"A Educação é a base de tudo, e a Cultura é a base da Educação"

Seja Bem-Vindo e faça uma boa pesquisa!

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

- Escola de Educação Básica Padre José Mauricio.



15ª - “Mostra Cientifica e Cultural de Trabalhos e Projetos”. A Escola de Educação Básica Padre José Mauricio, promove no dia 28 de setembro de 2007, sua já tradicional “Mostra Cientifica e Cultural de Trabalhos e Projetos”, desenvolvidos junto aos alunos e corpo docente. Tive a oportunidade junto com alunos, de participar de oito edições desse maravilhoso evento, e de ter sido professor de História, Geografia, Filosofia do qual me orgulho muito.
 Um pouco da História:
A Escola Padre José Maurício foi fundada em 03 de maio de 1962, com o nome de Escola Reunida "Padre José Maurício",ficava ao lado da entrada atual do Colégio em uma pequena residência, endereço atual Rua Progresso, 2053- Bairro Progresso – Blumenau SC. Na direção nesse período estava a professora Arnolda Ebel (1962/1972. A partir de 28 de maio de 1974, pelo decreto lei nº 571, foi transformado em escola básica, e recebe a autorização para o funcionamento da 6ª, 7ª, 8ª série do primeiro grau, a esola nessa data estava sob a direção da valorosa professora Senhora Erica Cristofolini (1973/1988), que prestou relevantes serviços a Escola.Em 28 de março de 1963, passou a chamar-se Grupo Escolar Padre José Maurício, em 1988 passou a chamar-se Colégio Estadual Padre José Maurício, e nessa data assume a direção Walkiria Sens Luchemberg, até 1997, que iniciou a construção do Ginasio. Em 1998 assume a direção Dulce Maria Lehnem (1988/2002), que terminou as obras do Ginasio. Em 28 de março de 2000 o educandário passa a denominar-se Escola de Educação Básica Padre José Maurício. De 2003 até 2006, a diretora foi a professora Soraia Smaniotto. Atualmente a diretora do Educandário é a senhora Dulce Maria Lehnem.
Origem do nome da Escola: (Padre José Maurício Nunes Garcia nasceu em Portugal em 22 de setembro de 1767 e faleceu em 18 de abril de 1830. Mestre da Capela Imperial Padre José Maurício Nunes Garcia, é a personalidade mais importante da música brasileira no período colonial. Filho do modesto tenente Apolinário Nunes Garcia e Victoria Maria da Cruz de origem Africana. José Maurício já dava aulas de música aos 12 anos. Virtuoso do teclado e regente, o mulato foi perseguido pelo estigma de sua cor). Fotos: Adalberto e Dalva Day

