"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

domingo, 16 de junho de 2013

- O dia em que o Estado de SC chorou

O dia em que o estado inteiro de Santa Catarina chorou
Texto: CAO ZONE
Naquele começo de noite do dia 16 de junho de 1958, pelas ondas da Rádio Nacional AM Rio de Janeiro, 1.130 kHz, as tradicionais trombetas ecoaram e entrou a voz de barítono do inconfundível Heron Domingues, até então, sem dúvidas alguma, o mais carismático locutor do jornalismo brasileiro.
- Alô alô Repórter Esso alô... 
- Aqui fala o seu Repórter Esso... Um serviço público da Esso brasileira de petróleo e seus Revendedores... Para todo o Brasil... Repórter Esso... A testemunha ocular da história.

- No final da tarde de hoje, a torre de comando do aeroporto AFONSO PENA , localizado na cidade paranaense de São José dos Pinhais , nas cercanias da capital Curitiba perdeu contato com o voo 412 da Cruzeiro do Sul, procedente de Florianópolis, com destino à São Paulo e escala nesse aeroporto.

- Numa listagem preliminar embarcara em Florianópolis, o senador e ex-presidente da República, Nereu Ramos; o governador do Estado de Santa Catarina, Jorge Lacerda; o deputado Federal, Leoberto Leal, mais 23 passageiros e cinco tripulantes.
- Alô alô Repórter Esso alô... 
- Aqui falou o seu Repórter Esso... Um serviço público da Esso brasileira de petróleo e seus Revendedores... Para todo o Brasil... Repórter Esso... A testemunha ocular da história.
No correr da semana ficou-se sabendo que aquele voo feito num Convair 400, prefixo PP-CEP ALCION, com apenas 4 meses de uso sofrera um fenômeno meteorológico, naquela época ainda desconhecido, mas que hoje se sabe, tratar-se da chamada “Tesoura de Vento” (Vind Shear), no final da curva de aproximação fez com que a aeronave fosse arremessada ao solo.
Nereu de Oliveira Ramos, 1888-1958, advogado e político catarinense do PSD, deputado Estadual, Federal, vice-presidente do Brasil, governador do Estado de Santa Catarina, interventor, senador, vice-presidente do Senado e presidente da República.
- Nereu Ramos em Blumenau
O presidente Getúlio Vargas, acompanhado do interventor Nereu Ramos (Catarinense nascido em Lages, que depois foi presidente do Brasil) e grande comitiva, visita Blumenau a 10 de março de 1940, sendo alvo de calorosa recepção organizada pelo prefeito José Ferreira da Silva. No Teatro Carlos Gomes.
Com o suicídio de Getúlio Vargas em 24/08/1954; Em 11 de novembro de 1955, quando o então presidente Carlos Luz  foi deposto por um movimento militar denominado Movimento de 11 de Novembro, liderado pelo general  Henrique Lott. Com o apoio do PSD, foi declarado o impeachment  de Carlos Luz no Congresso Nacional , sob acusação de conspiração para não entregar o poder ao presidente eleito, Juscelino Kubitschek de Oliveira


Sendo o único catarinense a chegar nesse posto até então. Depois o conterrâneo, Márcio de Sousa Melo fez parte da junta militar que governou o país de 31 de agosto a 30 de outubro de 1969.
Nesse acidente aéreo morreram todos os cinco tripulantes e 18 dos passageiros, sobrevivendo apenas sete, mas, nenhum dos políticos.
E assim, feito o samba “Madureira Chorou”, 1958, Cavalinho & amp; Júlio Monteiro: Catarina chorou... Catarina chorou de dor... Quando a voz do destino... Obedecendo ao divino... A sua estrela chamou... Catarina chorou.
Arquivo: Adalberto Day
Texto CAO ZONE
Contribuição  Marcelo Nogara
Para saber mais sobre Nereu Ramos acesse:

6 comentários:

Zillig disse...

Lembro bem desse dia, Adalberto

Mal chegara a tardinha do colégio e minha mãe me contou do desastre que ocorrera no aeroporto Afonso Pena - que distava cerca de dez quilômetros de minha casa ao sul de Curitiba - onde morrera o governador de Santa Catarina.
Este é como aqueles momentos célebres que ficam gravados na memória da gente, como se deu com o assassinato de Kennedy e o ataque às torres gêmeas.

Grande abraço

Cezar Zillig

Clovis disse...

Bom dia sr Cesar
Tenho em minha biblioteca dois livros seus: Fritz Müller: Reflexões Biográficas (escrito com outros autores) e Fritz Müller, Meu Irmão.
Um grande abraço
Clovis

J Silva disse...

J Silva
Muito obrigado sr Adalberto. Sabia que Nereu Ramos faleceu em acidente de avião. Desconhecia que foi em Curitiba.

Osmar Hinkeldey disse...

Boa tarde Adalberto

Desconhecia o fato de que o ilustre catarinense Nereu Ramos faleceu de forma tão trágica.
Obrigado por nos trazer esta matéria.
Abraço

Santos disse...

Oi Beto. Mais uma narrativa saudosa. Eu possuía um apreço especial pelo Dr. Nereu, pois, fui agraciado numa ocasião com um favor especial dele. Eu soube que, quando ele era interventor no nosso governo Estadual, fez uma visita a Blumenau mas, lamentavelmente, foi mal recebido aqui. Chegaram a trata-lo pelo apelido "papo amarelo". Ele desejava falar ao público Blumenauense e não lhe ofereceram guarida para isso. Meu falecido sogro, que possuia o Hotel Holetz, soube dessa situação e, imediatamente, mandou chamar a comitiva do Interventor, e ofereceu ao Dr. Nereu o patamar do Hotel para ele se pronunciar ao público, o que o deixou extremamente grato ao meu sogro Reinoldo Siebert. Por esse gesto, ele foi elogiado pelo próprio e comitiva, passando a ser seu amigo. . Ele era considerado uma pessoa extremamente justa em seus atos . Os que o admiravam, sentiram imensamente aquela perda. Também desconhecia que o acidente se deu já sobre o aeroporto de Afonso Pena. Imaginei que ocorrera na viajem para a capital paranaense. Obrigado Beto por mais esse capítulo curioso. Grande abraço
E.A.Santos

Roberto disse...

Olá Adalberto, tudo bem?

Meu nome é Roberto e sou neto do ex-governador Jorge Lacerda. Eu seu blog agora e se for do seu interesse poderia mandar para vocês uma cópia do filme que fiz sobre meu avô.

Obrigado,

Abs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...