"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

segunda-feira, 24 de março de 2008

- Horácio Braun


- Horácio Braun faleceu em 24 de março de 2007  deixou a vida terrena.
- Olha aqui, ó... Não é por nada não... Mas sabe duma coisa? Hoje me acordei decidido em não me importar mais se a estação do ano muda, se o século virou há quatro anos e o milênio é outro, ou se a idade aumenta. Hoje me acordei decidido a conservar só e unicamente a vontade de viver e de amar. Assim, vou abrir todas as janelas que encontrar e as portas também, e vou insistir em ser carinhoso, amigo, irmão, pai e marido, alimentando a alma com esperança e fé de que o sonho da compreensão e do entendimento é o único caminho para que o espírito vivencial seja pleno de felicidades. E se por acaso você achar oportuno tomar a mesma decisão neste momento, vá em frente, lembrando-se que o brilho do sol e a orientadora luz da lua refletem todo o tempo do tempo todo que sempre temos à disposição para amar e viver extensa e intensamente. Nem mais, nem menos. Jornal de Santa Catarina - 11 de fevereiro de 2005 por: Horácio Braun (*13.06.1949 – +24.03.2007) cronista, agitador cultural, músico, empresário.Mensagem

Horácio e Adalberto Day
- A imagem de 1º de dezembro de 2006, mostra o encontro dos leitores da Coluna Hóracio no jornal Santa Catarina. O encontro foi no Schopping Neumarkt no Bistrô 69 – 3 meses e 23 dias após Horácio Braun faleceu.
Tim-tim, saúde, paz, amor,felicidade e viva a vida!
Olho, lho, lho
Saideira “O erro dos reformadores é tentar transformar os maus em bons”.
O “mundo só melhorará quando os bons tiverem a maldade suficiente de impor a bondade”. Pois é né ?.- sei lá entende..
Após a morte de Horácio, Ingo a beira do ribeirão Garcia - em momentos de reflexão e tristeza.
Não sei o autor.
Arquivo Adalberto Day/ Jornal de Santa Catarina

3 comentários:

EDEMAR ANNUSECK disse...

Adalberto,
Bonita homenagem que prestas ao Horácio um verdadeiro ícone em Blumenau. Tu não sabes, mas trabalhei com o Horácio no Jornal CIDADE DE BLUMENAU do qual ele era diretor e eu responsável pela página esportiva, a página seis. Quando o Jan Rabe comprou o jornal, comprou também a Rádio Alvorada em 1972. O Horácio assumiu também a rádio e eu que já trabalhava no jornal acabei saindo da Nereu (o Lázinho na época era Prefeito de Blumenau) e assumí o esporte da rádio. Tivemos um convívio maravilhoso até que em Janeiro de 1973 fui contratado pela Jovem Pan de São Paulo. Quando voltei a Blumenau em 1991 cruzei com o Horácio. Veja o que ele me disse."Que tú tais fazendo aquí cara, teu lugar é no rádio de São Paulo. Aquí é tudo amador". Foi o último diálogo que tive com o Horácio. Parabéns pela lembrança. Normalmente quando as pessoas morrem são esquecidas após o primeiro mês. Porisso o resgate da história é teu privilégio e deve ser reconhecido não só pelos blumenauenses, mas por todas as pessoas idôneas deste mundo.
Um grande abraço
Edemar Annuseck

Jackson Nunes disse...

Temos tudo e ainda reclamamos, temos todas as ferramentas para cultivar nossas vidas e ainda reclamamos do que temos, é, isso é ser humano. Se fôssemos irracionais faríamos melhor, com certeza, afinal, quem é que puxa o arado?? Pensemos nisso!.. Abs Adalberto!

Janete disse...

Horácio, exemplo de "viver de bem com a vida".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...