terça-feira, 25 de setembro de 2007

- O Dia do Rádio: no Brasil

A imagem mostra ao centro João Medeiros Jr e sua filha em 1934 Fundador do Rádio em SC Pequeno Relato da HISTÓRIA do Rádio no mundo e Brasil. 24 de maio de 1844 - Samuel F. B. Morse envia a primeira mensagem à distância através do telégrafo. O primeiro sistema de comunicação de longa distância que o mundo conheceu. 1850 - O alemão Daniel Ruhmkoff inventa um aparelho capaz de transformar baixa tensão de uma pilha em alta tensão: surge o primeiro emissor de ondas eletromagnéticas.
No Brasil o dia do radio é comemorado no dia 25 de Setembro.
13 de fevereiro (desde 2012) é comemorado  Dia Mundial da Rádio,  celebrando a rádio como um meio vital para a missão da ONU de criar um futuro mais pacífico, mais sustentável e mais inclusivo para todos. O Dia Mundial da Rádio é, assim, uma oportunidade de celebrar a rádio enquanto meio de comunicação, de promover uma melhor cooperação internacional entre emissoras, e de promover um conteúdo diversificado, bem como o acesso à informação e a liberdade de expressão através das ondas da rádio.
1853 - O físico australiano Julius Willheim Gintl prova ser possível enviar várias mensagens simultaneamente por uma única linha telegráfica.
1867 - O alemão Siemens cria o dínamo.
1877 - Emile Bertiner torna o microfone um equipamento personificado e Thomas A. Edison registra som em cilindros.
1892 - Primeiras experiências de radiodifusão no Brasil. Pe. Roberto Landell de Moura, transmitiu e recebeu a palavra humana através do espaço.
1893 - O padre e cientista brasileiro Roberto Landell de Moura realizou a primeira transmissão falada, sem fios, por ondas eletromagnéticas Todos os equipamentos usados foram inventados pelo próprio Landell de Moura, com patentes registradas no Brasil em 9 de março de 1901.
1894 - Aos 20 anos de idade, Guglielmo Marconi montou um aparelho na fazenda de seu pai. Com este aparelho, enviou e recebeu sinais através de ondas elétricas.
1894 - A experiência de Landell de Moura foi repetida na Capital de São Paulo,a demonstração foi feita do alto da avenida Paulista para o alto de Santana, numa distância aproximada de oito quilômetros em linha reta.
1895 - Guglielmo Marconi construiu um sistema prático de telegrafia sem fio.
1896 - Marconi patenteou seu telégrafo na Inglaterra, um aparelho que permitia a transmissão de mensagens telegráficas a distância, sem a utilização de fios.
1901 - Marconi realizou a primeira transmissão transatlântica sem fio de sinais telegráficos, no dia 12 de outubro.
1901 - Marconi realiza a primeira transmissão transatlântica. Usando o código Morse.
1904 - Landell registra a patente do Transmissor de Ondas, do telefone sem fio e do telégrafo sem fio nos EUA.
1905 - A Marinha de Guerra do Brasil realizou várias experiências com a telegrafia por centelhamento no encouraçado Aquidabã.
1906 - Primeira transmissão radiofônica do mundo é feita nos Estados Unidos.
1906 - O norte-americano Reginald Fessenden constrói o primeiro alternador de alta freqüência e realiza a transmissão da voz humana pelo rádio.
1908 - Lee de Forest realizou do alto da torre Eiffel uma emissão ouvida nos postos militares da região e até por um técnico em Marselha. Um ano depois, a voz do tenor Enrico Caruso era transmitida do Metropolitan Opera House.
13 de janeiro de 1910 - A tripulação de um navio em alto mar - a 20km da terra firme - consegue ouvir a voz famosa do tenor italiano Enrico Caruso graça a uma transmissão do Metropolitan Opera House, em Nova Iorque.
1913 - O primeiro transmissor de ondas de rádio no Brasil que se tem notícia, foi instalado no ano de 1913 por Paul Forman Godley, RAGON, na região Amazônica, a pedido do governo brasileiro.A primeira transmissão de rádio realizada oficialmente no Brasil ocorreu no dia 07 de setembro de 1922, durante a inauguração da Exposição do Centenário da Independência na Esplanada do Castelo. Foi um grande acontecimento. O público ouviu o pronunciamento do Presidente da República, Epitácio Pessoa, a ópera “O Guarani “, de Carlos Gomes, transmitida diretamente do Teatro Municipal, além de conferências e diversas atrações. Muitas pessoas ficaram impressionadas, pensando que se tratava de algo sobrenatural.
1915 - Surgem na Alemanha as primeiras transmissões internacionais de programas diários de notícias.
1919 - Inauguração da primeira emissora popular de rádio em Roterdã, na Holanda.
1920 - Surgem, na França, os primeiros rádios a pilha, vendidos com outra inovação.
1922 - Primeira transmissão radiofônica no Brasil, no Rio de Janeiro.
1923 - Fundação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.
1924 - Suécia cria o modelo de estação de rádio sem anúncios e com um propósito claramente educativo.
1929 - O Vaticano cria sua primeira rádio, que foi oficialmente inaugurada em 1931.
1931 - Comprimindo um botão, em Roma, Marconi ligou a iluminação da estátua do Cristo Redentor, momumento localizado no alto do Corcovado, no Rio de Janeiro. Inauguração da Rádio Record, de São Paulo.
1934 - Inauguração da Rádio Mayrink Veiga.
1935 - Inauguração da Rádio Jornal do Brasil. - Instituição do programa oficial do governo Vargas, A Voz do Brasil.
1936 - É fundada a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, que foi a primeira em audiência por mais de vinte anos.
1937 - Assis Chateaubriand inaugura a Rádio Tupi, de São Paulo.
1941 - Surge o Repórter Esso, criado pela Rádio Nacional, durante a II Guerra Mundial. O programa ficou no ar até 1968.
A Radio Clube de BlumenauA primeira Rádio de Santa Catarina e quarta do Brasil,foi fundada em 19 de março de 1932, onde iniciou seus preparativos. Em 1933 adquiri um transmissor Collins de 150 Wats.Em 1934 começa um período experimental.Em 1935 em 18 de março entra no ar com um transmissor Philips com 500 wats de potência. Foi feito um plebiscito e o primeiro nome da Rádio Clube, foi Rádio Cultura de Blumenau, por poucos meses. Como a data oficial de concessão foi somente em 1936. O fundador da Rádio foi o Radio Amador Sr. João Medeiros Jr. diretor da Empresa I. Garcia , foi também o pioneirista no Rádio Amadorismo de Santa Catarina. Em 1929, com um alto-falante instalado na Empresa I. Garcia, onde foi diretor até 1940, muito querido entre os empregados, tocava música durante algumas horas do dia. Com isso houve um aprimoramento nos equipamentos, tornando-os mais potente. A programação era de anúncios e músicas, o programa mais conhecido era “Peça sua Música”. O horário por quase 50 anos, era das 7:00 horas até 23:00 horas, as vezes os equipamentos esquentavam muito, onde havia algumas interrupções. E foi na Empresa Industrial Garcia que foi feito a primeira transmissão, Medeiros também foi o primeiro a transmitir um jogo de futebol, em Santa Catarina, no estádio do Amazonas E.C.Mas oficialmente o primeiro narrador esportivo foi Manoel Pereira Jr., como também oficialmente o primeiro “speaker” foi José Ferreira da Silva. Também teve uma locutora, que prestava serviço á Medeiros, de nome Atalá Branco.Arquivo Adalberto e Dalva Day

