"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 20 de março de 2016

- A criação do blog


Crônica de Adalberto Day
Desde garotinho quando iniciei meus estudos em 1961, no Grupo Escolar São José¹, apreciava a história e dos por quês?. 
Perguntava sempre para meus pais sobre a história de Blumenau, mas principalmente sobre o bairro Garcia. A pessoa que mais eu perguntava era para minha avó Ana (Nascida Deschamps) em 1901 em Gaspar na localidade conhecida como Gaspar Alto. Ela foi uma das primeiras mulheres que ingressaram na antiga empresa industrial Garcia, nos seus 13 anos de idade.
A pergunta sobre o bairro que já me referi em muitas das entrevistas que concedi em rádios e TVs, era quando ela visitava uma de suas irmãs que morava na Rua Rui Barbosa. “Vó aonde a vó vai?” ela respondia lá na casa da tia Maria; mas onde ela mora; ela mora lá no Kroba; mas onde fica este local? Lá no Krohbergerbach “bach ribeirão”; certo!. Mas ainda não entendi onde é o local; ela dizia lá onde é a Ponte Preta; agora entendi; vó me leva um dia lá? Ela respondeu que sim, mas nunca se concretizou.
Atualmente residimos próximo ao "Kroba" na rua Júlio Heiden (que foi o esposo da irmã de minha avó Ana. Deschamps a tia Maria Deschamps, casada Heiden). 
Graças a estes porquês, e olha que não foram poucos os questionamentos, pude um dia ser pesquisador de Blumenau e intitulado o “Cuidador da História de Blumenau” pela competente Jornalista Nane Pereira em 7,8 sábado e domingo de 2012 jornal de Santa Catarina.
Para obter êxito precisei ir a luta em buscas de informações dos porquês, e começam aparecer as respostas, o exemplo aqui citado Kroba é a abreviatura do primeiro engenheiro e agrimensor de dr. Blumenau.
Em conversas com alguns amigos lá por volta da década de 1990, solicitavam que escrevesse um livro e fizesse exposições do meu acervo. Um dos incentivadores era meu amigo Djalma Fontanella da Silva que gostaria na época de rever fotos antigas de nossa região. Eu o recebi e mostrei as que tinha. Ficou emocionado. E assim ocorreu com muita gente um deles foi o Álvaro Luiz dos Santos que me ajudou e ainda continua no resgate de fotos e história do Clube mais amado o Amazonas Esporte Clube..
Em 1993 começo a fazer minhas primeiras exposições na E.E.B.M. Pedro II lá no Canto do Rio, depois, E.E.B. Padre José Mauricio, Celso Ramos, Izolete Muller, Comendador Arno Zadrozny, Vale do Itajaí e tantos outros educandários, empresas Coteminas, Darius Turismo, SESI, Associação Artex23 BI  acompanhados também de palestras. Sempre é bom lembrar que meu conhecimento provém de muitas pesquisas, mas fui ajudado por mais de mil pessoas que pesquisamos e mais de 150 colaboradores com fotos e objetos, e a estes eu rendo minha justa homenagem de agradecimentos. Vale ressaltar também o apoio incansável da família, minha esposa e filhas.
Quando chegou o ano de 2007 nossa filha jornalista nos propõe abrir um blog achei muito interessante e acatei. Em julho de 2007 iniciamos 
Este começo foi importante, pois os acessos eram considerados bons para um principiante. Minha intenção na época era escrever somente sobre o Grande Garcia composto por 6 bairros: Ribeirão Fresco, Vila Formosa, Valparaiso, Garcia, Glória, e Progresso.
O renomado publicitário de Blumenau José Geraldo Reis Pfau “Zé Pfau” que já conhecia meus trabalhos, me orientou para escrever sobre todo município e não só do Grande Garcia. “Deixa de ser bairrista” dizia ele. Entendi o recado e comecei a escrever sobre nossa cidade e até região. Mas mandei um recado, somente vou escrever algum artigo desde que a marca ou palavra Blumenau esteja inserida. Continuei bairrista, mas de todos os bairros. E O Zé Pfau aquele que confecciona como hobby motos fantástica com peças de relógios, é também hoje nosso colunista, colaborador, incentivador e irmão de coração.
O Blog dele o "Zé Pfau" com seu magnifico trabalho:

