"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

- Camisinha

    CAMISINHA

Por José Geraldo Reis Pfau/Publicitário em Blumenau.


Através da comunicação é que ficamos conhecendo muitas das novidades.

E uma agência de propaganda é fundamental neste processo, trabalhando de forma genérica em todas as áreas, desenvolvendo com criatividade oportunidades para divulgar um produto ou serviço.
Certas estratégias de comunicação não acontecem como deveriam ser. E passam, assim, a criar um modismo e se destacar de um jeito totalmente diferente daquele para o qual foram programados. Propaganda é apaixonante.

Em novembro de 1984, quando assumimos a SCRIBA¹ Propaganda, ela era referência em propaganda no Vale. Há quem a defina como a escola da propaganda daqui à época. Em Santa Catarina, era a mais representativa no interior, e uma agencia não atrelada a contas governamentais.

Na promoção dos nossos negócios, estávamos como sempre presentes a todos os momentos importantes na cidade. Realizava-se aqui, então, uma edição do Congresso Nacional de Urologia, um evento de medicina, nas dependências do Teatro Carlos Gomes, coordenado pelo amigo Dr. Orlando Praun Junior.

Participamos na divulgação, na realização e criamos um brinde que ficou marcante. O amigo empresário Sergio Graff me entregou há pouco tempo o exemplar que achara guardado num livro de sua biblioteca.

O brinde era de papelão, num formato de caixa de fósforo de papel.

Com textos impressos na frente e verso, a caixa tinha grampeado no seu interior uma camisinha (preservativo). Na época, a embalagem dos preservativos ainda tinha jeito de produto farmacêutico (transparente).

Camisinha de Vênus era um dos métodos utilizados para evitar a gravidez indesejada. Ou doenças sexualmente transmissíveis. As camisinhas de látex não eram novidade, pois adquiriram popularidade a partir da década de 1930.

Nas seguintes, foram caindo em desuso, principalmente após a descoberta da pílula anticoncepcional na década de 1960. Mas o aparecimento da AIDS, nos anos 1980, mudou para sempre a mentalidade mundial. A imprensa começou falar da doença e da necessidade de usar preservativos para proteger-se dela.

Solteiros ainda não estavam conscientes da necessidade do uso. Os casados jamais poderiam admitir guardar nos bolsos, imagine as senhoras ter nas bolsas, uma camisinha. Nas conversas sociais, o preservativo era um dos temas.

O nosso brinde então passou a ser uma agradável brincadeira, interessante para todos, pois era uma peça criativa. As pessoas o tinham nos bolsos ou nas bolsas, até para ilustrar suas conversas sobre o tema. Embora num ambiente médico, a presença da camisinha estava sendo oportuna. Certamente, deve ter sido uma das formas de todos conhecerem melhor o que era, e para que servia, a camisinha.
Osmar Laschewitz adiciona os registros da história da SCRIBA:
A Scriba Studio, Assessoria e Propaganda foi fundada em 17 de Dezembro de 1973 e do seu contrato social original constam: Osmar Laschewitz,Ivandel de Souza e os já saudosos: Horácio Antonio Braun e Getúlio Curtipassi.
Ela começou, de fato numa sala do Edifício Londrina, na Rua XV de Novembro, onde no térreo, hoje funciona o Restaurante Chinês.
Numa segunda fase a sociedade se alterou, com a saída de Getúlio Curtipassi que foi pra Propague, Horácio Braun que assumiu o dpto. de marketing da Marcatto- Industria de chapéus de Jaraguá do Sul, e Ivandel de Souza que foi contratado pela Granja Coravi.

Nessa ocasião se tornou sócio da agencia, Carlos Hering - o Cao, recém egresso do curso de publicidade da PUC de Porto Alegre e que nos anos de faculdade estagiava na Scriba. Cao foi sócio da agencia até 1982 quando fundou a Direcional propaganda e, dois anos depois, Osmar aceitando o convite da RBS, passou o controle societário total da Scriba, para o Pfau. Portanto, há mais de 40 anos vivemos essa epopeia do início das atividades das agencias de propaganda em Blumenau.

¹ A Scriba Propaganda surgiu numa sala na XV (perto do Chinês), depois foi para uma casa na Rua Floriano Peixoto (perto do HSIzabel), depois na Alameda, Numa casa esquina com Rua Engenheiro Rodolfo Ferraz depois para Rua Itajaí nº 36 (inicio prédio casa que foi da Falce representações - ao lado do SINE) local aonde eu comprei, mudei para a Rua Antonio da Veiga Nº 69 1º andar - edificio Renato Veículos. 
Ela foi fundada por três publicitários (outros) e em seguida adquirida pelo Osmar Laschevitz. 
Comprei dia 15 de novembro de 1983
Texto e colaboração José Geraldo reis Pfau/publicitário em Blumenau

5 comentários:

Rogério Neri disse...

Tive o prazer de durante um período da minha vida trabalhar com esse mestre do atendimento e criação. Zé Phau, próativo, envolvente, sempre de alto astral, continua demonstrando seu potencial na atual agência e um mestre do Varejo.
A Scriba tinha um belo time: Beto (hoje Free) e Júlio, arte, Neli Ferreira, coordenação de mídia, Marlene fazendo a ponte entre a produção e o resto ada agência. rígida e competente,
Godô, produção eletrônica. Trabalhei no atendimento durante algum tempo depois de ter passado por veículos de comunicação como rádio, TV coligadas, JSC, e Furb na gestão prof. Tafner.
Bela escola. Entusiasta e dinâmica.

Valdir Salvador disse...

Coisa bonita ver falar de,scriba e confirmar do grande conhecimento de vendas de varejo,pois foi a unica coisa que aprendi desde criança com as vendas de gibi na porta do cini Buch, Atendimento de pessoas com o pensamento de ficar rico com o jogo de Bingo, atendimento e pioneiro da banca do sebo no calçadão da rua 15, (Saudades) e fui um dos mais forte comerciante de camelo de festas de Igreja com o pionerismo do balão a gas, para depois trabalhar em salon de Snuker e garçon, lidei com todo tipos de gente em meu atendimento, para depois ingresar na grande lojas de Dr Hermes Macedo para ser comandado pelo meu Heroi Sr, Osmenio Pfau ai completei com sua aulas o meu conhecimento tambem de administração hoje toca minha propria loja Antiquario Salvador, e ja tive com orgulho tambem no ramo de bar e Churrascaria Samambaia, e não me envergonho de meu curriculo, parabens Sr José Reis Pfau pela tua conquista.........Abraços deste amigo Valdir Salvador

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Eu também ouvi falar muito sobre a ftaze( ponha isso na cabeça), ficou marcado por muito tempo,vou repassar este texto para meu filho Felipe,que tem formação em publicidade, parabéns pelo trabalho.

Elma disse...

Sem dúvida Zé, você é uma "pessoa" que poderia sem sombra de dúvida escrever um(s) livro (s) com estas historias e lembranças de acontecimentos que marcaram uma época, gerações.
Show esta ideia, contudo mais brilhante ainda é você conseguir resgatar este exemplar que estava guardado no meio de um livro ... e fica a pergunta: Como foi parar lá? kkk
Obrigado por compartilhar.
Abs
Elma Protski

Osmar disse...

Meu preclaro Zé Pfau...
De fato , em se tratando de um ambiente de urologia o brinde não poderia ser mais criativo.
Merecia Leão de Ouro na categoria brinde.
Como não concorreu ao premio, vale ainda os cumprimentos pela excepcional criatividade dos escribas de então.
Abraço/Osmar Laschewitz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...