"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

- O último Olímpico e Palmeiras

Nos últimos anos nas década de 1940 até 1970, o clássico principal da cidade de Blumenau era entre as equipes do Grêmio Esportivo OlímpicoPalmeiras Esporte Clube.
Nesses período existiam outras grande equipes em Blumenau, o Amazonas Esporte Clube do Bairro Garcia que chegou a dominar muitas vezes o cenário esportivo da região, e assim o Guarani da Itoupava Norte que levantou o titulo citadino em 1963, A Sociedade Desportiva Vasto Verde do Bairro da Velha.
Tarcísio Torres com a camisa do Flamengo e do Olímpico. Encerrou sua carreira entre 1972 e 1974 no Glorioso Amazonas Esporte Clube
Dérbi Olímpico e Palmeiras o derradeiro.
Tarcísio Torres marca o último gol do derradeiro jogo entre G.E. Olímpico e Palmeiras de Blumenau
Bons Tempos
O último clássico entre Palmeiras e Olímpico, de Blumenau foi realizado no dia 22 de novembro de 1970. Nessa ocasião o G.E. Olímpico encerra as atividades de seu futebol profissional. Vários jogares do clube grená, vão vestir a camisa do arquirrival Palmeiras. Entre Ele Tarcísio Torres que havia marcado o último gol desse confronto, Mauro Longo, Britinho, Coral, Rubinho e outros.
 O assíduo leitor Rafael Dalagnolo do Jornal Santa, fez uma pertinente pesquisa sobre esta partida e brinda a coluna com o histórico momento.
Coluna Passe Livre comandada por Cláudio Holzer.
Relato
Transcrevi as matérias publicadas no jornal A Nação do dia 22 de novembro e do dia 24 de novembro de 1970 (a cobertura da “pelejá”, como dizia na época). Procurei manter a grafia exatamente como a do jornal.
Rafael Dalagnolo, de Blumenau

“O quadro palmeirense embora sempre inferiorizada nas ações, deu conta do recado até levar, no curto período de 120 segundos, os tentos que praticamente deitaram por terra as suas pretensões no maior espetáculo do esporte de Blumenauense”. Isso aconteceu no tempo inicial. Aos 36 minutos, Jorginho envolveu ao lateral Adalberto e ergueu centro que o avante Sado escorou com certeiro golpe de cabeça.
            Aos 38, dono da situação no setor direto de sua retaguarda, ao invés de tocar a bola pela lateral, entendeu o zagueiro Krueger de recuá-la para o zagueiro Jorge. Fê-lo defeituosamente, oferecendo a Tarcísio , atento ao lance, a chance de apanhar a esfera e desferir arremesso indefensável ao fundo das malhas.
            “O Olímpico tratou de segurar a vantagem na segunda etapa, sem se perturbar com as manobras mal organizadas pelos palmeirenses”.
OLIMPICO: Batista, Coral, Brito, Jairzão e Gonzaga; Mauro e Chiquinho; Jorginho (Gauchinho), Sado, Tarcísio e Rubinho.
PALMEIRAS: Jorge, Osvaldo, Krueger, Edgar Lopes e Adalberto; Gentil e Luiz Carlos; Zinho, Leal (Anísio), Parobê e Oreco.
Placar:
                      Olímpico   2 x 0    Palmeiras 
Local: Baixada em Blumenau estádio do Olímpico.
Para saber mais sobre a história das duas agremiações, clique nos links:
Acervo Adalberto Day

9 comentários:

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Que tempos áureos, tenho muitas saudades do futebol desta época.
Sobre tudo do Palmeiras(BEC) que foi mais do meu tempo, embora tenha visto jogo do Amazonas, e Palmeiras.
Mas nós alimentamos destes textos que por sua vez não deixa nos esquecermos de outra hora. Parabéns.

EDEMAR ANNUSECK disse...