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

- AG Garcia: Reunião da comissão com o prefeito

2 º Reunião com o Prefeito,ComissãoPró-Construção AGG e Comunidade Hoje dia 24 de setembro de 2007, aconteceu uma nova reunião sobre o destino do AG - Garcia, no CSU GARCIA. Na oportunidade, a Comissão Pró-Construção do AGG manifestou a preocupação da comunidade com relação a intenção do executivo de Transferir Provisoriamente o AGGarcia do CSU para o prédio da Secretaria Distrital (Intendência), rejeitado pelo Conselho de Saúde e pela própria Comunidade por considerar “incoerente”pelo desperdício do dinheiro público e “ilusório”. O prefeito João Paulo Kleinubing, em cumprimento ao acordado na reunião anterior de 21ago2007, comunicou o lançamento do edital de licitação para a execução da obra na antiga Cantina da Artex e que será publicado no Jornal de Santa Catarina dia 25 de setembro de 2007, com a data de decisão dessa para 08 novembro de 2007. Também apresentou documento que comprova o registro do lançamento de 600 mil reais no orçamento municipal para o ano de 2008 e que, após os trâmites normais, deverá ter a devida aprovação final. Comunicou que ainda não decidiu sobre a polêmica “transferência provisória”, mas que ainda tencionava fazer por achar ser esta a melhor solução. Num dos pontos principais da reunião, o Adalberto Day (da Comissão) alertou sobre "uma intimação" do Governo do Estado à Prefeitura de Blumenau exigindo, a urgente reparação dos danos causados ao prédio da Cantina da Artex, com o desmonte e depredação de 2004 e que, tão logo esta parte esteja cumprida, a obra correrá grande risco e poderá não mais ter continuidade. O Sr. Luiz Rebellato(pres.CMS) lembrou que em termos de aplicação na saúde, Blumenau tem “gestão plena” do “Fundo Municipal de Saúde” e que em 2005, no Plano Plurianual foi muito bem especificado sobre o AG-Garcia, que deverá ser na antiga Cantina da Artex e que, a intenção de fazer ou transferir para um outro local deverá ser, antes, aprovado pelo Conselho Municipal. Disse que mesmo que as condições atuais do AG CSU não sejam as mais adequadas, e que assim já se sabia a 2, 3 ou mais anos atrás, a melhor opção ainda é de manter o AG neste local, até o término da obra na Cantina e que em vez de estarmos ainda discutindo onde e como fazer, deveríamos, sim, estar discutindo como fazer a festa de inauguração deste novo AG. Quanto a solução para a melhoria das condições de atendimento da comunidade por parte do atual AG Garcia, o prefeito colocou agora três possibilidades: transferência provisória para o: a)- prédio da Secretaria Distrital ou, b)- transferência, também provisória para um outro local qualquer ou ainda, c)- a melhoria das instalações e do atendimento no próprio CSU, até o término da obra do novo AG na Cantina Artex. A decisão será gerada por um estudo de viabilidade, analisando-se valores de ordem econômica, funcional e comunitário, que será executado pela Secretaria Municipal de Saúde, Depto. De Engenharia da prefeitura e a Comissão Pró-Construção do AGGarcia. Portanto, a temida e intempestiva transferência do AGGarcia - CSU para o prédio da Secretaria Distrital está suspensa até a complementação desse estudo, cuja decisão só será implementada após o início da obra principal do Ambulatório Geral na Cantina-Artex. A comunidade se fez presente em grande número, e espera ansiosa pela melhor decisão.
A comissão Pró- construção do AGG. Fotos arquivo: Adalberto e Dalva Day / colaboração Carlos A.Salles de Oliveira

