"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

- A Ponte Preta


- A imagem mostra a famosa Ponte Preta sobre o Ribeirão Garcia, na Rua Progresso em Blumenau, com acesso a Rua Rui Barbosa. À esquerda a imagem é de alunos da antiga Escola Rudolf Hollenweger, que aparece na foto em pé de chapéu. À direita, o dia da inauguração da nova Ponte, 18 de fevereiro de 1978 – de concreto - A nova ponte recebeu o nome de Gustavo Krug, mas até hoje é chamada carinhosamente pela comunidade de “Ponte Preta” Devido ser de madeira e pintada com óleo queimado. 
Obs: A atual ponte Gustavo Krug (ponte preta) foi demolida dia 12 de agosto de 2015 para ser construída uma nova com com 27 metros de extensão e 12,30 metros de largura. Para amenizar a situação principalmente de pedestres e estudantes, foi construída uma ponte pênsil de 50 metros,  rua Jornalista Israel Corrêa, ligando a rua Progresso. Custa R$ 1,1 milhão.
Demolição da Ponte 12.08.15 - Foto André Luiz Bonomini
Demolição da Ponte 12.08.15 - Foto André Luiz Bonomini
 Ponte pênsil (Rua Jornalista Israel Corrêa e Progresso)  - Foto André Luiz Bonomini
Vergonha passados 5 meses e 11 dias (23/01/16) assim está a Ponte Preta. Demolida em 12/08/15
Ponte entregue a comunidade  a partir de 18 de abril 2016
Inaugurada dia 14/05/2016
As noves vigas de sustentação da nova estrutura da Ponte Preta.
Um novo impulso com essas noves vigas, nas obras da Ponte Preta com acesso a Rua Rui Barbosa, foi dada no dia 26 de Janeiro de 2016.
 História
- A Ponte Preta foi uma antiga reivindicação da comunidade, anteriormente existia apenas uma ponte pênsil “Pinguela”. A intenção do Professor Rudolf Hollenweger, era construir a ponte onde se localizava a escola no inicio da Rua Júlio Heiden,30 que desde 1904, existe uma “Pinguela” dando acesso Rua Catarina Abreu Coelho/Rua Júlio Heiden.
- A imagem do final dos anos de 1960, mostra um grupo de amigos sobre os pilares da “Ponte Preta”, se preparando para um bom mergulho no Ribeirão Garcia. Era comum este tipo de encontro para banharem-se no caudaloso e profundo (naquela época) Ribeirão Garcia. O mergulho era feito dos pilares da ponte.
- Em reunião com a comunidade, Hollenweger cedeu e prevaleceu o anseio da maioria e a ponte de madeira, mais larga e coberta, pintada de preto, foi erguida na década de 1920, com acesso a atual Rua Rui Barbosa Quem morava onde hoje é a Rua Rui Barbosa dizia que morava no “Krohberger ” ou Krohbergerbach “bach ribeirão”, ou ainda somente “Kroba”, devido a primeira família a morar na região Sr. Heinrich Krohberger, que chegou por aqui por volta de 1858 e falecido em 22 de abril de 1914 - que possuía uma grande propriedade - era engenheiro, agrimensor prestou serviço em vários governos inclusive com Dr. Blumenau, projetou as primeiras e maiores obras de vulto do município , entre os principais estão a construção das pontes do Garcia e do Salto, igrejas católicas e evangélicas.
A Imagem mostra a Ponte Pênsil (atual), onde fizemos referencia da Escola Rudolfo Hollenweger, acesso Ruas Catarina Abreu Coelho/Júlio Heiden. Arquivo de Adalberto Day e Dalva Day /Colaboração Nelson Krug.
Para saber mais acesse
https://aboina.wordpress.com/2015/08/10/progresso-uma-nova-ponte-preta/

6 comentários:

Macedo disse...

