"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

- Professor

       
Jornal que ajudei a montar - o nome minha sugestão.
Professor Adalberto Day   
Meu Primeiro dia!
Quando comecei a lecionar foi um momento espetacular de minha vida. No primeiro dia quando subia a rampa de acesso a E.E.B.M. Pedro II no Canto do Rio Progresso-Blumenau fui ovacionado por centenas de alunos que me aplaudiram mesmo sem ter ainda iniciado ou adentrado a uma sala de aula. Fiquei emocionado. Uma calorosa recepção que por instantes não entendi, depois pude perceber que a comunidade local era muito receptiva, cordial, calorosa com as pessoas e principalmente com os professores (bons tempos!). 
          Trouxe para sala de aula, minha formação acadêmica Bacharel e Licenciatura como cientista social e pesquisador da história, como também na bagagem 25 anos de RH – Recursos Humanos na Empresa Industrial Garcia e Artex.
Foram momentos raros de ensinamentos e aprendizado. Ganhei o carinho e o respeito dos alunos, direção, comunidade. Todos os dias ao adentrar no educandário, cumprimentava o porteiro Sr. João Batista de Oliveira, mais conhecido como “Sr. Cordeiro”. 
Pintura representa E.I. Garcia em 1912
     O carinho dele para comigo e sua generosidade foram tão grandes que me presenteou com pinturas que fazia com serragens e restos de pequenas madeiras. Estava ali ele sempre atento e prestativo, um homem que frequentou os bancos acadêmicos, em Minas Gerais na faculdade de Mineralogia. Perseguido pela ditadura esteve em cuba e região do caribe onde pôde se refugiar. Seu conhecimento era enorme.  Aprendi muito com ele, e o levei para as salas de aula palestrar história e conhecimentos gerais.
Mas antes de passar pelo Sr. Cordeiro, alunos me acompanhavam pelo caminho todos os dias. No interior da Escola, era muito amigo não só do porteiro (vigia), mas das merendeiras que faziam uma refeição, café por demais saborosas. Procurava ser amigo de todos inclusive dos professores.
No recreio muitas vezes jogava bafo com alunos e nas folgas entre uma aula vaga, jogava futebol de salão, vôlei e basquete.
No final de tarde, enquanto aguardava a aula noturna, sentava junto aos bancos do pátio da escola e ali era rodeado por alunos de todas as idades, desde os mais novinhos com quatro cinco anos que queriam me conhecer e depois mais tarde ser meu aluno.
Dei aula com muita satisfação e o mesmo carinho na E.E.B.E Padre José Mauricio, também no Progresso, onde pude apresentar meus projetos, pesquisas e feiras de Mostras Escolares. Também apresentei estes trabalhos de mostras e pesquisas em diversos educandários de toda região e Blumenau.
Adalberto Day Lecionando
           Ser ou não professor!
Diria que ainda sou e com muito orgulho. Só não estou professor em algum educandário. No entanto o que seria ser um professor?
Professor ou docente é uma pessoa que ensina uma Ciência. Arte, técnica, ou outro conhecimento.    Para o exercício dessa profissão, requer-se qualificações acadêmicas e pedagógicas, para que consiga transmitir/ensinar a matéria de estudo da melhor forma possível ao aluno.
É uma das profissões mais antigas e mais importantes, tendo em vista que as demais, na sua maioria, dependem dela. Já  Platão, na sua obra A República  , alertava para a importância do papel do professor na formação do cidadão.  
A Educação, sabemos, é dever do Estado e, vemos com os "bons olhos da esperança", que um dia cada criança, futuros cidadãos brasileiros, possam ver isso se tornar realidade.
Diante de tanta desordem institucional, não podemos permanecer passivos, de braços cruzados, precisamos participar, deixar de ser omissos. A sociedade sem participação é fraca, oprimida, e desunida, torna-se palco das discussões mais polêmicas, de intrigas, todos sabem o que falta, mas não encontram o caminho. A forma de fazer, e as soluções não saem do chão, por falta de iniciativa e liderança. Precisamos ser organizados, idéias as mais diversas, diferenças de toda ordem fazem parte de qualquer grupo social. Ao juntar-se a fé, a esperança de cada indivíduo, podemos dizer que vivenciamos a verdadeira fraternidade, sonhada por todos nós. Não devemos cair no descrédito, isso fará com que percamos a esperança. Vamos fazer nossa parte.
          Professor é aquele que ensina, respeita, se dedica e aprende com seus alunos. Nossos pais (ou familiares) foram nossos primeiros mestres, e com eles aprendemos a primeira história, aquela que seria (será) a história de nossa vida, nossa formação. Mas nosso aprendizado caseiro não é o suficiente, precisamos nos aprimorar e estudar na escola da vida e nos bancos escolares. 
Nem sempre nossos pais, nossos primeiros contatos com o mundo, o que nos ensinaram seria uma verdade absoluta. O que seria a verdade? A verdade é aquilo que aprendemos, mas nem sempre o que nos foi repassado é verdadeiro. A verdade absoluta não existe, e nossos primeiros contatos nos ensinaram aquilo que sabiam e aprenderam.
Dizia aos meus alunos: Estou aqui para “ensinar e aprender”, sim isto mesmo, aprendemos muito com os alunos.
Desde 1998 aposentado, posso desfrutar do carinho de ex alunos quase que diariamente. Com muito orgulho ouço deles sua satisfação em dizer que contribuí com sua formação e em suas carreiras promissoras. Alguns deles, advogados, dentistas, professores de História, Geografia, enfim várias atividades profissionais. Apresentam-me esposas, filhos e até netos.
Certo dia estávamos em uma Pizzaria, quando chega até nossa mesa um menino querendo me conhecer. Perguntei quem era ele, e respondeu ser filho de um ex aluno e que seu pai "sempre mencionava meu nome com orgulho".
Aluna nota "10" Gicelle dos Santos, após 18 anos mostrando trabalho por mim solicitado em 1994.  Imagem de 21/04/2012
Como aposentado profiro palestras em educandários, empresas, entidades, faço pesquisas, acompanho trabalhos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado em todas as universidades particular e federal. Colaboro também com todas as equipes de gincaneiros  GCB e com sua organização.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau. Arquivo de Adalberto Day.