Acompanhe e comente tudo o que foi notícia sobre o AG Garcia
* AG Garcia: Ordem de serviço
* AG Garcia: Reunião na SEMUS
* AG Garcia: Reunião da comissão com prefeito e secretária da saúde
* AG Garcia: MANIFESTO de protesto e repúdio
* AG Garcia: 1ª Vistoria da Obra

- 23º Batalhão de Infantaria


Em 1909 chega a Blumenau o 55º Batalhão de Caçadores, no ano de 1921 instala-se no Bairro Garcia a 9ª Companhia de Metralhadoras Pesadas; em 1924 a 18ª Companhia de Metralhadoras Pesadas; em 11 de abril de 1939 (Data considerada oficial do 23 BI) é instalado 32º Batalhão de Caçadores; em 1949 o 1º Regimento de Infantaria; em 1950 o 23º Regimento de Infantaria e em janeiro de 1973 o 23º Batalhão de Infantaria. Defronte este quartel militar foi construído uma praça, em 1939, que foi denominada de Praça General Osório. Arquivo de Adalberto Day

domingo, 16 de setembro de 2007

- Festejos do Centenário da Empresa Industrial Garcia


O Cantinho da Saudade
Em novembro de 1968, foi comemorado o centenário da Empresa Industrial Garcia- em Blumenau, com grandes festividades, desfiles, competições esportivas, teatros, apresentação de diversas personalidades artísticas do Brasil da época tais como Golias, Ivon Cury, Grande Otello e outros. Uma partida de futebol entre Palmeiras e Olímpico, foi a atração do público que superlotou o magnífico estádio do Amazonas, o resultado foi 1 a 1. Também foi feito um Hino em homenagem ao centenário que foi composto por Francisco Salles de Oliveira, e que era assim: "Salve Garcia centenária campeã dos bons tecidos; Teu barquinho em cem anos a tudo tem resistido; Salve o corpo de empregados, Salve a tua diretoria; Na passagem de um século, Salve o nome Garcia; Garcia, Garcia, no teu bairro a lutar; Nós vamos o progresso conquistar". As festas indígenas eram tradicionais no bairro, também todos os anos, existiam festas juninas, natalinas e do dia do trabalhador. Todas as festas, que se realizaram nas décadas de 50 e 60, eram organizadas pelo inesquecível José Pera, supervisionada pelo gerente Departamento de Relações Industriais, sr. Nelson Salles de Oliveira,os artistas que se apresentavam, eram funcionários, que com muita dedicação e carinho, se apresentavam com orgulho e muita determinação. Também a cada festa, eram realizados diversos torneios de futebol, basquete, vôlei, atletismo entre os diversos departamentos da “Empresa” nome esse chamado carinhosamente pelos funcionários, da Garcia. Arquivo Adalberto Day