Parabéns amigo Adalberto Day,

A bela lembrança do que um dia foi o futebol de Blumenau deveria servir de alento para os dias atuais. Amazonas, Guarani, Olimpico, Palmeiras e Vasto Verde e depois o BEC ficaram marcados na história do futebol de Blumenau. Por circunstâncias diversas a fusão Olimpico-Palmeiras durou enquanto as empresas apoiaram. Hoje fica a lembrança do que o futebol de Blumenau um dia foi muito forte com o Campeonato da LBF e a participação nos Campeonatos Estaduais. Passaram-se décadas e o futebol de Blumenau práticamente foi riscado do mapa. A ressurreição do futebol de Blumenau dar-se-à no dia em que for construido um estádio de futebol e na sequência a formação de um time qualificado.

Abração

Edemar Annuseck

Olímpio disse...

Bom Dia Grande e Ilustre Amigo Adalberto Day.
Quando jogava Palmeiras versos Olímpico em torcia pelo Palmeiras.
Será que nosso Vasco volta para série A. Com esse time atual é melhor permanecer na série B para não sofrer novo vexame de rebaixamento no ano que vem.
Cordial abraço
Olímpio Moritz

sergio luiz buchmann disse...

Bom dia Professor Adalberto! Olímpico x Palmeiras Como citei a vc vc querido amigo fui 2 ou 3 jogos ainda muito menino levado por meu Tio João Krug vc deve conhecer. AS HISTÓRIAS de Olímpico x Palmeiras jogos de rivalidade dentro e fora de campo. Palmeiras um time + povão, Olímpico mais elite da época. Se não me engano em um ano dessa época os Palmeirenses roubaram de não me enganos uns carneiro q pertenciam ao Olímpico deu o maior bafafá rs.Vc ou Tarcísio Torres devem saber dessa história melhor q eu. Fico admirado e bem desgostoso de Blumenau não ter um time batendo de frente no senário Estadual,e Nacional triste. Ainda bem que temos grandes e boas lembranças de uma época que não volta mais! Grande abraço meu querido Professor e amigo Adalberto!

Theodor Darius disse...

Bacana Adalberto !

Muito legal abordar este momento histórico destes 02 times que marcaram época. Certamente um jogo emblemático. A reprodução literal do texto ainda ajuda a dar um aura mais nostálgica.

Acho sempre que o fim de algo que foi grande e bom deve ser bem documentado e relembrado. A reportagem vem a esse encontro.

Forte abraço e boas matérias a frente.

Theodor.

Anônimo disse...

Prezado Amigo Adalberto,

Quando garoto, das inúmeras atrações que Blumenau oferecia aos visitantes e para este visitante contumaz era, sem dúvida, assistir partidas no estádio do Olímpico, que era quase ao lado da casa dos parentes que nos hospedavam como também a proximidade da única arquibancada disponível, com o campo.

Lembro que a Alameda ficava tomada de carros estacionados em ambos os lados, nos dias de jogos e muitas vezes a fila para a compra de ingressos estendia-se quase até a pracinha que delimitava a via.

Era comum, no que hoje chamam de pré-temporada, jogos amistosos entre times do Rio ou São Paulo contra o glorioso Olímpico e lembro dos primos comentarem terem visto de perto os craques da época.

Pena Blumenau não ter mais representantes nos diversos campeonatos, mas em compensação dispõe de um guardião de sua memória que sempre nos brinda com lembranças preciosas de fatos que nos calam fundo.

Grande abraço,
Flavio Monteiro de Mattos

Tarcísio disse...

Beto . Estarei colocando em minha oração a sua recuperação . Que DEUS te proteja e cure. Obrigado pela noticia e reportagem sobre o ultimo jogo entre Olímpico e Palmeiras...............Abração e recuperação rápida ao amigo.
Tarcísio Torres.

Ludgero disse...

Bons tempos, eu não perdia um jogo do Olímpico.
Ludgero Amorim

José disse...

Meu pai era o Goleiro do Palmeiras. 1950 ATE 1964
JUCA assim era conhecido.
Jose Luiz Felsky

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...