"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

- Frederico Jensen

Em histórias de nosso cotidiano, apresentamos um breve relato biográfico de Frederico Jensen: “Manteiga Especial – Frederico Jensen- Blumenau”. Frederico Jensen estabeleceu-se por conta própria, no ramo de açougue e beneficiamento de subprodutos do leite, queijaria, manteigas, banha, além da casa de comércio nas imediações da atual empresa “Mafisa” , próximo ao trevo da Br 470 com a Rua Pedro Zimmermann, sobre a qual estabeleceram a via asfáltica Guilherme Jensen.

Excerto extraído da CRÔNICA GENEALÓGICA da FAMILIA JENSEN
elaborada por JOANA JENSEN DEEKE e NIELS DEEKE.

FREDERICO JENSEN: personagem selecionado, por Niels Deeke, mediante especial pedido de Adalberto Day
Brasão Regional da Frísia do Norte - de onde emigraram os Jensen desta genealogia..
Brasão distrital da Ilha Pellworm, onde estavam estabelecidos os Jensen desta genealogia

Resumo Genealógico :
LRIIF1 : RUDOLF WILHELM HARRO JENS JENSEN de seu casamento com Karoline Dorothea Friderike Kay, teve dez seqüências, sendo seis masculinas e quatro femininas, cuja nominata é a seguinte :
LRIIF1N1. : CARL JENSEN, nascido a 16/0//1871 em Blumenau.
LRIIF1N2. : JOHANNA JENSEN, nascida a 02/4/1873 em Itoupava, Blumenau.
LRIIF1N3 : CAROLINE SOPHIE ERNESTINE JENSEN, nascida em 28/02/1876, em Itoupava, Blumenau.
LRIIF1N4 : FREDERICO ( FRITZ) JENSEN. ( NICOLAUS FRIEDRICH JENSEN), nascido em 19/7/1879.
LRIIF1N5 : WILHELMINE JENSEN, nascida em 1883.
LRIIF1N6 : IDA JENSEN, nascida em 1887.
LRIIF1N7 : JENS JENSEN. ( JENS ERNST EDUARD JENSEN) nascido a 08/5/1888- Itoupava, Blumenau.
LRIIF1N8 : WILLY JENSEN, nascido em 1893.
LRIIF1N9 : OTTO JENS JENSEN, nascido a 18/6/1894.
LRIIF1N10: HERMANN NIKLAUS JENSEN, nascido em 1897.
LRIIF1N4 : FREDERICO ( FRITZ) JENSEN. (Nikolaus Friedrich Jensen - ou Fritz Nikolaus Jensen) ), nascido em 19/7/1879 ( Sexta-feira) em Blumenau onde faleceu em 1973 ( o Ancestry registra falecido em abril de 1974). Foram padrinhos de seu batismo: Claus Steen, Nicolaus Jensen, Fritz Jenichen. Casado, em 25/7/1900 – Blumenau, com Martha Anna Augustine Kuchenbecker, nascida a 28/8/1880 ( O Ancestry registra nascida em 28/9/1880) e falecida em 1948 (O Ancestry registra falecida em abril de 1976) , filha de Ludwig Kuchenbecker, nascido a 22/02/1852 em Posnam – Alemanha e falecido em 31/10/1890 e de Johanna Hackbarth.
Em 1929 Frederico Jensen e sua esposa Martha viajaram para a Europa em turismo. Como particularidade física de Frederico Jensen foi indicada uma grande cicatriz no braço direito e seus olhos eram muito azuis e a esposa Martha tinha olhos castanhos, cfe. consta de suas certidões. Em poder de sua neta Edite Jensen Loewen, filha de Harry Jensen, estão diversos originais de cartas escritas por Rudolf Wilhelm Harro Jens Jensen a seu filho Frederico Jensen bem como muitas outras que sua mãe Karoline Kay Jensen lhe enviou. A troca de correspondência também deu-se com sua irmã Wilhelmine Jensen, (LRIIF1N5 : Wilhelmine Jensen, nascida em 1883) e além existe uma carta que lhe dirigiu a irmã Ida Jensen, casada Soefner –( LRIIF1N6 : Ida Jensen, nascida em 1887) .Consta, transmitida entre os familiares Jensen, a informação de que Frederico Jensen costumava trazer consigo, invariavelmente, no bolso, uma pequeno frasco com álcool, que embebia em lenço e passava nas mãos após precisar com elas cumprimentar alguém. O que tal procedimento poderia significar em higiene própria ou temor de contaminar alguém com possível mal que o afligisse, isto não foi informado. Fotocópias no TABULARIUM JOANA JENSEN DEEKE & NIELS DEEKE, onde também constam os rótulos de produtos de fabricação de Frederico Jensen, como : “Manteiga Especial – Frederico Jensen- Blumenau”. Frederico Jensen estabeleceu-se por conta própria, no ramo de açougue e beneficiamento de subprodutos do leite, queijaria, manteigas, banha, além da casa de comércio nas imediações da atual empresa “Mafisa” , próximo ao trevo da Br 470 com a Rua Pedro Zimmermann, sobre a qual estabeleceram a via asfáltica Guilherme Jensen. O Professor Max Humpl em seu “Diário” – Aus dem Tagebuch eines alten Mannes- über seinen Aufenthält in Brasilein – 1912-1939- von Lehrer a. D. Max Humpl- Trostberg” na p. 62 refere: Tagebucheintrag *uber erteilte stunden Bis Ende 1934 zu Altona : “ 1- Sohn Fritz Jensen – violino!” Portanto um dos filhos homens de Frederico Jensen teve aulas de violino com Humpl antes de 1934. Em sua homenagem – in memoriam- foi dado seu nome à Rua Frederico Jensen - bairro Itoupavazinha, com início na Dr. Pedro Zimmermann nº 1.708 CEP 89066-301. A rua foi denominada através da Lei nº 2097 de 13/10/1975, que renomeou a antiga BL 05- com tal numeração cadastrada em 1965 durante a gestão administrativa municipal de Hercílio Deeke .Vide reportagem no “Jornal de Santa Catarina” - 06/8/1998 Caderno B p. 02, cujos informes foram transmitidos através telefonema mantido pela redação do jornal com Niels Deeke. Obs. de N.Deeke : a matéria publicada contém alguns erros e omissões, acerca cronografia da rua Frederico Jensen .
LRIIF1N4 : Frederico ( Fritz) Jensen de seu casamento com Martha Kuchenbecker teve cinco seqüências, todas masculinas, cuja nominata é a seguinte :
LRIIF1N4B26 : Henrique Jensen , nascido a 25/6/1907 e falecido em 30/3/1982.
LRIIF1N4B27 : Frederico Jensen, nascido a 11/12/1905 e falecido em 03/9/1940
LRIIF1N4B28 : Alfredo Jensen, nascido a ......................... ....... ( 48 anos aprox. em 1950)
LRIIF1N4B29 : Harry Jensen, nascido 31/5/1904. e falecido em 25/6/1986
LRIIF1N4B30 : Erico Jensen, nascido a 08/02/1901.
========================================
Rótulos dos produtos fabricados por “Jensen” : “ Manteiga de Nata Doce” – Jensen & Cia”. “Banha de Sta. Catharina- Fabricado pelo Systema Americano- Jensen & Co.” “Marca Sem Rival”. No rótulo aproveitado para o produto Manteiga- de Nata Doce, observa-se a utilização parcial de desenho contido no “Brasão da Frísia do Norte”, atravessado por uma faixa e com uma chave superposta. Disto se infere que a descendência Jensen –imigrada em Blumenau, tinha conhecimento dos detalhes do Brasão de armas da terra de seus antepassados- Frísia do Norte. “Manteiga Especial – Frederico Jensen- Blumenau”.
Adiante alguns Rótulos dos diversos produtos fabricados por Frederico Jensen
Vídeo sobre a empresa Jensen:

