"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

- Reunião Ordinária da Associação de Moradores “METAJUHA” Ruas Emilio Tallmann, Júlio Heiden e arredores da Associação Artex.

Agenda:
Data: 11/agosto/2009
Local: Associação Artex.
Com início as 19h30min, a reunião ordinária da METAJUHA, foi realizada na Associação Artex - bairro Progresso em Blumenau, de maneira cordial, mas com cobranças de vários moradores, as obras emergenciais.
_____________________________________________
Presentes a reunião, o vice-prefeito Rufinus Seibt, que ouviu atentamente os reclames da comunidade, o vereador Vanderlei Paulo de Oliveira, José Luís Gaspar Clerici - Diretor de Assuntos Comunitários – lotado ao Gabinete do Vice Prefeito. As principiais reivindicações, foram: A passarela da Rua Catarina Abreu Coelho, transporte coletivo tão logo seja possível na Rua Júlio Heiden, uma camada de asfalto antipó nas cabeceiras da passarela da Catarina Abreu Coelho, como também melhorar a iluminação pública e a retirada imediata do barro logo após a curva do cemitério, da calha do Ribeirão Garcia. - A alegação é a falta de liberação de verbas destinadas do Governo Federal. Dentro de nossa visão, como líder comunitário, não cabe a nós aqui discutir ou avaliar onde estão os problemas ou os entraves burocráticos, mas sim tentar ajudar a comunidade e o poder público para que possamos voltar a uma vida normal o mais breve possível. A passarela de concreto da Rua Catarina Abreu Coelho, com acesso a Rua Júlio Heiden, foi prometida pelo prefeito João Paulo Kleinubing, em reunião com a Associação de moradores e depois ratificado em cima desta travessia, no ano de 2005.
Kleinubing retornou ao local em 2006, e assegurou junto aos moradores, inclusive indo à residência de um deles, dizendo que a obra seria realizada, mas ficou na promessa.
- Na oportunidade o Vice-prefeito "Rufinus, disse que estava cumprindo com o prometido de iniciar a passarela dia 10/agosto/2009, e assim está sendo executada". Porém não será de concreto,mas sim de madeira.
Essa passarela é de suma importância para toda a comunidade, tanto as pessoas que necessitam ir ao mercado, padaria, do outro lado do ribeirão, como também alunos que estudam no colégio Padre José Mauricio. Sem a passarela, o acesso se torna 800m mais distante, ocasionando transtornos à comunidade.
- O vereador Vanderlei Paulo de Oliveira, colocou-se a disposição da comunidade em ajudar naquilo que for possível, e prometeu fiscalizar as supostas "obras Superfaturadas".
Foto 11/08/09 - Obras no final da Rua Júlio Heiden
- José Luiz Gaspar Clerici, também prometeu empenho nas solicitações feitas, dizendo que também estará fiscalizando as obras supostamente " Superfaturadas". O exemplo citado na reunião, foi da passarela do Canto do Rio que está orçada em 438 mil reais. Um absurdo pois com esse valor daria para fazer pelo menos seis delas, se as verbas fossem repassadas ao município.

- Outras obras supostamente "obras Superfaturadas" foram comentadas pelos edis e cobrados pela comunidade.

Exemplos: uma ponte sobre o Ribeirão do Encano Alto (atravessa a Rua Euclides A. de Souza) que praticamente não leva a lugar algum (Rua sem saída), que foi projetada para trafego pesado, mas que nunca será utilizada para este fim. A obra atende apenas uma pequena comunidade, aproximada de 40 moradores, orçada em 498 mil reais, quando deveria ser feita uma obra menor nos moldes da anterior. Segundo informações estão sendo feitos pilares com uma profundidade de até 16 metros.

- A passarela do Canto do Rio que liga a Rua Santa Maria com a Helmuth Goll, orçada em 438 mil reais, quando o valor sendo executada pelo município a obra não passaria de 70 mil.

- Outro exemplo de obras supostamente "obra Superfaturada" conhecida como a passarela da Alameda que liga a Rua Amazonas pela Rua Manaus, orçada em 496 mil reais, e nos moldes da anterior custaria em torno de 70 mil.

- Foi citado pelos vereadores a pintura da ponte da rua Tororó, que serão gastos a quantia absurda de 125 mil reais.