25 comentários:

Gervásio disse...

Também sou, mas não estou mais professor em educandários. Obrigado pelo alô e cumprimentos pela data. Gervásio Tessaleno Luz.

Osmar Hinkeldey disse...

Bom dia Adalberto

parabéns pela brilhante matéria sobre esta importante, diria, vocação, de ser professor e como vc coloca como "ensinar e aprender" porque de fato é assim.
Parabéns a vc e a todos os professores pelo seu dia!
Abraço

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Cumprimentando vc,estendo o mesmo a todos os professores que lêem este texto. Vc ainda é uma raridade,exemplo,de um caráter invejável, por vezes penso,porque a categoria no texto referida não é tão valorizada? Pois sou do tempo em que se cantava o hino nacional antes das aulas,tínhamos muito respeito,e admiração pelos professores por entendermos que era uma extensão da nossa educação também, quantos puxão de orelhas recibiamos quando não éramos corretos, seja no aprendizado ou do comportamento.
Tenho muito orgulho de ter tido professores como vc,que aliás ainda contínuo aprendendo muito com seus textos,e história sobre nossa cidade,mais uma vez parabéns e muito obrigado por tudo.

Edemar disse...

Adalberto, você sempre será um Mestre, um Professor. Isso ninguém vai tirar de você.

Parabéns

Forte abraço

Edemar Annuseck

Pfau disse...

Parabéns amigo Beto
Pelo dia do professor.


O que importa é fazer o que se ama.
E ser feliz.
E é assim que você é.
Você tem o comportamento exato de um professor.
Você está disponível para ensinar e a todos.
Você está pronto sempre para explicar.
E para educar.
Sua vida é assim.
Sua sala de aula é enorme.
É eterna.
É do tamanho do Garcia.
É do tamanho de Blumenau.
Grande do tamanho de Santa Catarina.
Gigante e do tamanho que for necessário.
Grande o suficiente para você exercer esta nobre atividade.
A de professor.
Parabéns amigo.
José Geraldo Reis Pfau

Sérgio disse...

PARABÉNS MESTRE! A CADA DIA INDEPENDENTE DA MINHA, DA SUA,DA NOSSA IDADE SEMPRE APRENDEMOS COM VC! Obrigado por fazerem do aprendizado não um trabalho, mas um contentamento. Por fazerem com que nos sentíssemos pessoas de valor. Por nos ajudarem a descobrir o que fazer de melhor e, assim, fazê-lo cada vez melhor.

Obrigado por afastarem o medo das coisas que pudéssemos não compreender, levando-nos, por fim, a compreendê-las… Por resolverem o que achávamos complicados… Por serem pessoas dignas de nossa total confiança e a quem podemos recorrer quando a vida se mostrar difícil… Obrigado por nos convencerem de que éramos melhores do que suspeitávamos.

Feliz Dia dos Professores!
Sérgio Luiz Buchmann

Bruna disse...

Aos que foram e são mestres, meu muito obrigada e parabéns a nós, educadores, que ainda acreditamos nas pessoas!
Bruna Xavier

Flavio Monteiro de Mattos disse...

