"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

- "O craque de ontem o comentarista de hoje"


Timaço da Associação Artex 1976- em pé: Girão, Adilson Siegel (Ticanca) Lori Bugmann, Assunção, Gaspar, Vilmar Heiden, Agachados: Juquinha, Raul Cavaco, Tarcisio Torres, Nilson (Bigu) e Werninha. Todos ex jogadores do Amazonas E.C., que com a desativação do clube, foram jogar na Associação Artex. Durante vários anos seguidos, oito ou nove campeonatos patrocinados pelo SESI foram conquistados por esses grandes atletas.
Depoimento de Adilson Siegel (Ticanca) Filho de Francisco Siegel, irmão de Wilson e Nilson que foi o maior goleador da história do Amazonas durante os anos de 1968/75 e depois na Associação Artex "Também estava na foto do derradeiro jogo do Amazonas Esporte Clube em seu estádio. Podemos dizer que a foto representaria o Amazonas se ele existisse ainda em 1976. Na época eu tinha tão somente 16 anos e olha ao lado das feras que eu iniciei minha carreira apesar da pouca idade. Jogava naquela época de volante, mais precisamente cabeça de área. Sabia sair jogando, tinha senso de posicionamento e minha principal característica o lançamento de longa distância preferencialmente visando os ponteiros da época que possuíam muita velocidade (Juquinha e Werninha), (Moacir e Werninha mais tarde um pouco). Ou mesmo entre os zagueiros para culminar com a categoria e velocidade do Nilson (Bigo) que era lançar e correr para o abraço e comemorar o gol, geralmente, golaço.Que tempo maravilhoso. Que momentos inesquecíveis que o tempo apesar de malvado não nos deixa esquecer". "Saudades, muita e muitas saudades". Forte abraço Adilson Siegel (Ticanca) Beleza Adalberto. "Não esqueça que também trabalhei como free na Rádio Nereu Ramos ao lado do Rodolfo Sestrem, Mirandinha, Mário Gillan. Eles me chamavam pelo slogan de "O Craque de ontem o Comentarista de Hoje" (Coisas do Rodolfo Sestrem) O homem era simplesmente extraordinário. Tinha capacidade comunicativa de levar emoção. Seria capaz de narrar uma corrida de sapos e parecer uma corrida de fórmula 1 - tamanho seu amor, sua dedicação e principalmente o prazer de fazer o que gostava". "Será um grande prazer acessar seu Blog e deparar-me com uma matéria sobre o timaço da Associação Artex de 1975 a 1981 (período mais vencedor) do qual me orgulho muito. Fui o último atleta que seguiu uma carreira formado na infância no DOZE e depois a partir dos 15 anos no Amazonas Esporte Clube quando o técnico era o Ziza (ex-goleiraço do clube alvi-celeste). Meu grande mestre e amigo no futebol de campo foi nada menos que o Grande Raul Cavaco amigo de muitas jornadas. No início da minha vida esportiva no time principal da Associação Artex, num jogo pelo campeonato Sul Brasileiro do Sesi, inicialmente eu não estava escalado. Ele foi ao técnico na época, o Sr. Nicásio e solicitou minha escalação por dar mais qualidade no passe e consistência na meia cancha. Eu era volante nesta época e tinha 16 anos. O Raul Cavaco já era craque reconhecido, tinha personalidade e moral para fazer tal exigência. Foi indiscutivelmente meu grande orientador. Serei eternamente grato a ele.e depois Vilmar Heiden que marcava e me deixava em condições de articular e criar os contra-ataque. Que figuras maravilhosas. No futsal, o Male ( Omar Zucki) foi meu grande incentivador e professor". Forte abraço.
Foto arquivo de Adalberto Day

2 comentários:

Ingo disse...

Muito bacana essa nota sobre os craques do futebol...
Lembro muito da minha época que morria de vontade de jogar uma bolinha, mas como eu não jogava muito bem, ninguém me convidava para jogar.
Hoje só assisto pela tv, e jogo com os meus netos. Uma maravilha!
Abraços
Ingo

Luiz disse...

A paixão de todo o mundo...sensacional a matéria conheci todos esses craques, também joguei no Doze. O ticanca o Beto Day eram craques. Parabéns ao Adilson Siegel e ao Bewto Day pelo Blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...