5 comentários:

Santos disse...

Obrigado, amigo Beto, pela historia da Clan Jensen. E ao Dr. Niels Também Considerando que minha esposa tem parentesco com os Jensen, achei interessante e ela tambem. Um grande abraço.
E,A Santos

Edemar disse...

Bom dia amigo Adalberto,

Saboreei muito a Manteiga Especial. E todos os produtos FRIGOR que os Jensen produziam.

Bela matéria. Parabéns.

Edemar Annuseck

Renate disse...

Adalberto.
Gostei muito da crônica do casal Niels e Joana Deeke, ela nascida Jensen. Eu também sou nascida Jensen. O filho deste Frederico Jensen em questão, também chamado Frederico Jensen, faleceu cedo e eu não cheguei a conhecer. Ele e sua esposa, Bertha Jensen (Onkel Fritz und Tante Bertchen – ela do ramo Nikolaus Jensen) foram meus padrinhos de batismo. Ela compareceu à minha confirmação de fé, em Rio do Sul, quando eu tinha uns 14 anos. Sempre tivemos relação de amizade com ela e com as filhas Norma Correia e Nelsa Scharf e com o filho Bubi, e agora com seus netos.

Parabéns pelos títulos que o Sr. coleciona!

Abraço de Renate S. Odebrecht

Claus Jensen disse...

Bom dia Beto.

Nossa família e suas fantásticas histórias. Seu texto acrescentou em muito, sobre o pouco que conheço sobre a história desse ramo da família. Infelizmente não tive a oportunidade de conhecer os famosos produtos da Frigor.

Lhe parabenizo mais uma vez por esse resgate, que me permite mostrar ao meu filho e guardar em algum arquivo para no futuro, revisitar seu passado.

Claus Jensen

Nelson disse...

Prezado Senhor Day
Tenho acompanhado seus ingentes trabalhos divulgando a historia de Blumenau, da qual sou filho. Desejo congratular-me com sua diuturna dedicação e seu incansável interesse no resgate da historia desta nossa ^colônia banhada pelo Itajaí-Açu.^ Creio que o retrato de Guilherme Jensen você pode obter com Joao Bauer, residente em Blumenau e casado com a filha Crista.
Mais uma vez, meus respeitosos cumprimentos
Nelson V. Pamplona

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...