"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sábado, 9 de junho de 2018

- Falecimento de uma lenda esportiva: Teixeirinha

O CRAQUE ETERNO
- Nascido em Tubarão SC em 03 de agosto de 1923. O ex-jogador de futebol Nildo Teixeira de Melo, o Teixeirinha, faleceu sábado, 9 de junho/2018, aos 95 anos, vítima de Alzheimer.
          Teixeirinha foi considerado o melhor jogador de futebol de Santa Catarina de todos os tempos e na época década 1940/50 do Brasil. Jogou em vários clubes não só de SC, mas do Brasil.
Entre esses clubes, estão Palmeiras de Blumenau, Carlos Renaux de Brusque, Olímpico de Blumenau, Botafogo, Bangu do Rio de Janeiro, e São Paulo. 
Santo Cristo, Otávio, Heleno, Geninho, e Teixeirinha.
           No Botafogo jogou ao lado do maior jogador da história do glorioso, Heleno de Freitas, e no Bangu, nada menos ao lado do mestre Ziza o Zizinho, um dos maiores jogadores da história do Brasil. 
Teixeirinha e Zizinho
          Teixeirinha em 1950 teria disputado a copa do mundo se fosse pela vontade de João Saldanha, Técnico e cronista.
A imagem mostra o Carlos Renaux de Brusque em 1958, após uma partida contra o Botafogo do Rio de Janeiro 5x5 foi o placar. Em pé da Esquerda para a direita: Esnel, Tesoura, Ivo Meyer, Baião, Mosmann, e Gordinho; Agachados (Massagista), Petruscky, Julinho, Teixeirinha, Júlio Camargo e Agenor.
Teixeirinha e Adalberto Day em 2006
Palmeiras 1950 Campeão do Centenário de Blumenau
Da (E) para (D) em pé : Oscar, Schramm, Antoninho, Augustinho, Augusto, Alvarenga, Libório (massagista). Agachados Jonas, Lazinho, Bitinho, Teixerinha, Paulino – Técnico José Henrique Pera. (arquivo de Orlando Schramm Filho)
Teixeirinha foi Pentacampeão pelo Palmeiras Esporte Clube de Blumenau na Liga LBF – Liga Blumenauense de Futebol (1944/45/46/47/48). Campeão do Centenário de Blumenau pelo Palmeiras em 1950.  Tri-campeão pelo Carlos Renaux da LBF – (1952/53/54) e 1958.  E Tri-campeão da liga de Brusque (1960/61/62)
Campeão pela Seleção Catarinense Sul Brasileiro em 1960.
 Para saber mais acesse:
 Acervo de Adalberto Day/Valdir Appel

9 comentários:

Adilson disse...

Prezado Adalberto,

Infelizmente os gênios também são mortais.
Com o passar dos anos ficam no esquecimento.
Mas é inegável seu legado.
Abraço.
Adilson Ticanca Siegel

Edmundo disse...

Edmundo Edi Eu conheci o maior jogador de futebol de S C
Gerenciar

Silvio disse...

Silvio S. Duarte Duarte Assistir o Teixeirinha jogar no Olímpico de Blumenau, todos o admiravam.

Elimar disse...

Elimar Schwanke Eu tinha um álbum de jogadores, a foto do texeirinha era a mais difícil de encontrar no envelope.

Jorge disse...

Jorge Fernandes Corsini sou vizinho dele foi uma lenda no futebol

Marcos Antonio Benedett disse...

Não conheci. Só ouvi falar. Como amante do futebol e seu conterrâneo por duas vezes (Tubarão e Blumenau), rendo minha mais sincera homenagem a este grande atleta.

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Sem ter conhecido , porém ouvi muito sobre ele, o bom que ouvi só coisas boas.

Marilene disse...

Imagine caríssimo amigo, nunca tinha ouvido falar em Teixerinha .
E você, sempre nos trazendo Boas lembranças. Parabéns e que Deus conforte aos familiares!

Barreira disse...


É muito triste quando perdemos um ídolo que só viveu para alegrar os torcedores dos times pelos quais passou. Teixeirinha foi um deles. Não o conheci pessoalmente, porém, quando aqui esteve atuando pelo São Paulo Futebol Clube, time do meu coração, só deixou amigos e fez parte de um plantel espetacular formado somente de craques: Poy, De Sordi e Mauro, Pé de valsa, Bauer e Alfredo, Maurinho, Negre, Gino, Albeja e Teixerinha. Era um ponta esquerda nato e suas atuações sempre foram marcantes, cruzando as bolas da linha de fundo, deixando seus colegas em ótimas condições de finalizar com sucesso. Portanto, neste momento de muita tristeza, só nos reta deixar nossas condolências a seus familiares.
Um abraço amigo Adalberto.
Lourival Barreira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...