Beto
Quantas vezes nós tomas banhos no ribeirão Garcia - Eu me atirei algumas vezes desta pone famosa de nosso bairro. Creio que era a mais famoza. Haviam espectadores para ver quem fazia o melhor mergulo. Só você mesmo meu amigo para nos proporcionar tantas alegrias. Pensei que já havia acabado tudo, mas quando vi a Ponte Preta de verdade, meus filhos acreditaram no que lhes falava desta ponte, e até do Kroba.
Parabéns

Eloana disse...

Boa Tarde Beto

Estava visistando o seu blog procurando algumas notícias do meu pai que jogou no olímpico na década de 50/60.
O nome dele era Pedro dos Santos mais conhecido como NANICO, bom ele faleceu em 1989 quando tinha 57 anos e eu 6.
Ainda me lembro dele jogando bola comigo no gramado da nossa casa em Rio do Oeste -SC na época.
Bom estou escrevendo para pedir se você tem algumas curiosidades sobre ele, fotos, recortes de jornais....de repende bate uma saudade..Pois eu não convivi muito tempo com ele, e a maioria das nossas fotos foram junto com a enchente de 1983.
E hoje tenho 24 anos, gostaria de ver e ler sobre a pessoa cuja eu tenho muito carinho, admiração e saudade.
Agradeço desde já pelo seu blog,por ser alguém preocupado com a cultura e história do povo blumenauense.
Confesso que sou apaixonada por futebol, e que sou Flamengo de coração...Mas ainda penso na possibilidade de ver um time de Blumenau reconhecido nacionalmente.
Desde já um forte abraço
Eloana M. dos Santos

Henry disse...

Adalberto,
Nos anos 1964/65 não lembro certo, meu tio Walter Gol caiu nesta ponte com seu Cadilac, que acabara de adquirir na mecânica Reuter, o professor dele na hora do acidente era Gentil Flores.
Meu avô Brehmer, disse assim, esse Ventil (gentil) só sabe andar de bicicleta, o que vai ensinar o Walda.
Boas lembranças, quando ali passei muito de bicicleta.
Naquela época era tal a profundidade da água debaixo da ponte, que o carro ficou todo submerso na água que nem se via.
Abraços.
Henry Georg Spring

Eliane Day disse...

Boa Tarde Beto

Boas lembranças da Ponte preta, apesar de não ser meu caminho mas cruzei muitas vezes.
Me deixou feliz saber a sobre Rudolf Hollenweger, este é o nome da Rua que morei muito anos com meus pais, no Garcia.

E não sabia que ela era Professor.
Bela reportagem.

Um beijão

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Quão bom foi ler este texto,pois relembrei os momentos em que nos banhavamos no referido ribeirão, e é claro mergulhavamos de cima da ponte preta. Coisa que era muito comum na época para os mais aventureiros, muito bom relembrar estes momentos, obrigado.

Anônimo disse...

Prezado amigo Adalberto tenho que confessar que não era da região, mas é um local pitoresco e admirado por todos que ali pasão os que conhecerão eu por exemplo me sinto muito feliz em ver o ouvir falar em Kroba,antigamente não era a rua Progresso era a rua do Kroba o que nos da rua da Gloria conhecia, eu não conheço a data de inicio da familia dos pilas do matador pila nos fundos da rua Rui Barbeosa mas acho que o nome da ponte de veria ser ponte do pila, em vez de ponte preta mas isto é um apelido e nunca vai mudar, ponto pitoresco é no verão eu tambem ja parei o carro para ver os aventureiros a se atirar de mergulho de cima da referida ponte era lindo, mas amigo Beto todo ribeirão tem um local no qual existe um poço mais profundo Beto agora eu pergunto como éra o nome daquele poço? eu conheço aqui no fundos do G.E. Olimpico o famoso poço da moça quem não conhece?, e ai como éra o nome? e as fotos de demolição que aparece nas fotos do ema-il são de 12-08-2015? tenho dito abrços Valdir Salvador.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...