêm a lembrança o tradicional Papai Noel HM dos anos 70.
Deixou saudades!
Arquivo de José Geral Reis Pfau e Adalberto Day

2 comentários:

riffel news disse...

ola Adalberto, Obrigada pelos comentarios q vc sempre faz no meu Blog,...vc tem razao, pessoal tem memoria curta... ja leu essa? O Brasil vai levai uma comissao de 700 pessoas pra Conferencia do Clima em Copenhague que comeca segunda feira dia 7 . HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA....
Qto ao teu post, dia de Sao Nikolau,...aqui na Alemanha eh comemorado esse dia todos os anos,... as criancas recebem chocolates ou presentinhos,.... por que eh dia de Sao Nicolau :) Hoje por exemplo, o comercio tb aproveita e diz que por causa de sao nicolau que as lojas estarao todas abertas neste domingo, ... Em Colonia por exemplo, a cidade deve ta transbordando neste momento hehehehe agora 11:11 da manha de domingo,...Eu que nem me arisco a ir ao centro hehehehehe Uix, gente demais...ninho de formiga hehehehehehe Bom domingo pra vc e pra sua familia

Tere disse...

Oi Beto, também passei na minha infância a época de colocar os sapatinhos para São Nicolau. Então a noite colocávamos o sapatinho com alguns capinzinho dentro e rezávamos a seguinte oração: "Santa Luzia passou por aqui com seu cavalinho comendo capim" ( Não sei o que Santa Luzia tinha a ver com essa história toda...) Na manhã seguinte qual a surpresa, sempre havia uma guloseima. Eu, na minha inocência infantil, acredita mesmo que a noite Santa Luzia passava com o cavalinho e deixava aquelas gostosuras. Até que um dia durante a tarde eu, minhas irmãs e minha mãe havíamos feito os docinhos de natal. Na manhã seguinte advinhe o que havia no sapatinho????? Sim os docinhos feito na véspera. Foi aí que desconfiei que era minha mãe que colocava as guloseimas. Mas enquanto durou a fantasia era tudo mágico, era muita emoção.Depois passei essa tradição pra meus filhotes, mas com o cuidado de não dar nenhuma "mancada" rsrsrs..
Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...