Amigo Adalberto,

Sua postagem é uma aula de dedicação e cidadania!

Parabéns a você e a Blumenau, por tê-lo como filho.

Flavio Monteiro de Mattos

Tatila disse...

Querido Mestre Adalberto Day!
Sempre tenho você e tantos professores no coração, mas num dia como hoje as lembranças ficam mais fortes. Quero dizer o quanto você foi e é importante na minha vida como pessoa e profissional. O quanto aprendi com suas histórias experiências e exemplo de ser humano.
Obrigado por tudo professor. Até breve.Um forte abraço, sua aluna Tatila.

Jackson disse...

Professor Adalberto Day Baita abraço para o sr. que sempre nos enche de conhecimento sobre a história de Blumenau. #DiaDoProfessor
Jackson Nunes

Willian disse...


Parabéns Beto! Tu és um gigante!
Willian Spengler

Raqueline disse...

Prezado Professor Adalberto.

Boa tarde, como vai tudo bem?

Escrevo-lhe para pedir autorização para citar seu blog em uma apostila que estou fazendo para meus alunos da escola barão.

Sou Raqueline, professora de Geografia do 6º a 2ª série do Ensino Médio e fui convidada pela escola para fazer uma apostila sobre a Geografia da cidade de Blumenau.

E na Geografia, trabalhamos com categorias, uma delas é espaço. Desta forma, fazendo a leitura sobre espaço urbano pensei em discutir na apostila um pouco da história dos bairros e encontrei no site do senhor.

Gostaria de pedir sua autorização para colocar seu nome na apostila e as referências do site, contudo, gostaria de saber se são arquivos pessoais ou existem outras referências sobre a história dos bairros que posso está me informando melhor.
Grata pela colaboração no processo histórico da cidade, isso muito engradece nosso conhecimento histórico e geográfico.

Desde de já, muito obrigada,

Atenciosamente

Prof. Raqueline da S. Santos

Raqueline disse...

Feliz dia do professor.

Inexplicável mesmo é se sentir tão completo em ser professor em tempos de vocações totalmente tendentes aos mágicos cursos que formam doutores em gloriosos quatro ou cinco anos.
Acho que é justamente o desafiador cotidiano de lutar por uma sociedade mais justa, seja nos laboratórios, nos gabinetes, na rua ou nos movimentos que faz do ser professor, mais que uma mera profissão que grita por reconhecimento.
Não que as outras formações não sonhem com uma sociedade justa, ou mais humana, as inquietações são próprias dos seres humanos, nem mesmo o mais declarado reacionário não nega ser um fiel defensor de uma sociedade diferente, justa, afinal de contas, tudo se trata de uma questão de conceito.
Com ou sem as paranoias conceituais revestidas de verdades absolutas, esta o professor, que em meio a um marasmo que se estabelece naquilo que se põe por intelectualidade instituída, tenta fazer das confusas consciências que se prontificam a aprender, a sua matéria prima.
Tudo isso só tem sentido diante do salutar sonho de ter como valor de seu trabalho a conquista da consciências em si, para que um dia se diga: - professor, você nos libertou, agora vamos assumir nossas vidas, e vamos ser pessoas livres, fraternas e iguais.

Parabéns meus caros companheiros professores.
Prof. Raqueline da S. Santos

Eliane Day disse...

Meu querido

Parabéns pelo nosso dia, adoro ouvir você falar sobre nossa história. Todas as vezes que conversamos, percebo que você faz da sua casa uma sala de aula, e não importa o número de alunos, sua fala é sempre com o mesmo entusiasmo, e quanto mais falas, mais vai inflamando a paixão pelo assunto.
Meu pai fez um quadro negro para eu brincar de escolinha, lembro que colocava banquinhos e o quadro na “estradinha” e com minhas amiga nos divertíamos, isto na rua 12 de outubro e neste pequeno paraíso.
Como sou professora de Artes, por vezes sou tachada de Professora estranha, normal na minha área, que amo de paixão.

Beijos meu querido e amado primo
Te amo muito.

Eliane Day

Alexandre disse...

Adalberto ....belíssima postagem, sua experiência nos enche de orgulho dessa profissão, Parabéns professor.
Prof. Alexandre Dias
Santo André, São Paulo

sergio luiz buchmann disse...

Boa tarde meu querido. leio sempre seu blog, e obrigado por ter publicado minha mensagem. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina...Novamente parabéns e grande abraço!

Walfrido disse...

Olá Beto,

Sou orgulhoso em ter um amigo como você, e quero parabeniza-lo nesse importante dia.

Um forte quebra ossos

Att.