Em dezembro de 2007 meu assíduo leitor e amigo Rubens Heusi me encaminhou fotos antigas do balneário Camboriú. Disse a ele que não as publicaria pois minha intenção era só de Blumenau. Ele acatou. Fui dormir pensando na negativa que acabara de dar ao amigo Rubens. Como irei resolver esta situação, pensava e a insônia veio. Já sei disse para minha esposa! Já sabes o que, retrucou ela. Depois te conto, é sobre umas fotos.
Levantei liguei o computado e fui escrever sobre a Prainha onde os primeiros moradores do centro tomavam seus banhos e lá pela década de 1940 final, vão adquiri seus lotes em diversas praias e assim pude encaixar no texto  as fotos do meu amigo citando a nossa prainha.
Foi uma bela postagem, pois pude contar a história de nossa famosa Prainha, comentar sobre o primeiro afogamento e outros dados importantes que você pode ler clicando neste Link: http://goo.gl/2w5zja
                         
Desde a fundação da cidade de Blumenau, um dos locais favoritos para um bom banho (se refrescar) era principalmente na “Prainha” no Rio Itajaí Açu. O primeiro registro de afogamento foi com um dos primeiros colonizadores, em 1852 Daniel Pfaffendorf.
                                  
¹Grupo Escolar São José fundado em 14 de fevereiro de 1919 incialmente com o nome de Escola  Paroquial São José (servia de capela para a comunidade). Inicialmente, a sede se localizava na rua Belo Horizonte (conhecida por rua do Pfiffer no Bairro Glória, em propriedades da família de Carlos Loos. Atualmente E.E. Básica Governador Celso Ramos com sede na rua da Glória, bairro com o mesmo nome.
 ²quem morava onde hoje é a Rua Rui Barbosa dizia que morava no “Krohberger ” ou Krohbergerbach “bach ribeirão”, ou ainda somente “Kroba”, devido a primeira família a morar na região Sr. Heinrich Krohberger, que chegou por aqui por volta de 1858 e falecido em 22 de abril de 1914 - que possuía uma grande propriedade - era engenheiro, agrimensor prestou serviço em vários governos inclusive com Dr. Blumenau, projetou as primeiras e maiores obras de vulto do município , entre os principais estão a construção das pontes do Garcia e do Salto, igrejas católicas e evangélicas.
                                  
³Ponte Preta sobre o Ribeirão Garcia, na Rua Progresso em Blumenau, com acesso a Rua Rui Barbosa. À esquerda a imagem é de alunos da antiga Escola Rudolf Hollenweger, que aparece na foto em pé de chapéu. À direita, o dia da inauguração da nova Ponte, 18 de fevereiro de 1978 – de concreto - A nova ponte recebeu o nome de Gustavo Krug,mas até hoje é chamada carinhosamente pela comunidade de “Ponte Preta” Devido ser de madeira e pintada com óleo queimado. 

Obs: A atual ponte Gustavo Krug (ponte preta) foi demolida dia 12 de agosto de 2015 para ser construída uma nova com  27 metros de extensão e 12,30 metros de largura. 
- A Ponte Preta 
- Cuidador da História de Blumenau:
O Autor é Cientista social e pesquisador da história de Blumenau 

9 comentários:

Nillton Sergio Zuqui disse...

Meu caro Adalberto,
Parabenizando vc ,parabenizo todos os Blogueiros. Sobre o texto,Kroba,também ouvi falar muito pois morei neste local,local este que também chamava" Morro do Gato " também na Rui Barbosa.
É sempre muito bom ler seu BLOG ,aliás o único que leio sempre,forte abraço e parabéns pela data.

sergio luiz buchmann disse...

Bom dia Professor! Amo ler o seu Blog,única e exclusivamente por todas a lembranças que vc trás em minha memória. Grupo Escolar São José Q lá eu aprendi a ler escrever não tão bem mais aprendi rs,com a professora Juma q nem sei se ainda vive. Lembro q ela mora na Vila.A Diretora Ivete Irmã muito rígida.Tenho ótimas lembranças do Grupo Escolar São José,depois Gov Celso Ramos. Tbm não posso deixar de citar a ponte Preta,Kroba, se perguntar a alguém nos dias de hoje nem sabe onde fica.Na Ponte saltei inúmeras vezes,na Prainha atravessei o Rio muitas vezes,e tudo escondido de meu Pais rs. Uma época maravilhosa q não volta mais vive em nossas lembranças. Parabéns meu querido, obrigado por nos fazer lembrar sempre desses momentos maravilhosos. Grande abraço!

Luiz Roberto Turatti disse...

Mesmo aqui, um tanto distante, parabéns xará, blogueiro!

Henry disse...

