"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sábado, 9 de maio de 2009

- Walter Heiden , e seu Táxi a Álcool.

Histórias de nosso cotidiano:
Apresentamos uma curiosidade do colunista André Luiz Bonomini relatando o financiamento que foi oferecido aos taxistas para adquirir seu veiculo, movido a álcool em Blumenau a partir de 1982.

"Voyage LS /1983, Placa JL-2246"
Por André Luiz Bonomini
Em 1982, Walter Heiden e seu Voyage entravam para a história dos táxis em Blumenau, o primeiro a possuir motor a Álcool.
Em uma certa noite, enquanto vasculhava sempre curioso e atento, os arquivos do meu avô, Godofredo Heiden, me deparei com muitas relíquias que eu mesmo não imaginava encontrar, exemplo : as notinhas fiscais da antiga COBAL, do supermercado do SESI e também da saudosa Cooperartex.
Porém, um recorte de jornal Santa Catarina, me chamou a atenção, datava-se, 7 de agosto de 1982, e falava sobre o Sr. Walter Heiden, na época com 48 anos que adquiria, através de financiamento de 24 meses realizado em uma linha de credito especial para taxistas da Caixa Econômica Federal . Na oportunidade em 1982 Walter já atuava há 29 anos na profissão, o ponto em que localizava-se seu táxi era na Rua Namy Deeke, onde hoje está a Receita Federal. Antes ele exercia a profissão ao lado do Cine Blumenau. Acompanhe mais detalhes da matéria redigida do próprio recorte do jornal, de 7 de agosto de 1982.

Ponto de Táxi final década 50 ao Lado do Antigo Cine Blumenau

Táxis a Álcool Começam a Rodar em Blumenau
Ignição eletrônica, sistema de ventilação, acendedor de cigarro, esguicho eletrônico, estofamento estriado e proteção interna da porta, são alguns acessórios que estão acompanhando originalmente os modelos Voyage 83 para táxis á Álcool. A Informação é do primeiro taxista de Blumenau a adquirir um modelo desta linha, Walter Heiden, através de financiamento da Caixa Econômica Federal, que oferece uma redução de 45% além da livre opção do modelo, desde que a fabricação seja nacional.
Vantagens:
Segundo Walter, um Voyage 83 recém-posto á venda no mercado custa em média Cr$ 1 milhão é 700 mil cruzeiros. Através de um financiamento de 24 meses, o taxista diz que pagará Cr$ 985 mil cruzeiros, economizando cerca de 30% de combustível.
Pagando uma prestação de Cr$ 50 mil cruzeiros aproximadamente, Walter diz que entregou seu antigo carro, um Corcel 76 como entrada, salientando que o processo de documentação demorou apenas 12 dias para ser aprovado. Todavia, o taxista que exerce suas atividades há 29 anos, previne aos taxistas interessados neste financiamento proposto pela Caixa Econômica Federal, que é indispensável ser sindicalizado e estar no pleno exercício da profissão.
Alguns Requisitos:
É também lembrado pelo gerente da Caixa Econômica Federal de Blumenau (a época), Getulio Barreto da Silva, que curiosamente negou haver qualquer liberação de financiamentos para táxis a Álcool da região até a presente data. Segundo informou, os financiamentos só seriam liberados na data de ontem, dia 6. O gerente da Caixa Econômica Federal informou ainda que o financiamento só é permitido aos motoristas de táxi sindicalizados, que além de exercerem a profissão, devem possuir conta e cadastro aprovados pelo órgão federal. Esclareceu também que o taxista pode escolher qualquer modelo de carro desde que a marca seja nacional, acrescentando que todo carro financiado levará um plástico da Caixa.
(Jornal de Santa Catarina, 7 de agosto de 1982).

Senhor Walter Heiden ao centro com colegas de profissão

Walter Heiden foi casado com Maria dos Passos Heiden e teve 6 filhos, Walter Luiz, Sergio Luiz, Jaison, Maristela, Margareth e Mirella. Ainda trabalharia de taxista em mais dois outros pontos ao lado do teatro Carlos Gomes e depois ao lado do Shopping Beira-Rio. Por 46 anos exerceu a profissão de forma honrosa e sempre com eficiência. Presteza e muita qualidade até o ano 2000. Faleceu no dia 18 de agosto de 2007, 11 dias de completar 74 anos, deixando profunda saudade tanto nos parentes quanto nos colegas de profissão e fregueses que o tinham como homem integro e de confiança, pois seu comportamento junto ao volante , era de absoluta segurança.
Arquivo de Anelore Heiden /Maria Dos Passos Heiden/André Luiz Bonomini

2 comentários:

Zé Pfau disse...

Adalberto
Genial. Gostei muito da postagem do - primeiro taxi a alcool. Conheci o taxista Walter pois na juventude frenquentavamos diariamente o Cine Bar e o Bar do Michel aonde existia este ponto de taxi.
José Geraldo Reis Pfau

Wilson disse...

Adalberto
Como esquecer o senhor Walter e seus colegas ,que tantos anos trabalhou, hora ali próximo ao antigo cine Blumenau, ou em outro local do centro de Blumenau.
Senhor Walter trabalhou sempre com muita presteza e determinação, sempre procurando atender da melhor forma. Uma de suas características, era a responsabilidade, a educação, e segurança.. Quando andávamos pela redondeza do cine Blumenau, muitas vezes íamos até Cine Bar e o Bar do Michel aonde existia este ponto de táxi. Depois já cansados, ou não tinha mais ônibus a partir das 23 horas, para os bairros, o táxi era a solução. Quantas histórias o senhor Walter ouviu de seus clientes, acho que igual ou mais que em uma cabelereira, ou até em um confessionário... heheheeh, certamente nesses mais de 40 anos de atividade, ele ouviu.
Parabéns pela matéria a você e o André Luiz Bonomini.
Wilson

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...