"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 3 de setembro de 2013

- Blumenau, 16 décadas de existência

BLUMENAU, 16 DÉCADAS DE EXISTÊNCIA!

Por Carlos Braga Mueller

Na história do Universo os anos se contam aos milhares, porque existimos há milhões de anos.

A propósito, festejamos em setembro mais um aniversário da fundação de Blumenau, 163 anos de vida.
Nada mais, nada menos que 16 décadas de existência. E mais três aninhos de lambuja.
Enquanto a humanidade vivencia duzentas e dez décadas da era cristã, aqui nos conformamos com dezesseis e partimos para a 17ª.
Então, é preciso ter bastante paciência com o assentamento dos nossos costumes e tradições. Enquanto nossos avós falavam bem a língua da mãe-pátria européia, hoje temos que procurar de lupa alguém que fale apenas o alemão e não consiga entender nada de português.

Quando se queria ver a área rural do município, íamos a Itoupava Central; isto há apenas 3 décadas. Hoje, o que resta de rural por ali é muito pouco e para ver os colonos e suas plantações temos que subir a serra e ir até a Vila Itoupava, onde o tempo parece ter parado por algumas décadas....
Foi o prefeito Lazinho que restaurou, para não dizer reinventou, os clubes de caça e tiro, há apenas 4 décadas, para relembrar tradições da Alemanha, que nem existem mais na Heimatland !

Beto Carrero lamentava que não tivessem dado a ele a oportunidade de localizar no terreno da antiga Companhia Jensen o seu parque tão sonhado, que acabou sendo o Beto Carrero World, hoje mola propulsora do turismo no litoral norte do Estado. A primeira atração do seu parque: uma Vila Germânica na Penha !
Temos um parque germânico bem no centro, que encanta a quem nos visita. Mas tem raízes alemãs ? Claro que não, porque de alemão Blumenau tem muito pouco. O Parque Vila Germânica se originou da FAMOSC – Feira de Amostras de Santa Catarina, que construiu o pavilhão A para mostrar a pujança industrial e comercial de Blumenau. E foi por ali que começou a nossa festa da cerveja, com o ponta-pé inicial dado pelo prefeito Dalto dos Reis em 1984.

Assim como a arquitetura blumenauense dos nossos antepassados perdeu-se com as cruéis demolições, incentivando a construção de arremedos do enxaimel,  também a Oktoberfest é pura fantasia.
Lembro que por volta de 2001 surgiu um movimento interno na PROEB questionando a validade ou não dos brinquedos da Planetapéia nos desfiles da “festa alemã”. Felizmente alguns empedernidos questionadores acabaram se convencendo que os brinquedos do Nerino não eram tradições alemãs; mas sim tradição da  própria festa, à qual estavam incorporados há anos !
E assim, ano após ano, nossas gerações vão vivendo suas vidas, acompanhando as mutações culturais, aplaudindo ou criticando, mas sempre amando a nossa querida cidade.
Parabéns Blumenau, pelo teu aniversário. De coração!
Carlos Braga Mueller Jornalista e escritor
Arquivo Adalberto Day

4 comentários:

LUIZ BARREIRA. disse...

Após esperar receber o link da matéria sobre o aniversário de Blumenau, posso tornar visivel a mais pessoas a minha alegria, e grata satifação, de ter conhecido,vivido, casado e trabalhado nessa aprazível cidade do Vale do Itajai. Parabéns a Blumenau, e que continue trilhando o caminho do desenvimento e da arte de bem receber os turistas.

Werner Henrique Tönjes disse...

Agradeço os historiadores dedicados que nos relatam como era a região,para conhecimento geral.

Victor disse...

Boa noite Sr. Adalberto

Gostaria de dizer que cada dia que passa me torno mais fã de seu trabalho e amor pela historia de nosso bairro e cidade, estive visitando meu tio Carlos Loos neto (calinho), e conversamos por horas sobre a historia da família, ele mencionou o Sr. E disse ser um fã seu também.

Bom.. temos uma certa duvida sobre nossa ramificação da família, no arquivo histórico (trabalhei no período de 97/98) não encontrei nada a respeito. Gostaria de saber se há algum documento ou relato sobre a origem de meu bisavo Carlos loos e ou Lorenz Loos, se a ligação com os Loos do Jordão são próximas, ou se afastaram pelo tempo.
Essa nossa localidade que pertenceu ao meu bisavô, que deu inicio a escola, (virou pensão, se não me engano), como ele ganhou a terra, se comprou .
Eu pretendo visita-lo em breve e dar um forte abraço e agradecer essa historia linda.
Muito obrigado

Victor Hugo Loos

Osmar Hinkeldey disse...

Bom dia Adalberto

muito bem escrito a matéria. Parabéns ao Braga.
Parabéns a Blumenau por mais um aniversário e agora já são 163 anos!
As tradições alemãs, na verdade, vão se amoldando em razão da diversidade cultural existente.
Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...