"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

- Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau


- A imagem mostra a residência que foi de Hermann Wendeburgamigo de Dr. Blumenau e vice-diretor da colônia, que morou nesta residência de 1858 até 1881. Dr. Blumenau morou aos fundos desta residência, em uma casa de madeira, com sua esposa Bertha Repsold (Foto). Com a enchente de 1880, sua casa ficou completamente destruída e Dr. Blumenau passou a residir na antiga prefeitura de Blumenau (Foto).
Biografia:
- Natural da Alemanha, Hermann Bruno Otto Blumenau nasceu a 26 de dezembro de 1819, no ducado de Braunschweig. Era filho do engenheiro botânico Carl Friederich Blumenau e Cristina Sofia Kegel. Seus primeiros estudos foram realizados na cidade onde nasceu. Aos 10 anos seu pai o matriculou num internato para prepará-lo para o curso ginasial. Sem concluir o ginásio, foi ser aprendiz de farmácia. Depois de um estágio, passou a trabalhar e estudar, prestando exame em farmácia. Ao concluir seus estudos, entrou em contato com a Sociedade de Proteção aos Emigrantes Alemães do Sul do Brasil. Comissionado por esta sociedade, o Dr. Blumenau partiu do porto de Hamburgo em 30 de março de 1846 com destino ao Brasil, viajando a bordo do veleiro “Johannes”. O primeiro contato com o Brasil foi no Rio Grande do Sul, quando chegou em 19 de junho do mesmo ano. Conheceu várias colônias alemãs daquela Província para posteriormente visitar Santa Catarina. A viagem de reconhecimento e exploração do grande rio Itajaí foi realizada no ano de 1848, acompanhado do comerciante Ferdinand Hackradt, guiados pelo conhecedor da região o canoeiro Ângelo Dias. Após o reconhecimento e encantados com o local, compraram terras para a formação de uma colônia na região.
- Feita a solicitação do pedido de concessão de terras junto à Província , Dr. Blumenau entrou em entendimento com as autoridades alemãs para dar continuidade ao plano colonizador. No Rio de Janeiro apresentou projetos de colonização ao Governo Imperial. Retornou à Alemanha (1849) para trazer os primeiros colonos. Apesar das dificuldades, em 2 de setembro de 1850, chegaram os primeiros 17 pioneiros. Era o início de um empreendimento particular. Em 1860, devido a dificuldades financeiras, a administração da Colônia Blumenau passou a ser responsabilidade do Governo Imperial. Blumenau cresceu e se emancipou, em 1880. Casou aos 48 anos com Bertha Repsold. Deste casamento resultaram quatro filhos: Pedro Hermann, Cristina, Gertrudes e Otto, que faleceu meses após o nascimento.
- A imagem mostra a Casa que morou Dr. Blumenau. Esta casa foi completamente destruída pela enchente de 1880.
- Após viver trinta e quatro anos em Blumenau, seu fundador partiu em definitivo para a Alemanha, onde veio a falecer em 30 de outubro de 1899, aos 79 anos de idade. Em 1974, seus restos mortais foram transferidos da Alemanha para Blumenau, estando depositados no Mausoléu, erguido em sua homenagem.
História:
- Blumenau foi fundada em 02 de setembro de 1850 pelo Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau - O poder público adotou esta data a partir de 02 de setembro de 1900, por ser a data em que chegaram os primeiros 17 imigrantes. Até então a data considerada de fundação era 28 de agosto de 1852, data em que Dr. Blumenau entregou os primeiros lotes na Região Sul (Garcia) em Blumenau.
- A região de Blumenau era habitada por índios Kaigangs, Xoklengs e Botocudos, e mesmo antes da fundação da Colônia Blumenau, já havia famílias estabelecidas na região de Belchior, à margem do ribeirão Garcia e margem esquerda do Rio Itajaí-açu. Em 1850, Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau obteve do governo Provincial uma área de terras de duas léguas, para estabelecer uma colônia agrícola.
- Inicialmente o centro da cidade era onde hoje se localiza a Avenida Duque de Caxias (Rua das Palmeiras), arquivo histórico José Ferreira da Silva, a Biblioteca Pública Municipal Dr. Fritz Mueller e o museu da Família Colonial .
- A primeira Rua em Blumenau surgiu em 1852, com o nome de Palmenalle , onde foi construído o primeiro hotel, de alvenaria. Num dos quartos o Dr. Blumenau instalou a direção da Colônia.
- A Rua Palmenalle mudou seu nome para Boulevard Wendeburg em 3 de fevereiro de 1883, depois para alameda Dr. Blumenau e em 8 de abril de 1939, para alameda Duque de Caxias através do Decreto-Lei nº. 68 de 18 de agosto 1942, na administração de Afonso Rabe. O Decreto-Lei nº. 1.202, que se referia sobre a nacionalização dos nomes de ruas, determinava que as ruas com nomes estrangeiros fossem alterados e colocados nomes nacionais. A povoação compreendia o início do Garcia, e parte da rua XV de Novembro.
Fonte: Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Museu da Família Colonial SEPLAN / - Wieland Lickfeld. Arquivo: Dalva e Adalberto Day

3 comentários:

Marilia disse...

Parabéns!!! Gosto muito do seu trabalho. Por favor, não me esqueçam. Mandem sempre . Eu curto muito BLUMENAU.
Aceitem , você e sua senhora, o meu abraço carioca

Marília

Wieland disse...

Prezado amigo Adalberto,

É sempre bom ser lembrado da vida e obra deste grande amigo do Brasil que foi o Dr. Blumenau.

Permita-me um pequeno alerta a respeito de um equívoco que tem sido perpetuado, acredito que pela quase totalidade dos autores que biografam o Dr. Blumenau, provavelmente resultado de uma interpretação incorreta que remonta aos primeiros biógrafos do Dr. Blumenau. Estou, inclusive, escrevendo um artigo esclarecedor sobre o assunto para o Santa. Refiro-me ao título acadêmico outorgado a Hermann Blumenau ao concluir seus estudos superiores, que fez com que passasse a ser chamado de "Doutor".

A história mostra que o título que recebeu foi "Doctor Phil". Este título advém do latim "Philosofiae Doctor", que, apesar de significar "Doutor em Filosofia", é um título genérico, aplicável a diversas ciências e áreas do conhecimento. Outras formas de abreviá-lo são: "Ph. D.", "PhD" e "DPhil". Observe que se se trata do mesmo título "Ph.D." que utilizamos hoje em dia para designar as pessoas que concluíram com êxito seus estudos de "doutorado" nas mais diversas áreas: "PhD em Física, PhD em Engenharia e assim por diante. Quer me parecer, salvo melhor julgamento, que Hermann Blumenau, que ainda moço se dedicou ao estudo de Farmácia, ao defender sua tese sobre alcalóides, já no ensino superior, o fez em Química, e não em Filosofia, que nada parece ter em comum com a linha de pesquisa de sua tese. Ele deve ter sido, portanto, "Ph.D. em Química" e não "Doutor em Filosofia" como cita a quase totalidade dos autores.

Um grande abraço e uma semana muito feliz,

Wieland

giovanna faiber disse...

então... sera que você haveria uma lista dos nomes dos colonizadores que vieram com Dr. hermann ??

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...