"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 17 de abril de 2009

- Jornal “O GARCIA” Edição nº 8



Cine Garcia
Introdução: Adalberto Day
- Nesta edição de Abril/2009, o jornal, continua com belas matérias e merece nossa aprovação e divulgação - Os destaques desta edição são para as Seguintes matérias:
Artigos: - Cantinho da Saudade: a Antiga Praça Getúlio Vargas,página 5,- Inovação: Crise? Que crise?página 6, - Amigo Bicho: Brinquedo Bom pra Cachorro,página 7, - Contribua com a ABLUDEF, página 7, - Saúde em Movimento: Por que realizar a avaliação física, página 10, - Gente do Garcia: José Osmar Neumann, página 13, e muito mais.

O Cantinho da Saudade

A Antiga Praça Getulio Vargas
A imagem de 1967 mostra a antiga Praça Getulio Vargas,na parte de cima a esquerda, era o estádio do Amazonas e a ponte antiga com acesso a Rua Emilio Tallmann, ao centro E.I.Garcia e abaixo inicio da Rua da Glória com suas casas populares. Antes de ser praça, existiu neste local um Hotel de propriedade da E.I.Garcia, e o Ribeirão Grevsmuhl , com uma pequena ponte coberta, que desembocava no Ribeirão Garcia.
.Até 1976 a Rua Amazonas passava por dentro do parque fabril da E.I.Garcia, no entroncamento que fazia a divisória entre os bairros Garcia, Gloria e Progresso. Neste entroncamento existia uma Praça com o nome de Getúlio Vargas, que desapareceu junto com o aterro para a incorporação das duas empresas Garcia e Artex. A mudança do traçado da Rua Amazonas, foi importante no processo de incorporação das duas empresas, porque ambas tinham que pagar ICMS, por transitar com mercadorias, de um lado ao outro da rua.
Foi o primeiro local no Garcia na década de 1960, a se estabelecer um ponto de Táxi. Um automóvel da marca DKV e o motorista conhecido como Nino Massaneiro. Palco de apresentações teatrais e políticos, como também de encontros de namorados. As linhas de ônibus funcionavam somente até às 22h30min horas, justamente para que os empregados pudessem retornar logo ao seu lar, e participar de poucos lazeres e poder estar em boas condições de trabalho para o dia seguinte.
Segundo o jornalista e escritor Carlos Braga Mueller , ao longo das décadas a cidade foi crescendo e as praças continuaram fora do panorama da urbe. Foi assim que, há muitos anos, começou a circular uma lenda urbana. Ele conta que alguns governantes de antigamente, mancomunados com empresários tantos, não viam com bons olhos as grandes praças públicas, porque ali os operários ficariam a mercê dos prazeres proibidos: bebida em excesso, ócio nada criativo e, por conseqüência, noites mal dormidas, muita preguiça ao acordar, rendimento péssimo no trabalho do dia seguinte!
Claro que nunca se provou nada, nem ninguém assumiu a culpa pela falta de praças. Esta, foi sempre atribuída à nossa topografia acidentada e ao conturbado espaço físico disponível para tais excentridades ! Curioso é notar que praticamente desde a fundação, a cidade mantém as mesmas praças de sempre.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história e colaboração do jornalista e escritor Carlos Braga Mueller.
Expediente:
- Criação e Redação: Grande Agência Publicitária Ltda
- Impressão: Gráfica Médio Vale
- Distribuição Tiragem : mensal e gratuita
- Circulação : Distrito do Garcia, Centro e Região
- Jornalista responsável: Liliani Bento
- Gerente comercial: Carlos Ubiratan
- Designer Gráfico:/Diagramação : Michael Diderot /: Yuri Apolônio
- Endereço: Rua Ignácio dos Santos, 83 – Bairro Glória.
Fone: (47) 3329 2143
Arquivo: Adalberto Day

3 comentários:

Carlos Braga Mueller disse...

Beto e dalva, bom dia.

Obrigado pelas informações.
A matéria da Praça Getúlio Vargas ficou muito boa. Inclusive, encaixou muito bem o que eu escrevi sobre a falta de praças em Blumenau.

A Praça dos Músicos, no terreno da antiga Fábrica de Gaitas, é um exemplo bem interessante sobre o assunto: onde existia a fábrica, onde todos suavam na labuta diária, da sete da manhã ás 5 da tarde, hoje existe play-ground, quadras, local de lazer...

O jornal "O Garcia" está sendo enviado para mim pelo Correio. demora a chegar, mas chega.

Por que não colocam à venda na Banca Beira Rio ?
Se houver interesse, falar com o Nelson, proprietário da Banca.

Muito bom o apoio do Amauri na Rádio Blumenau.

Parabéns pela visitação.

Abs do

Braga

Tamara de Oliveira disse...

Boa tarde Sr. Adalberto Day / Jornal O Garcia !


Meu nome é Tamara, estou cursando o 4º semestre de Publicidade e Propaganda na FURB.
O professor Arnaldo Zimmerman da matéria de Realidade Regional em Comunicação, nos passou a tarefa de entrar em contato com os principais jornais periódicos de Blumenau e região para levantar alguns dados. Se não for incomodo, vocês poderiam nos responder essas duas perguntas? Muito obrigada!




1) Dentre esses, qual o segmento que vocês priorizam?
a) População
b) Bairro-Sede
c) Generalista




2) Qual a periodicidade, a tiragem e o número médio de páginas do jornal?

Deusdith disse...

Amigo Adalberto:



Quero parabenizá-lo pela qualidade de seu blog, e especialmente pelas matérias vinculadas no jornal, O Garcia, uma vez que, tem valorizado este importante veiculo de comunicação, continue assim, atuante, transparente e, sobretudo autêntico.



Um grande abraço

Vereador Deusdith de Souza

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...