WALFRIDO BACHMANN

ARLETE TRENTINI DOS SANTOS disse...

Em primeiro lugar parabéns ao professor que foi ,e que continua sendo.
É sempre gratificante demais visitar o seu Blog e conhecer um pouco mais de sua brilhante vida e carreira. Um professor que deixa boas marcas em seus alunos tem mesmo que ser reverenciado.
Sou filha de professor, irmã e mãe de uma professora.
Sei que tem que amar mesmo a profissão.
Abraços gasparenses.

Barreira disse...

Prezado amigo e professor Adalberto Day.
"SER OU NÃO SER EIS A QUESTÃO"
Professor Adalberto, sua vocação de ensinar e aprender como disse você, estão evidentes em todos os comentários a seu respeito, dos seus ex-alunos e companheiros desta nobre profissão. Os comentários à sua pessoa são autoexplicativos, no sentido de retidão, honestidade, conhecimento, carácter e cidadania. As palavras falam por si só. Meus parabéns professor e muito obrigado de tê-lo como meu amigo!
Um grande abraço.
Lourival Barreira.
São José dos Campos - SP
Ex Goleiro campeão em 1964 pelo Olímpico.

Georg disse...

Amigo...Adalberto

Pátria educadora.

Para termos qualquer profissão ou formação, antes de mais nada devemos ter tido em algum momento um professor.

PROFESSOR a base de tudo.

Parabéns PROFESSOR.

Neste Pedro II, o meu ex e falecido sogro, sempre com muito respeito Sr. Rodolfo Roepcke, ganhou lá nos anos 80 um fusca na rifa.
Henry Georg Spring

Bráulia disse...

Oi Adalberto valeu
parabéns pelo nosso dia.
dia do professor.
abraços Bráulia

Urda disse...

Oi, Adalberto, só agora consegui ler. Que maravilha de depoimento! Também fui professora, já na aposentadoria, e agora que terminei o doutorado, pretendo voltar a ser, tanto gosto da sala de aula! Parabéns, companheiro!
Urda Alice Klueger.

Jochen disse...

Adalberto
Quando era aluno, lá na Alemanha, apareceu um cara na escola e deu uma palestra. Sabe sobre o que: Brasil! Não me lembro de muita coisa que apresentou, mas me relembrei que ele falou dos meninos na rua, jogando futebol. Não tinham uma bola, então jogaram com laranjas, falou.
O Sr. cita um mineiro ou um cidadão que estudou mineralogia. Pois é, só podia ter sido na faculdade de Ouro Preto! Cidade que conheço bastante, porque vivi 10 anos em Belo Horizonte...

Parabéns, professor!

Abraços,
Jochen G. Rohlfs

sergio luiz buchmann disse...

BOM DIA PROFESSOR ADALBERTO.PARABÉNS E PARABÉNS MESMO!Como vc sabe amo essa frase:A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação.SER PROFESSOR A PROFISSÃO DAS PROFISSÕES!Invejável seu primeiro dia de aulas, primeiro dia que muitos não tem hoje,pois já são julgados antes mesmo de se apresentarem a seus alunos.E indo ao meu lado aluno,lembro de meu 1º dia de aula lá no nosso São José rs. Bem eu levado por minha Irmã ao ser chamado pelo nome engoli o choro,e foi ao encontro de minha primeira professora a Dona Zuma me lembro dela com carinho ate os dias de hoje. Ela a que me ensinou a ler,morava na Vila Próximo a escola.Sabe que por muitos anos sempre pensei em encontra-la dar um abraço e agradecer.Nunca fui um maravilhoso aluno na escola + ate ia bem.Quando criança pensava em brincadeiras, principalmente futebol rs.Já depois de 14 anos começando a trabalhar,estudando a noite, já se achando (Homem)me desliguei muito do aprendizado escolar,tanto que meu apelido no Celso Ramos era turista rs, pois só ia ao colégio as segunda feira + conseguia passa rs.Tanto que parando de estudar fui concluir o Ginásio no Pontinho Estudantil.Hoje só tenho a agradecer a muitos professores que passaram por minha vida tanto na escola,como na vida,e ate hoje sou um eterno aluno tanto na vida REAL, COMO VIDA VIRTUAL. PARABÉNS AOS PROFESSORES QUE PASSARAM E PASSAM POR MIM ATE HOJE E PRINCIPALMENTE A VC PROFESSOR ADALBERTO, E RECEBA MEU GRANDE ABRAÇO!

Alexandre disse...

Mestre, parabenizando o amigo, externo minhas homenagem, gratidão e respeito a todos os nossos nobres Professores. Abraços!!!
Alexandre Farias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...