"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 31 de outubro de 2010

- O Trovador e o Banhista

Apresentamos uma pequena homenagem ao Grande Trovador do Garcia Silvio Godri. Conhecido em toda região, Godri com seu acordeón fazia a alegria de muita gente durante as décadas 50/70 do século passado.
Também mostramos a alegria da garotada ao banhar-se no então Ribeirão Garcia, representado na figura de nosso amigo Osni Wilson Melin. Na época além águas límpidas e caudalosas, com boa profundidade e excelentes locais para a pesca.
__________

O Trovador
Imagem de 1962 mostra o grande trovador Silvio Godri (de acordeón), acompanhado de Mário Melin (direita) e Cristovão Rachbert Rosembock, que seguram um cartaz com os dizeres “3ª Turma - Coruja - Pinga com limão”. A foto foi tirada no pasto do Sr. Bernardo, hoje pertencente à Associação Artex. (Imagem: arquivo pessoal de Osni Wilson Melin e Adalberto Day)
Publicado no Jornal de Santa Catarina
30/09/2010 -  ALMANAQUE DO VALE
Da editoria de Geral

Hoje neste local localiza-se a Associação Artex
A Associação Artex foi fundada em 20 de Junho de 1971.
Os dirigentes da Artex acabaram com o clube Amazonas. Aterraram impiedosamente uma das mais belas praças esportivas de Santa Catarina da época, mas ergueram um novo e moderno estádio, no antigo campo do Niteroi (time que pertencia aos moradores da Rua Emilio Tallmann), posteriormente passou ser do América (funcionários da Artex), que anteriormente era conhecido como pasto do Sr. Bernardo Rulenski, seu antigo proprietário.
Por volta de 1970, a Artex comprou este local e fundou em 1971 a Associação Artex.
______

Mergulho no Ribeirão Garcia
Imagem de 1966 mostra um jovem desconhecido banhando-se no Ribeirão Garcia. Na época, era comum as pessoas mergulharem no ribeirão, que, com águas límpidas e caudalosas, proporcionava um belo lazer. O local da foto é próximo à ponte da Rua Catarina Abreu Coelho, no Bairro Progresso. (Imagem: arquivo pessoal de Osni Wilson Melin e Adalberto Day)
Publicado no Jornal de Santa Catarina
27/10/2010 - ALMANAQUE DO VALE
Da editoria de Geral
O local mostrado na imagem acima, localiza-se na Rua Catarina Abreu Coelho com acesso à Rua Júlio Heiden.
Por muitas vezes a passarela foi destruída pelas enxurradas, como em 17/dezembro de 1983 e 23/novembro de 2008. Prometida pelo atual prefeito João Paulo Kleinubing desde 2005, ser refeita de concreto, mas nunca foi "concretizada" sua promessa junto aos moradores, por diversas vezes.
Arquivo de Adalberto Day e Giovani Luebke

4 comentários:

Rodrigo Rocha disse...

Muito legal me parece ser um lugar muito bonito
Um grande abraço e ótimo Domingo

ValeItapocu disse...

Alguém pderia narrar o histórico desse ribeirão, entre os de 1850 1950? Quem morava as margens desse imenso braço do Rio Itajaí Açu? Quais são as histórias de pescadores?

ValeItapocu disse...

Alguém saberia narrar um enterro, cujo cortejo fúnebre atravessou uma pinguela numa época de chuvas e cheias no Ribeirão Garcia?

Cao Zone disse...

Áh banho de rio. Só mesmo você Norberto Day para resgatar essa delícia. Quem nunca tomou banho de rio não flambou a juventude. Vejam como a coisa é forte, sábado de praia aqui na cidade naravilhosa de São Sebastião do Rio de Janeiro e a internacional praia de Ipanema fica logo alí. Menina dourada? Só ao sol de Ipanema né?. Depois lá tem as comidinhas, as bebidinhas, as livrarias e o visual andante... Bem... o maior km2 de sexo oposto bonito que eu conheço mundo à fora. Mas o matreiro caboclo aqui reune a família, o farnel e viaja mais de 80 km em sentido contrário ao do mar, serra à dentro. E para que? Para tomar banho de rio. Lá na laje da CEDAE, no rio Guandu, na cidade de Seropédica. Lá nós pescamos bagre na linha, cará na tarrafa, temos cóve pro que der e vier (esse cóve é especial, sua isca é formada por pedaços de louça porcelana legítina da Cia. das Índias). Só não coloco a mão em toca de cascudo. Sou ainda apenas um pescador júnior. Mas um dia eu chego lá. Áh banho de rio. Só mesmo você Norberto Day para resgatar essa delícia.
Obs.: na volta batemos ponto na chopperia Garota de Ipanema (Rua Vinícius de Morais, 49 - Ipanema), que ninguém é de ferro. Sim foi lá que os marmanjos Vinícius & Jobin "secavam" as meninas que iam pra praia na outra quadra. O resto da história o mundo todo conhece.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...