Legal Adalbero.

Primeiramente, parabéns pelo dia do blogueiro.
E pelo excelente blogueiro que você É.
O que falta para a grande parte das pessoas é memória e lembrar com orgulho das histórias de seu passado.
Lamentável, mas tenho certeza que ainda iremos assistir e ver uma grande mudança deste país.
Também conheci como kroba, a tal Ponte Preta, onde tio meu se precipitou com seu Cadilack ano e modelo 1945, a queda se deu lá pelos anos +_1963.
Instrutor Genti Flores. Meu avô Brehemer chamava de Ventil.

No Colégio Pedro ll do canto do rio, meu ex. falecido sogro Sr. Rodolfo (hulli) ganhou um fusca na rifa.

Tempos bons de Garcia/Progresso e Rua da Glória.
Henry Georg Spring

zepfau@pfau.com.br disse...

Meu querido amigo Beto.
Sua dedicação é algo sensacional. Suas pesquisas contribuem para a preservação da história do Garcia e de Blumenau. Parabenizo pelo dia do blogueiro, renovo os elogios e sempre estaremos
contigo nesta maravilhosa paixão que tens de mostrar as qualidades de nossa gente. Falar do empreendedorismo daqueles que construiram e que constroem a nossa querida cidade.
Grande abraço
Zé Pfau.

FLAVIO MONTEIRO disse...

Amigo Adalberto,

Parabéns pela bela e instrutiva cronica e pelo Dia do Blogueiro.

Forte abraço,

Flavio Monteiro

Maestrinho disse...

Beto
parabens pelo bom trabalho e qualidade de seu blog
Abração
Luiz Carlos Maestri

Jairo disse...

Professor Adalberto Day,

Desde 2007 – quando o senhor escreveu sobre a flâmula decorativa da Empresa Industrial Garcia – acompanho assiduamente o seu trabalho.
Aprendi vendo quase diariamente o seu blog e twitter coisas que nem imaginava sobre a cidade que amo. Coisas que, graças ao senhor, milhares de pessoas certamente agora também conhecem. Coisas que nos fazem amar ainda mais a nossa cidade.
Claro que houve também momentos de tensão, como nas enchentes nas quais o senhor prestou um serviço de utilidade pública inquestionável para Blumenau atualizando as informações sobre as cheias antes que existisse um sistema único e fácil de consulta pela Internet.
Tive o grande prazer de falar com o senhor quando no início de 2013 procurou a Prefeitura para questionar o valor do IPTU que acabara de aumentar e como diretor da Praça do Cidadão, o acompanhei até a sala 33 do Diretor Ivo Bachman e minha admiração cresceu ainda mais.
É justamente como leitor assíduo que estou tomando a liberdade de lhe mandar esse e-mail com congratulações pelo Dia do Blogueiro. O senhor, assim como Jaime Batista e minha amiga Márcia Pontes merecem esse reconhecimento mais do que qualquer coisa.
Espero não estar sendo inconveniente. Inclusive, peguei seu endereço de e-mail com um grande amigo meu, o Rick do Blumenews, que sempre elogia sobremaneira o seu trabalho.
Eu, como diretor da Praça do Cidadão, muitas vezes me lembro com carinho do senhor, haja vista eu ser também diretor do Arquivo de Blumenau, afinal são décadas e mais décadas de história de Blumenau registrada em dezenas de livros.
O senhor já ouviu falar no LIVRÃO, onde temos catalogadas todas as construções de Blumenau desde 1948? Tive a honra de conduzir o trabalho de aposentadoria dos mesmos, pois quando cheguei à Praça do Cidadão, os contribuintes vinham buscar informações sobre imóveis antigos e tinham que aguardar por 60 dias para ter resposta e então resolvemos passar todo esse material para o sistema online onde atualmente o contribuinte tem essas informações disponíveis em alguns minutos.
Seria uma honra se um dia o senhor pudesse nos visitar para conhecer um pouco de toda a História de Blumenau que conseguimos resgatar nos últimos três anos. O Rick me disse que sua casa parece um museu de maravilhas históricas.
Estarei sempre aqui na Praça do Cidadão e, se o senhor quiser e puder nos visitar, seria uma honra abrir as portas de nosso acervo para o historiador mais amado da cidade.
Mais uma vez, desejo-lhe um maravilhoso, apesar de atrasado, Dia do Blogueiro.

Cordialmente,
Jairo Santos.

Unknown disse...

Legal o blog se puder enviar as fotos do album américa x caxias de joinville agradeço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...