"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 20 de maio de 2014

- A tragédia anunciada em Blumenau

Apresento hoje o TCC (vídeo) da Jornalista Sônia Bridi, sobre a enxurrada na madrugada do dia 14 de Outubro de 1990 no Grande Garcia para que sirva de lição e não nos esqueçamos do ocorrido, servindo como reflexão. O tempo passou e as cicatrizes ficaram. Os problemas se repetiram em 15 de Novembro de 1991, 1996, 22/23/24 de novembro de 2008 e continuam.
O prefeito de Blumenau na época era Victor Fernando Sasse (02/04/1990 – 31/12/1992). Liguei para ele as 02:35 horas da madrugada do dia 14 de outubro de 1990, anunciando a tragédia. 
O governador já em final de mandato era Casildo Maldaner. O então eleito e futuro governador era Vilson Pedro Kleinubing ex prefeito de Blumenau (01/01/1989 – 01/04/1990) . 
As Ruas mais atingidas foram: Belo Horizonte, Glória, Rui Barbosa e São Boa Ventura. Bairros Glória e Progresso.
Foram 21 mortes distribuídas entre as ruas citadas. Uma vitima ainda não foi encontrada até os dias atuais.
Muro junto Artex atual Coteminas
Naturalista e ecólogo Lauro Eduardo Bacca
Na reunião do dia 13/10/1990 (sábado) da Associação "METAJUA" Associação de Moradores das ruas Emílio Tallmann e Arredores da Associação Artex, Bacca proferiu uma palestra sobre os riscos de deslizamentos nas encostas e enxurradas no Grande Garcia. Algumas horas depois na madrugada de 14 de outubro a tragédia aconteceu. 
"A tragédia anunciada". 
No vídeo que podemos acessar a seguir através do link abaixo, refere-se a enxurrada de 14 de outubro de 1990 no Grande Garcia, mais precisamente bairros Glória, e Progresso. O documentário faz parte do TCC da Jornalista Sônia Bridi.
Assistam clicando:

Texto Adalberto Day/TCC jornalista Sônia Bridi. 
Para saber mais sobre enxurrada no Grande Garcia acesse clicando em:

10 comentários:

Zuleica Hort Comandolli disse...

Eu me lembro dessa tragédia,foi terrível,muitas mortes,lamentável o que nossa cidade já passou.

C. Siebert disse...

A gente gostaria de esquecer, mas é importante lembrar para aprender com os erros do passado e, assim, evitar repeti-los no futuro. Precisamos de uma política habitacional consistente para evitar a ocupação das áreas de risco.

Anônimo disse...

Triste mesmo...e o povo bravo e trabalhador de Blumenau não ficou choranda á rede globo, como fazem outras regioes do Brasil quando acontecem alguma tragedia

Pedro Becker
Porto Alegre-RS

rdeggau disse...

Obrigado por compartilhar e nos fazer lembrar do nosso papel de cidadão no acompanhamento do que fazem os que nos dirigem.

Anônimo disse...

BOA TARDE SR DAY.
ISSO É TRISTE DEMAIS. AQUI FOI MOSTRADO AGORA O QUE MUITOS PENSAM EM ESCONDER.
SONIA BRIDI MOSTROU CLARAMENTE A REALIDADE DOS TRISTES FATOS DESTA GRANDE TRAGÉDIA.E OUTRAS MAIS JÁ ACONTECERAM.CREIO QUE NINGUÉM DÁ OUVIDOS AO LAURO BACCA MOSTRA COMO CERTO E ERRADO.MAS OS QUE GOVERNAM TEM OBRIGAÇÃO DE POR EM PRATICA AS COISA CERTAS.
NÃO IMPORTA O TANTO DE TEMPO QUE SE FOI A DOR DESTAS MARCAS FICARÃO PARA SEMPRE.OBRIGADA SR DAY.ABRAÇOS GASPARENSES DA ARLETE TRENTINI DOS SANTOS

Valdir Salvador. disse...

Alo Beto e familia todos bem? otimo, sem comentarios tristes ja estou ivitando saber,vamos falar de coisas boas, por exemplo tenho certeza que tua saude esta em franco progresso de melhora que bom. e viva nossa corrente de orações, abraços Valdir

Isabel disse...

A falta de respeito com a vida continua até hoje. Aos políticos o que interessa é o benefício próprio com as verbas e se reeleger. Só quem passa sempre por este tipo de tragédia é que sabe quanto é difícil reconstruir sem apoio algum. Pior ainda é para os que perdem um ente querido, amigo, vizinho a dor é marcante e revoltante.
Maria Isabel de Oliveira

Nilton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Como esquecer este dia tão fatídico em nosso bairro, se não me engano todas as tragédias de cheias em nossa cidade , a região sul sempre foi a mais atingida, talvez por sua topografia , não sei.
Naquele dia era madrugada quando tentamos chegar até na rua da gloria, mas era impossível pois a curva da Artex, estava tomada por uns 2 metros de água talvez, então como eu conhecia um pouco subimos na cantina da Artex e caminhamos pelo então antigo campo do DOZE para chegarmos na casa da Mãe de um amigo que fora atingida pelas águas na Rua da Gloria, lembro que no retorno na curva comentada anteriormente tinha um corpo do sexo feminino em meio aos entulhos que por ali paravam, realmente só que presenciou sabe da tragédia, lembro também dos curiosos de plantão que vinham com suas câmeras para registrarem a desgraça alheia, falo dos turistas que se encontravam na cidade devido a OKTOBERFEST , talvez a pior de todas até naquele ano, pois acho que a de 2008 fora há mais trágica.

Adalberto Klüser disse...

Xará,

Enviei email pra você, mas retorna. Preciso falar contigo: kluser@uol.com.br

Wieland Lickfeld disse...

Caro Adalberto, de fato um evento muito triste ocorrido em nossa cidade. Provavelmente nunca saberemos o que levou Sônia Bridi e tratar a situação com tal tom de ironia. Estava em início de carreira e hoje talvez tratasse a questão de outra forma. Recentemente estivemos num destes locais em passeio turístico do qual o amigo participou. Um lugar de belas paisagens, mas, ficou claro, também de risco para os moradores lá estabelecidos. Que não volte a ocorrer tal tragédia por aquelas paragens. Grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...