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

- Cooperativismo

- A imagem mostra em primeiro plano a Cooperativa de consumo dos empregados da Empresa Industrial Garcia, fundada em 17 de março de 1944 (uma das primeiras de Blumenau), com o apoio do Senhor Ernesto Stodieck Jr., diretor da Empresa Garcia. A idéia foi de um grupo de colaboradores que buscava a solução para a escassez de produtos básicos, durante e pós-guerra. Localizava-se na rua Amazonas logo após o estádio do Amazonas e ao lado da antiga ponte de acesso a Rua Emilio Tallmann.
- A imagem ao centro mostra uma nova fase da CooperArtex, que foi transferida em 1979 para a Rua da Glória, 344. Posteriormente, Cooperhering e atual Cooper. Antes dessa Cooperativa a Empresa Industrial Garcia desde a década de 1920 possuia um armazém para os empregados no mesmo local. 
História: O que é Cooperativismo? É uma doutrina, um sistema, um movimento ou simplesmente uma atitude ou disposição que considera as cooperativas como uma forma ideal de organização das atividades sócio-econômicas da humanidade. O que é Cooperativa? Cooperativa é uma associação de pessoas que se unem, voluntariamente, para satisfazer aspirações e necessidades econômicas, socias e culturais, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente gerida. O cooperativismo teve sua origem na Inglaterra por iniciativa de operários da cidade de Rochdale. Prejudicados pelo novo modelo industrial - onde as máquinas inventadas substituíram o trabalho artesanal e algumas atividades - os operários foram levados a se preocuparem com outras formas de garantirem o sustento de suas famílias. Discutindo as dificuldades e buscando soluções, eles decidiram pela criação de uma sociedade de consumo, baseada no cooperativismo puro. Houve uma reunião, que teve a participação de 27 homens e uma mulher, foi realizada em novembro de 1843 e repetiu-se em 21 de dezembro de 1844, para a fundação de um armazém comunitário, com um capital inicial de 28 libras, representando uma libra que cada um do grupo havia economizado. Foi lançada então a Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale Limitada. Ao fim do primeiro ano, a Sociedade já contava com 74 sócios e um capital de 180 libras. Onze anos depois, a organização tinha 400 sócios. Nasceu assim o cooperativismo, Desde então, o movimento alastrou-se pelo mundo e as normas definidas por aqueles tecelões passaram a nortear as ações das cooperativas em todo o mundo. Fonte: Dados - Informativo/Site Cooper. Arquivo: Adalberto e Dalva Day

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

- "O craque de ontem o comentarista de hoje"


Timaço da Associação Artex 1976- em pé: Girão, Adilson Siegel (Ticanca) Lori Bugmann, Assunção, Gaspar, Vilmar Heiden, Agachados: Juquinha, Raul Cavaco, Tarcisio Torres, Nilson (Bigu) e Werninha. Todos ex jogadores do Amazonas E.C., que com a desativação do clube, foram jogar na Associação Artex. Durante vários anos seguidos, oito ou nove campeonatos patrocinados pelo SESI foram conquistados por esses grandes atletas.
Depoimento de Adilson Siegel (Ticanca) Filho de Francisco Siegel, irmão de Wilson e Nilson que foi o maior goleador da história do Amazonas durante os anos de 1968/75 e depois na Associação Artex "Também estava na foto do derradeiro jogo do Amazonas Esporte Clube em seu estádio. Podemos dizer que a foto representaria o Amazonas se ele existisse ainda em 1976. Na época eu tinha tão somente 16 anos e olha ao lado das feras que eu iniciei minha carreira apesar da pouca idade. Jogava naquela época de volante, mais precisamente cabeça de área. Sabia sair jogando, tinha senso de posicionamento e minha principal característica o lançamento de longa distância preferencialmente visando os ponteiros da época que possuíam muita velocidade (Juquinha e Werninha), (Moacir e Werninha mais tarde um pouco). Ou mesmo entre os zagueiros para culminar com a categoria e velocidade do Nilson (Bigo) que era lançar e correr para o abraço e comemorar o gol, geralmente, golaço.Que tempo maravilhoso. Que momentos inesquecíveis que o tempo apesar de malvado não nos deixa esquecer". "Saudades, muita e muitas saudades". Forte abraço Adilson Siegel (Ticanca) Beleza Adalberto. "Não esqueça que também trabalhei como free na Rádio Nereu Ramos ao lado do Rodolfo Sestrem, Mirandinha, Mário Gillan. Eles me chamavam pelo slogan de "O Craque de ontem o Comentarista de Hoje" (Coisas do Rodolfo Sestrem) O homem era simplesmente extraordinário. Tinha capacidade comunicativa de levar emoção. Seria capaz de narrar uma corrida de sapos e parecer uma corrida de fórmula 1 - tamanho seu amor, sua dedicação e principalmente o prazer de fazer o que gostava". "Será um grande prazer acessar seu Blog e deparar-me com uma matéria sobre o timaço da Associação Artex de 1975 a 1981 (período mais vencedor) do qual me orgulho muito. Fui o último atleta que seguiu uma carreira formado na infância no DOZE e depois a partir dos 15 anos no Amazonas Esporte Clube quando o técnico era o Ziza (ex-goleiraço do clube alvi-celeste). Meu grande mestre e amigo no futebol de campo foi nada menos que o Grande Raul Cavaco amigo de muitas jornadas. No início da minha vida esportiva no time principal da Associação Artex, num jogo pelo campeonato Sul Brasileiro do Sesi, inicialmente eu não estava escalado. Ele foi ao técnico na época, o Sr. Nicásio e solicitou minha escalação por dar mais qualidade no passe e consistência na meia cancha. Eu era volante nesta época e tinha 16 anos. O Raul Cavaco já era craque reconhecido, tinha personalidade e moral para fazer tal exigência. Foi indiscutivelmente meu grande orientador. Serei eternamente grato a ele.e depois Vilmar Heiden que marcava e me deixava em condições de articular e criar os contra-ataque. Que figuras maravilhosas. No futsal, o Male ( Omar Zucki) foi meu grande incentivador e professor". Forte abraço.
Foto arquivo de Adalberto Day

