"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

- Sociedade Concórdia

CLUBE RECREATIVO, ESPORTIVO E CULTURAL CONCÓRDIA – ITOUPAVA CENTRAL
Os Schützenvereine, como eram chamados em língua alemã os clubes de caça e tiro em Blumenau, e em outras regiões do sul do país, são instituições germânicas muito antigas que remontam à idade média. Trazidos para o Vale do Itajaí com a imigração, tiveram relevante papel na vida social, cultural e recreativa dos imigrantes. Este tipo de sociedade veio representar com a família e a igreja a terceira célula da vida dos colonos teuto-brasileiros, servindo de base para a formação da vida social da colônia Blumenau. Texto: Suely Petry
________________________________

Schützenberein Eintracht
Fundado em 29 de abril de 1899, o “Schützenberein Eintracht” testemunhou a própria evolução do bairro Itoupava Central, região que compreendeu um dos vértices de expansão da colonização em Blumenau, logo após sua fundação pelo Dr. Hermann Blumenau, em 1850.
Situado junto á Rua Dr. Pedro Zimmermann, outrora a estrada principal que ligava a cidade de Blumenau às colônias de Pomerode e Jaraguá do Sul, no século XIX, o Clube concentrava os eventos sociais, esportivos, culturais, educacionais, religiosos e políticos da comunidade.
Em 1918, as atividades destas sociedades foram fechadas por ordem do Governo Federal em conseqüência da 1ª Guerra mundial, voltando as suas atividades normais no ano de 1919. Em 1938, o “Schützenberein Eintracht” mudou seu nome para “Sociedade de atiradores Concórdia” obedecendo às leis da Campanha de Nacionalização.
Atualmente com o nome de clube Recreativo, Esportivo e Cultural Concórdia, conta com aproximadamente duzentos sócios,muitos deles têm laços de parentesco com os fundadores. São os filhos, netos e bisnetos dando continuidade à tradição legada por seus antepassados de origem germânica. Texto Clube Concórdia

ARQUITETURA
A antiga sede do Clube Recreativo Concórdia possui excepcionalmente valor histórico e arquitetônico, sendo uma das construções em enxaimel das mais expressivas ainda encontradas no município de Blumenau.
O conjunto é composto por dois edifícios contíguos em enxaimel, com telhados de duas águas, sendo que o menor abrigava a residência do ecônomo e o outro, mais extenso, destinava-se á administração e bar. Um terceiro volume, disposto perpendicularmente ao bar e construído em alvenaria autoportante de tijolos, também coberto por telhado de duas águas, abrigava o refeitório, cozinha e demais dependências de serviço. Merecem destaque a precisão e riqueza dos encaixes das peças estruturais em madeira e a delicadeza dos acabamentos em tijolos, tanto nas paredes de vedação das partes em enxaimel como nas paredes de alvenaria autoportante da cozinha.
Texto Fabiano Teixeira e Omato Arquitetura
_________________________

PROJETO DE RESTAURO
Com a transferência das atividades do Clube para uma nova sede em 1997, as edificações centenárias ficaram sem uso e encontravam-se em avançado estado de deterioração.
Considerando a importância histórico-arquitetônica da antiga sede do Clube Recreativo Concórdia e a preocupante situação em que se encontrava, colocando em risco sua própria existência, os sócios e a comunidade blumenauense decidiram recuperar e valorizar o conjunto arquitetônico,transformando-o em um espaço cultural através de um projeto global de restauro e adequação de uso.
Para tanto buscou-se, no ano de 2007, o apoio do Estado através do SEITEC – Sistema Estadual de Incentivo ao Turismo Esporte e Cultura, o qual aprovou o projeto possibilitando o aporte de recursos para realização da obra. Buscou-se também o apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau que investiu na contrapartida .

USO DO ESPAÇO
Paralelamente ao desenvolvimento do projeto de restauro, concebeu-se uma proposta de utilização dos espaços.
A parte frontal do imóvel, que abrigava as acomodações do ecônomo, receberá o Museu dos Clubes de Caça e Tiro da Região de Blumenau.
A área perpendicular ao museu receberá um espaço de gastronomia típica.

MUSEU
Além da restauração do imóvel, o projeto prevê o uso do espaço para abrigar o Museu dos Clubes de Caça e tiro da Região de Blumenau. Serão criadas condições para o gerenciamento ambiental, reserva técnica para guarda e preservação do acervo, projeto luminotécnico, mobiliário de exposição, administrativo e de pesquisa, segurança contra sinistros, e conservação. Do ponto de vista institucional, as ações de levantamento, identificação, seleção, tratamento técnico, guarda, definição dos eixos temáticos e difusão dos acervos das sociedades e clubes de atiradores serão desenvolvidas pela Fundação Cultural de Blumenau. Arquivo Histórico José Ferreira da Silva e a Associação dos Clubes de caça e Tiro da região de Blumenau. Estas entidades irão gerir o espaço, garantindo a dinâmica requerida para que possa cumprir seus objetivos de proteção, fomento e difusão do patrimônio cultural destas sociedades.

ESPAÇO DE GASTRONOMIA
Outra proposta do projeto é o espaço de gastronomia, que além de manter e valorizar a tradição culinária trazida pelos imigrantes se tornará fonte de renda para o clube.
No espaço disposto perpendicularmente ao museu, que originalmente abrigava a sala de jantar, cozinha e demais dependências de serviço do Clube, funcionará um restaurante que servirá pratos da cozinha típica alemã e da internacional. O mesmo será administrado pelo Clube Recreativo, esportivo e Cultural Concórdia
Arquivo: Clube Recreativo, esportivo e Cultural Concórdia

2 comentários:

Cao Zone disse...

Essa é a verdadeira alma alemâ: trabalho & diversâo. Nem mais o um, nem mais o outro, os dois a medida certa. E você Adalberto Day sabe como ninguém resgatar isso para nosso deleite.

ValeItapocu disse...

O Atual Distrito de Itoupava Central, tem ainda uma série de atrativos históricos e culturais, que são retratos vivos da cultura germânica (alemã e pomerana) dos antepssados,os imigrantes.
Difundir projeto dessa envergadura, é o compromisso com a história e a memória da nossa gente.
Foi da Itapouva, no trancorrer das três primeiras décadas do século XX, que, migrou diversas famílias germânicas, as quais constituem parte expressiva da população de Schroeder (SC), atualmente. Essas inúmeras familias prosperam , atuando inicialmente, como colonos e atualmente importante mão de obra qualificada das principais indústrias de Schroeder, Jaraguá do Sul e Guaramirim, no Vale do Itapocu. Com a presença dos itoupavenses, a cultura germânica se difundiu, gerando as sociedades Bracinho, Bandeirantes, Rio Camarada e salões de bailes, como do Leopoldo Wagner, Streit e Borchardt.
E a constribuição dos alemães não ficou restrito a isso, pois, o associativismo possibilitou a fundação de uma Organização Comunitária Alemã, que desde 1910 até 1930, contratava pastores e professores para suprir a educação dos filhos dos colonizadores, constituindo o mais rico modelo de ensino, as chmadas escolas étnicas. Atualmente, são alvo de pesquisas para estudantes de mestrado e doutorado. Portanto, a presença dos colonizadores de Itoupava resultou na formação de um dos municípios que mais cresce em Santa Catarina: Schroeder.Essa cidade é sede da Reserva Ecológica do Bracinho, um patrimônio verde, para o Brasil, orgulho para nós catarinenses.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...