"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

- Torneio Curt Metzger


Amazonas E. C. x G. E. Olímpico
- Campeão invicto Amazonas Esporte Clube conquistou o torneio Curt Metzger. em 1968.
Na final o Amazonas derrotou o G.E. Olímpico em pleno estádio da baixada pelo placar de 3 x 1.

Bandeira do Amazonas - Flâmula e camisa e faixa da conquista
Os gols foram de Remi,Nene e Vardo. Eu estava neste dia no estádio da baixada, e o time anilado do Garcia foi soberano o jogo todo. No time Grená do Olímpico, jogavam entre eles Britinho que jogou em vários clubes do estado e até Corinthians, enquanto Jairzinho um craque refinado, atuou em 1971 pelo Fluminense do Rio de Janeiro, onde sagrou-se campeão carioca. Jairzinho também atuou no México e terminou sua carreira no Blumenau Esporte Clube.
Na foto da (E) para a (D) em pé: Presidente senhor Henrique Moritz, treinador Oscarito,Irineu, Lori, Deusdidth, Elizeu, Vardo,Bigo, Raul Cavaco, Valdir (Nino), auxiliar técnico João Massaneiro, Massagista Orlando Amarelo: Agachados: Girão, Adilson, Vilmar, Mali, Moacir, Remi, Verninha, Nenê Siegel, e Airton Moritz.
Todos craque que foram titulares a partir de 1968 e campeão em 1972 e 1973 da segunda divisão de amadores da LBF – Liga Blumenauense de Futebol. Dessa equipe com grandes craques, Raul Cavaco que atuou no Palmeiras e no Estado do Paraná, Nilson Siegel ou Bigo foi o maior artilheiro deles todos.
História
foi fundado oficialmente em 19 de setembro de 1919. Mas já existia desde 1911, conhecido como jogadores do Garcia.
O Amazonas
O clube Alve – Celeste - ou anilado como era conhecido o Amazonas, fundado por empregados da Empresa Industrial Garcia, já praticavam o futebol desde o inicio do século XX, era o time proletário do bairro Garcia, teve como primeiro estádio por alguns meses, onde hoje é o batalhão do exercito. Depois se transferiu para as proximidades da Rua Ipiranga (conhecida como Rua Mirador), por quase cinco anos, posteriormente por alguns meses, na rua Progresso próximo a Artex, onde existia um bar conhecido como Bar do Iko, e, finalmente, em 1926, mudou-se para o definitivo local, próximo a Empresa Garcia, até ser aterrado pela Artex, em 1974. O nome da praça de esportes Amazonense se chamava estádio da Empresa Industrial Garcia, o mais belo de Santa Catarina até então.
Composto por grandes jogadores que trabalhavam na Empresa Industrial Garcia ou Cooperativa de Consumo dos Empregados, em sua grande maioria, residia em casas de propriedade da Empresa localizadas nas imediações, o time Amazonense foi bom de bola, principalmente no amadorismo, quando enfrentava várias agremiações de todo estado, obtendo resultados expressivos, qualificando-o como um dos melhores clubes de Santa Catarina, no período compreendido entre 1919 e 1944 principalmente, o chamado antigo Amazonas Esporte Clube. Em toda a década de 1920 e 1930, o Amazonas foi campeão em diversos torneiros, e devemos ressaltar quando o clube era presidido pelo notável empresário João Medeiros Jr., que deu a cidade durante muitos anos, com seu raro espírito empreendedor, muitas alegrias, sendo ele responsável por ter introduzido várias melhorias no estádio proletário.
Arquivo de Adalberto Day

5 comentários:

Adilson Siegel - Ticanca disse...

Time espetacular que tive o privilégio de acompanhar de muito perto.
Além de meus dois irmãos (Nilson e Nene) tive a honra de dividir os gramados de diversos estádios em Santa Catarina, Paraná e até em São Paulo com boa parte destes heróis hoje tão anônimos quanto brilhantes que foram.

Só mesmo seu blog meu caro Adalberto Day para render esta justa homenagem para estes cidadãos que tantas e tantas alegrias proporcionaram ao Amazonas Esporte Clube e posteriormente a Associação Artex.

Com certeza podem orgulhar-se de um passado vencedor, brilhante e honrado.

Airton Moritz disse...

Entendo que se trata no mínimo de uma justa homenagem para aqueles que participaram deste feito, por ser inclusive inédito na historia do Amazonas um título da categoria Juvenil.
Deve ter sido bem recebido pela nação alvi-celeste.
Abraços

Airton Gonçalves Ribeiro

Valdir Appel disse...

Beto,
Você já parou pra pensar?
Faltam dois anos para comemorar o centenário do teu Amazonas.
Vai ter bolo?
Obrigado por mais uma aula de fut-blumenauese e catarina.
Chiquinho

hiebert.valter@gmail.com disse...

Prezado Adalberto,

me parece que fato está identificando as pessoas da "esquerda para a direita" e não como consta abaixo da foto.
Identifiquei alguns e gostaria de ter noticias, tais como Raul Cavaco, os filhos do Sr. Chico Siegel, o airtone Moritz, o Mali,o pseudo massagista Orlando (grande figura).
Um grande abraço para todos que reconheci e aqueles que não conheci, pois nessa época já vagava pelo Brasil. Meu paraiso estva sendo destruido pelo progresso, ou seja, nossa rau 12 de outubro desaparecia nessa época, para depois desaparecer o campo do Amazanos e tudo que ele representou e possibilitou.

Hoje restam saudades.

hiebert.valter@gmail.com (Filho mais velho do Russo, rádio técnico da região por muitos anos).

Airton Gonçalves Ribeiro (Airton Moritz disse...

O tempo passa, porém, as boas lembranças permanecem vivas em nossas mentes, cabendo nesta oportunidade o registro 45° ano da conquista Invicta do Torneio Curt Metzger em 1968 pela equipe Juvenil do Amazonas Esporte Clube, na partida final impondo o resultado de 3X1 na equipe do GE Olimpico em pleno estádio da Baixada, saudamos a fiel torcida amazonense.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...