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

- Schwester Martha Kunzmann


O Cantinho da Saudade
Em 17 de agosto de 1924, foi inaugurado, o prédio do Schwesternheim (Casa das Irmãs) na Rua Barão de Capanema nº 63 uma pequena transversal da Rua Amazonas. A antiga casa das Irmãs foi vendida e uma nova casa bem maior e espaçosa foi construída em 1932 e inaugurada em 1933. Trabalharam nela várias Schwester (irmãs). De 1937 até 1961 a mais famosa delas Schwester Martha Kunzmann, (carinhosamente chamada pela comunidade de “O Anjo Branco”) que além de parteira era muito popular, devido a prática de caridade e espiritualidade, sem distinção de confissão religiosa. Com sua bicicleta (em outubro de 2004 este tão importante patrimônio que tanto significou para a comunidade Garciense, foi roubado) se locomovia para atendimento em diversas localidades do bairro. Depois a substituiu por pouco tempo Frieda Claus”. Este local era conhecido como “Kindergartenschwester” (Irmã de Jardim de Infância) em 1935 foi contratada especialmente para dar início aos trabalhos junto ao jardim de infância, que em sua origem era semelhante a uma escola, Schwester Martha Heimmuhle. A partir de 1961 com o nome definitivo de “Jardim de Infância Dr. Blumenau” sito a rua Amazonas nº 4075, de propriedade da Igreja Bom Pastor – paróquia Garcia Rua Amazonas nº 3839. A primeira presidenta desta sociedade foi a Sra. Else Huber esposa de um dos fundadores da Artex, Sr. Otto Huber.
Schwester Martha e uma auxiliar cruzando o Ribeirão Garcia
Dieter Altenburg

 Foto arquivo Adalberto e Dalva Day

sábado, 1 de setembro de 2007

- Os 25 anos da nova prefeitura de Blumenau


A imagem de 1982 mostra a fase de acabamento da nova prefeitura de Blumenau. Construída na gestão do então prefeito Renato Vianna, a obra foi entregue à comunidade pelo sucessor Ramiro Ruediger em 2 de setembro de 1982, data de fundação da cidade. A obra em enxaimel procurava resgatar edificações em estilo germânico, passando a constituir-se em um dos mais belos cartões-postais da cidade. - A nota foi publicada no Jornal de Santa Catarina (01 e 02/09/2007) na coluna Almanaque do Vale - Sérgio Antonello.(Foto:Arquivo de Adalberto Day e Pedro Bento de Oliveira )

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...