"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

- Enchente em Blumenau 2008

Imagens enviadas por colaboradores da cidade de Blumenau. Esperamos que em breve isso tudo fique no passado, e que nunca mais se repita. Que nossas autoridades realmente façam um plano emergencial e não fique só com promessas. E que não, “fique no esquecimento” por mais 25 anos.. Verbas prometidas, nada mais justas, é o nosso próprio dinheiro que está retornando, e que essas verbas não fiquem só em reconstrução de estradas, mas sim daqueles que mais necessitam neste momento, os desabrigados, que perderam tudo ou parcialmente. Que fique a lição. Contudo quero parabenizar o esforço de toda defesa civil, 23 BI, Corpo de Bombeiros, Policia, Hospitais, Secretaria da Saúde, aeronáutica, governos municipal, estadual e federal, todos que estão engajados nesta luta de reconstrução, desta que foi a maior tragédia urbana em toda Blumenau e região, do Brasil . Precisamos também separar as coisas, não foi a maior enchente, pois esta ocorreu em 1983 e 1984 – atingindo 15:34m em 1983 e 15:46m em 1984 (Segundo o memorialista Niels Deeke, em 1852 = 16:15m, em 1880= 16:80m e 1911: 16:70m – Fonte : agendas de Serviço do ex prefeito Hercílio Deeke). Esta de 2008 atingiu a marca de 11:52m em Blumenau. "O que ocorreu foram incalculáveis desmoronamentos, enxurradas em proporções inimagináveis em toda a cidade e região".
- Em 1974 , tivemos em Santa Catarina uma tragédia de real tamanho que foi na cidade de tubarão.
Rua Júlio Hiden o único acesso ao Progresso
quando a curva do cemitério está interditada. Na imagem final da Rua aos fundos Igreja quadrangular
Rua da Glória e Júlio Heiden

Rua da Glória – Ponte Preta Progresso

Rua Hermann Hucher - Ribeirão Garcia Progresso

Hermann Hucher – Val Paraíso – Zendron

Curva do Rio – Centro e Fortaleza

Shopping Neumark – Estádio do SESI
Complexo Esportivo do SESI
Beira Rio - Centro Blumenau
BR 470 – e Rua Bruno Schreiber

Ponte que dá acesso a Rua Bruno Schreiber no Progresso

Blumenau uma pedra no caminho – Terminal

Cruz na Rua Antonio Zendron - Valparaiso

Arquivo: Adilson Siegel/Eliane K.de Miranda/Jaison Rafael Mello/Josiane Hasse/Werner Tonges/Shirlei Bianchi/Adalberto Day

3 comentários:

ismaelita disse...

Enfim.. um blog interessante, valeu as informações. Parabéns
Ismaelita
ismanasc@hotmail.com

Luciana disse...

Boa Noite Sr. Beto,

Não moro em SC e estou acompanhando tudo pela internet, Tv. Tenho uma amiga que mora na rua Leardino Batista (ela, marido e uma filhinha), estou desesperada sem saber noticias deles. O senhor poderia me informar o estado da rua deles? Já procurei em listas de abrigos mas não encontrei nenhum nome deles.
O nome dela é: Juceli Souza (trabalha na Artex), seu marido Fabiano (tb trabalha na Artex) e a filhinha chama-se Ana Luisa (+ - 4 anos).
Pelo amor de Deus, se o senhor tiver, qualquer noticia que seja, me envie.
Fico-lhe muito grata,
Luciana Narloch
Bom dia Sr Adalberto,

Moro no Canada e fico-lhe muito grata por sua informação. Estou indo trabalhar à noite escreverei outra vez.
Obrigada mais uma vez, infinitivamente,
Luciana

kleber disse...

Ola a todos, como é triste rever estas senas. Pois eu trabalho no corpo de bombeiros de Blumenau, e posso dizer que presenciei senas que não quero rever novamente.
Fiquei seis dias sem contato com minha familia, pois o cansaço era grande mais a vontade de resgatar as pessoas era maior que o cansaço.
Tenho orgulho da minha profissão e sou sincero em dizer que tive medo de morrer durante aquelas noites, não tinha um familiar ao meu lado, mais contei com a presença de um irmão de farda e é por isso que fizemos um bom trabalho e hoje muitas vidas estão salvas graças a nos que não somos heróis dos desenhos animados mais sim heróis da vida real.

é como diz o juramento que realizamos na nossa incorporação MESMO COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...