Fizemos este relato, pois caso seja confirmado " Superfaturamento nas obras", com esse dinheiro daria para executar a passarela, da Rua Catarina Abreu Coelho, que mais uma vez será reconstruída de madeira sustentada em cabos de aço. Outros exemplos se seguem por todo município, e com as sobras desse dinheiro a comunidade poderia ser beneficiada com calçadas, passeios públicos, rotulas e praças. Dados extraídos: http://www.bnu.sdr.sc.gov.br/ (reconstrução). Penso que a comunidade precisa agir, pois é dinheiro público, portanto do contribuinte.

Sábado 15/08/2009 ¹

Prefeito João Paulo Kleinubing, essas imagens¹ são do dia 15/agosto/2009 sábado. A esquerda, passarela da Rua Catarina Abreu Coelho sendo reconstruída. Suas cabeceiras bem projetadas, mas que serão refeitas com madeira. Ainda o tempo está ao seu favor, cumpra com sua promessa que perdura desde 2005 e a faça de concreto....pense nisso. E a imagem a direita, o final da Rua Júlio Heiden em plena reconstrução.

_____________________________________________

• INFRAESTRUTURA – Pontes, pontilhões e passarelas – R$ 8.192.721,46 (em execução).

• Blumenau R$ 7.038.506,59

Ponte na Rua Capinzal R$ 153.361,93 Stein

Ponte na Rua Carlos Pagel R$ 1.123.405,57 Stein

Ponte na Rua Carlos Roesel R$ 516.693,58 Stein

Ponte na Rua Felippe Jensen R$ 619.648,11 Stein

Ponte na Rua Euclides Antônio de Souza R$ 498.310,09 Tec Engenharia

Ponte na Rua Itororó R$ 2.291.112,20 Tec Engenharia

Ponte na Rua Kurt Jacobs R$ 474.195,38 Tec Engenharia

Passarela na Rua Santa Maria com Rua Progresso R$ 438.488,57 Tec Engenharia

Passarela na Rua Hermann Huscher com Rua Soldado R$ 426.860,08 Tec Engenharia

Passarela na Alameda Rio Branco com Rua Manaus R$ 496.431,08 Stein

_____________________________________________

- Observação: Conversei hoje 11/agosto/2009, no local onde estão sendo realizados os trabalhos de recuperação da Rua Júlio Heiden com o Senhor Moisés Koberstein (foto) um dos encarregados do setor de obras que estão sendo executadas pela empresa “VIAPAV CONSTRUTORA LTDA” de Camboriú, em nosso município. Pude verificar que as obras estão com um bom ritmo de trabalhos sendo realizados, por uns oito empregados. O Senhor Moisés foi bastante prestativo e objetivo em suas colocações, quando lhe fiz diversas perguntas quanto à entrega e execução das obras, como também da possibilidade da passagem de transporte coletivo. Garantiu-nos o Senhor Moisés, que dependendo das condições climáticas, dentro de uns 30 a 40 dias, terminam os trabalhos de gabiões, e liberação da rua, com a possibilidade de poder o transporte coletivo, novamente circular por este local. Também fui conversar com os dois funcionários que estão executando as obras da passarela da Rua Catarina Abreu Coelho, contudo mais uma vez não será de concreto conforme prometido pelo prefeito João Paulo Kleinubing em 2005.

Arquivo Dalva e Adalberto Day

3 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi, vim conhecer seu blog, e desejar boa tarde
bjsss

aguardo sua visita :)

Afonso Luiz disse...

A viapav é do vice-governado Leonel Paval?

Santos disse...

Nossa Beto.
Que dificuldade para levarem adiante essas obras. Quanta burocracia desnecessária. E quanto superfaturamento quando aparece dinheiro para execução. Em todos os cantos do nosso País onde ha obras a executar, aparecem esses aproveitadores superfaturadores. E esse exemplo está lá encima. A nossa capital federal foi construída nessas vergonhosas condições. Tudo abaixo de roubalheira descarada e escancarada. Faço votos sinceros que com tudo isso essas obras aí da sua região sigam adiante e não sofram solução de continuidade. Sei que você.está atento e acompanhando tudo, como vejo pelas fotos, e, quando a coisa não anda você se incomoda como se estivessem reconstruindo a sua própria residência..Que Deus o ajude nos seus nobres objetivos. Abraço amigo.
Eutraclínio A. Santos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...