"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

- Curiosidades da TV Coligadas


Mais uma participação exclusiva e especial do renomado escritor, jornalista e colunista, Carlos Braga Mueller (Foto), que hoje nos relata sobre Curiosidades da TV Coligadas


Por Carlos Braga Mueller:
- Blumenau teve sua primeira estação de televisão inaugurada no dia 1º de setembro de 1969. E lá se vão 40 anos!
Além de ser a primeira daqui, a TV Coligadas foi também a pioneira do Estado de Santa Catarina.
E muitos fatos interessantes marcaram os tempos de pioneirismo.
O programa “Mulheres em Vanguarda” começou a ser apresentado em novembro de 1969; portanto, foi pioneiro também. E a equipe que o apresentava era formado por Valmira Siemann, Lane Wirt, Dagmar Pollmann e Vanja Siemann. Dagmar, infelizmente, não está mais entre nós.


No dia 30 de novembro último (30/11/2009), Valmira, Vanja e Lane reuniram a imprensa, autoridades, ex-apresentadores da TV Coligadas, amigos e familiares, para comemorar as 4 décadas do lançamento do programa “Mulheres em
Vanguarda”.
 Neste encontro, conversando com Vanja, ela me mostrou uma das fotos em exposição, na qual ela usava um vestido que, como contou, foi o mesmo que usou para ir recepcionar dois artistas da Globo no Aeroporto de Itajaí.

O grande sucesso da época era a novela “Irmãos Coragem” e estavam vindo para Blumenau os atores Carlos Eduardo Dolabella e Cláudio Cavalcanti, que faziam parte do elenco.
 Esta primeira versão da novela, ainda em preto e branco, foi ao ar de junho de 1970 a junho de 1971 e teve um total de 328 capítulos.
 Foi escrita pela inesquecível Janete Clair, dirigida por Daniel Filho e Milton Gonçalves, e trazia no elenco nomes de peso da dramaturgia da Globo.
 Os três Irmãos Coragem eram Tarcísio Meira (João), Cláudio Marzo (Duda) e Cláudio Cavalcanti (Jerônimo), e no elenco estavam ainda Glória Menezes, Regina Duarte, Zilka Salaberry, Gilberto Martinho e Carlos Eduardo Dolabella. Este, roubava as cenas no papel do delegado Diogo Falcão.
 Já naquela época o Jornal Nacional era também líder em audiência, porque os telespectadores ficavam aguardando a novela, que começava às 20 horas, e assistindo o noticiário. Eu era o apresentador do JN regional e logo depois entrava a novela.
 Pois bem. Este era o cenário vivido pela televisão brasileira nos anos 70/71 e Blumenau e Santa Catarina participavam dele, através da programação da TV Coligadas.
 Pode-se imaginar a expectativa das fãs quando souberam que Jerônimo Coragem e o Delegado Falcão estariam aqui, ao vivo.


Vanja foi ao aeroporto de Itajaí recepcionar os dois em nome da TV Coligadas.
 Gravou uma entrevista com eles e... na hora de partir para Blumenau, cadê a mala do Dolabella ? Procura daqui, procura dali, e nada.
 Algumas fãs se aglomeravam por perto, dispostas a abraçar e beijar os atores.
Dolabella, nervoso, depois de procurar por todos os cantos e reclamar na administração do aeroporto, conformou-se em seguir para Blumenau sem mala mesmo.


Vanja despediu-se e soube, depois, o que aconteceu.
 Os atores chegaram aqui e hospedaram-se no Grande Hotel.
 Estavam começando a se preparar para uma boa relaxada quando ligam da portaria para o apartamento. Era o recepcionista:
 - Está aqui alguém que quer falar com o Sr. Carlos Dolabella.
 - É da TV ?
 - Não, respondeu o solícito funcionário do hotel.
 - Não atendo ninguém, respondeu contrariado o ator, de cuecas, sem mala.....
 O recepcionista agradeceu e logo em seguida ligou de novo:
 - Acharam sua mala senhor Dolabella. A pessoa veio trazê-la e está aqui na recepção.
 Dolabella vestiu-se e mandou-se para o térreo do hotel.
 E não é que era mesmo a mala dele ?
 Uma jovem espevitada jogou-se nos braços do ator quando ele apareceu, beijou suas faces e pediu um autógrafo. Depois, estalou mais dois beijos no rosto dele, e afastando-se, gritou:
 - Quem roubou a mala fui eu. Lá no aeroporto. Só assim, pude vê-lo de perto e beijá-lo. Tchau.
 Vanja riu muito ao contar-me esta travessura da apaixonada fã das novelas da Globo. Não pude deixar de rir também.
 Texto Carlos Braga Mueller/Jornalista e escritor/ Arquivo: Adalberto Day

3 comentários:

Ademir Pfiffer disse...

A temática sobre a Tv coligadas é oportuna, pois esta emissora de televisão trouxe ao Estado catarinense, às regiões do Vale do Itajaí e Vale do Itapocu, possibilidades de informações e lazer.
A cidade de Blumenau foi pioneira na área da televisão. Portanto, cumprimentos a todos que de forma direta ou indireta colaboram para difusão desta nova cultura, que provocou profundas mundanças no comportamento humano e no corpo coletivo da sociedade.
Ademir Pfiffer - Jaraguá do Sul - SC
P.S. Parabéns aos pesquisadores e redatores do texto, que nos remeteram a um passado tão recente.

ValeItapocu disse...

Eu era um menino de 11 anos quando entrei em contato com o mundo da televisão.
Morando em Guaramirim (SC), Estrada Bananal do Sul,íamos à casa do Tio Willy e Olga Lisemberg Drews, para assistirmos programação da TV Coligadas canal 3, das 19 horas. Virou rotina semanal, para desespero dos pais.
Em 1975 eu e meu irmão fomos Confirmados. Dos padrinhos recebemos dinheiro de presente. Não vacilamos, pedimos ao pais para comprar uma televisão preto e branco, da marca Philips, na Loja Salfer, da Rua 28 de Agosto.
O pai resmungou, pois desconfiou que íamos ficar só na televisão e o serviço no rancho ia sobrar para ele fazer sozinho.
Mesmo assim,ele concordou e a televisão entrou em nossa casa e nossas vidas sofreram rápidas e bruscas mundanças de comportamentos.
Não precisávamos mais ir ao campo do Cachoeira, do Senhor Benjamin Decker e do Senhor Kurt Jenssen assistir peladas de futebol. O futebol televisivo era dos grandes clubes e era interessante falar, na Escola Básica "Almirante Tamandaré",entre os colegas e professores, dos jogadores dos grandes clubes do eixo Rio-São Paulo.
Com o tempo, passamos a ter vergonha do futebol dos pastos do gado leiteiro do seu Benjamin e do seu Kurt .
Assim morreu o futebol dos pequenos clube, ou adaptaram-se aos novo tempos.
Ademir Pfiffer - Jaraguá do Sul - Sc - Historiador

eversonpaladini disse...

Eu cantei na TV Coligadas desde o dia da sua inauguração. Não me lembro o programa, mas participei de inúmeros: Mulheres em Vanguarda, Maxi-Show, Clube da Criança, Domingo no Parque. A garotada era sempre acompanhada pelo trio do maestro José Acácio Santana. Na época o diretor artístico era Irani Macedo. Márcia Flor, lindíssima, dançava nos programas..... Tempo bom..... Tenho orgulho de fazer parte da história da TV Coligadas.
Everson Paladini
eversonpaladini@eversonpaladini.com.br
www.eversonpaladini.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...